Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Você sabe improvisar?

LoadingFavorito

Quantas vezes você já lidou com imprevistos? Ou teve de solucionar uma situação com poucos ou nenhum recurso? O nome para isso é improviso. Mas não confunda com “dar um jeitinho”: improviso requer prática e inspiração.

Tudo aquilo feito ou dito sem preparação ou ensaio prévio pode ser definido como improviso, segundo o Houaiss. É o mesmo que repentino, imprevisto. Na música, em particular, significa um conjunto de modificações momentâneas introduzidas pelo intérprete numa composição, no momento da execução. Entre esses e outros sentidos do termo improvisar, um deles desperta especial atenção: criar (objeto) com os recursos do momento.

Que empreendedor não se reconhece nessa definição?Com um pé em cada barco, na música e no empreendedorismo, Gustavo Ziller, que já foi Empreendedor Endeavor no período em que tocou a empresa de conteúdo e aplicativos Aorta, vê a comparação com otimismo: “Quando se tem capital em abundância ao criar uma empresa, é grande a chance de ter uma acomodação sua ou da sua equipe. Quando o capital é escasso e a turma está ali, no fio do bigode, a coisa fica mais real”. Segundo ele, é uma chance de se provar o tempo todo.

Se o paralelo entre improviso e empreendedorismo ainda não está claro, conheça a seguir algunsdesafios do improvisador do jazz que se aplicam ao empreendedor e vice-versa, para que, chegado o momento, você execute a sua jam session com excelência.

Diversidade de experiências

Para Ziller, a vida é definida por “referências e edições”. Começa com os pais, com cada gesto, cada palavra, cada atitude diante de um impasse ou problema, seguidos pelo restante da família, amigos, professores. Neste sentido, quanto mais formos expostos à diversidade de experiências, mais rico será o percurso. Da mesma forma, não há improviso sem coragem para lançar-se à aventura da diversidade.

Não confunda com “jeitinho”

“É comum confundir improviso com pirotecnia ou jeitinho”, atenta Ziller. Se improvisar é, em sua essência, realizar algo sem preparação prévia, pode apostar que requer muita habilidade para funcionar. Não existe mágica. Para alcançar a excelência, o músico de jazz passa uma vida estudando e se preparando. Por que seria diferente com o empreendedor?

A jam session do empreendedor

No jazz, a jam session é o momento dasintonia perfeita, quando você acha os músicos certos e todos entram em uma espécie de transe, no qual a canção flui de forma orgânica, produzindo uma sensação incrível. “No empreendedorismo, é algo muito próximo disso”, identifica Ziller. “Você não é bom em tudo, reconhecer isso rapidamente e montar um time que se completa é apoteótico.

A pergunta que vale um milhão

“Todo o trabalho que estou fazendo agora vai ter retorno no futuro?” é o que qualquer um quer saber no calor da preparação. Deveria ser uma questão de tempo até que tudo estivesse no devido lugar e se tornasse fácil. No entanto, esse ponto de inflexão não existe. E mais: os melhores improvisadores, assim como os melhores empreendedores, nunca sentiram que chegaram a este lugar – em vez disso, estão sempre buscando o próximo nível e se esforçando para melhorar.

3 fatores para o avanço

Embora ninguém possa controlar o momento da guinada, depende de cada um preparar as condições ideais para o progresso. Alguns fatores são cruciais para isso: 1 – hábito: a pessoa que busca uma resposta todos os dias tem muito mais chances de encontrá-la do que alguém que a procura apenas quando é conveniente. 2 – repetição: a chave para a maestria. 3 – foco: defina um objetivo final, divida-o em partes menores e se concentre em exercícios que permitam resolvê-las uma de cada vez.

Inspiração

 

Como disse o pianista Bill Evans, “…me incomoda quando as pessoas tentam analisar jazz como um teorema intelectual. Não é. É sentimento”. Isso significa que, mais que um sonho grande e prática constante, se você quer melhorar, tem que ter inspiração. Tornar-se praticamente obsessivo com o seu objetivo, sentir-se movido em um nível mais profundo, é o que o levará a realizar o potencial que tem dentro de si.

 

Por Carolina Pezzoni

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: