Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

O que é SEO e como usar no seu negócio

LoadingFavorito
O que é SEO e como usar no seu negócio

A prática de SEO deve mudar bastante e o futuro será ao mesmo tempo desafiador e promissor.

O que é SEO?

O termo SEO (Search Engine Marketing Optimization) refere-se ao trabalho de entender os algoritmos de busca e otimizar sua presença online para ficar mais amigável com os buscadores permitindo que seu conteúdo posicione de maneira adequada ao seu potencial nos resultados de busca.

O que SEO não faz?

SEO não garante posicionamento, não tem fórmula mágica ou manual. SEO não é um recurso para enganar os buscadores ou para posicionar conteúdos que não são assim tão relevantes pro usuário. Muitos até tentam usar desta maneira, alguns poucos tem sucesso, mas os riscos superam os benefícios.

Um pouco de história

Quando os buscadores começaram a ganhar importância no tráfego dos sites no final dos anos 90 os buscadores ainda eram ferramentas rudimentares se comparadas a hoje. Listas de resultados em ordem alfabética ou algoritmos bastante simples davam um peso muito grande para o número de incidências de uma palavra-chave no conteúdo da página.

Nesta época era comum ver sites ranqueados nas primeiras posições pela simples repetição de palavras no texto ou no código do site. Isso, é claro, levou a uma série de abusos dos webmasters, prejudicando a experiência do usuário, uma vez que os resultados deixavam de ser relevantes.

Foi assim que começaram algumas mudanças de algoritmo que mudaram a maneira dos buscadores interpretarem a relevância. Uma das principais mudanças de algoritmo foi a introdução do Page Rank do Google, que considerava os links que apontavam para as páginas como se fossem votos, não só pela quantidade, mas especialmente pelo contexto e qualidade. Larry Page fundador do Google foi quem surgiu com a ideia, daí o nome “PAGE rank”.

A evolução do SEO

O SEO evolui à medida que os algoritmos evoluem. Com a introdução do page rank o poder de influenciar as buscas começa a sair das mãos dos webmasters diminuindo a influência direta do código e do conteúdo. A partir daí uma série de atualizações, focando a experiência do usuário, começam a acontecer. O Google, por exemplo, realiza centenas de atualizações algorítmicas a cada ano. Na mesma linha a Microsoft incorpora o browser rank, que considera a navegação do usuário após o clique no resultado, fator que é possibilitado pela propriedade do navegador. O Google segue a mesma linha com o Chrome.

Com o crescimento da importância e uso das redes sociais, as interações nestas redes iniciam também sua influência nos resultados nos últimos anos. Daqui não só o conteúdo e citações passam a ser importantes, mas também o contexto e significado destas interações, num processo de transformação onde a semântica passa a fazer cada vez mais sentido.

O SEO moderno

Todas estas mudanças de algoritmo fazem com que o SEO moderno tenha o foco cada vez maior na experiência do usuário. Ter conteúdo único, relevante e que influencia as interações é cada vez mais parte significativa do SEO moderno. Mais do que isso, a visão do contexto em detrimento da página e da palavra-chave passa a ser o foco tanto das estratégias como da análise. Ser uma autoridade do conteúdo da sua área passa a ser uma prioridade para os profissionais de search.

E o futuro…

O que vemos atualmente como grande tendência para o SEO é a busca preditiva, onde, munidos de informações de comportamento, histórico de buscas, localização e outros dados, o buscador tenta antecipar que informação será útil ao usuário num determinado momento e enviar esta informação antes mesmo que o mesmo faça uma busca.

Exemplo: ao chegar a um aeroporto (identificado pelo GPS ou triangulação de wifi) para um voo internacional o Google pode interpretar o numero do vôo em sua agenda, identificar para que país está indo e antecipar o valor de conversão de sua moeda local para moeda do país de destino.

Com a popularização do mobile e dos aplicativos para celular, sem contar o potencial da internet das coisas e wearables, a busca cada vez mais aponta para um modelo no qual a informação relevante chega ao usuário antes mesmo dele fazer uma busca, muitas vezes antes mesmo dele saber que precisa de determinada informação.

Aplicativos como Siri (Apple), Now (Google) e Cortana (Microsoft) introduzem não só a busca por voz e de maneira mais natural, mas também a antecipação das necessidades das pessoas. Hoje, por exemplo, o Google Now já pode lhe dizer a que horas é preciso sair de casa para uma reunião, considerando informações de sua agenda e do trânsito. As possibilidades aqui são infinitas e é provavelmente onde veremos as próximas grandes mudanças no que diz respeito a search.

Seja como for o que todos os engenheiros de busca concordam é que a busca ainda está na sua infância e veremos grandes transformações neste mercado nos próximos anos, com isso a prática de SEO deve mudar bastante e o futuro será ao mesmo tempo desafiador e promissor para os profissionais que estiverem antenados e acompanharem e entenderem estas mudanças.

Alexandre Kavinski é CEO da i-Cherry, uma agência do grupo WPP.

, i-Cherry, CEO
Trabalhando com webmarketing desde 1997, Alexandre Kavinski é pioneiro no mercado de SEM (Search Engine Marketing) no Brasil. Fundador da primeira agência de Marketing para Buscadores na America Latina Kavinski é CEO da i-Cherry (www.i-cherry.com.br), uma agência do grupo WPP, onde cuida de estratégias de search de clientes como Tim, 3M, Americanas, Avon, Hoteis.com e Shell. Site: www.i-cherry.com.br; Twitter: @kavinski

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: