facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

A terceirização é uma oportunidade para PMEs

LoadingFavorito

As cadeias produtivas de grandes empresas estão cheias de lacunas que podem ser preenchidas por você

Já vimos que terceirizar ou fazer outsourcing, é um caminho para uma empresa direcionar recursos para atividades ligadas ao seu core. Em geral, grandes empresas apostam na terceirização como uma solução mais econômica e vantajosa para diversos setores de uma empresa – isso varia de caso para caso-, como a gestão administrativa, de TI, de comunicação e marketing, vendas, telemarketing, transporte e distribuição, RH, serviços de limpeza e manutenção, serviços jurídicos, entre outros.

Mas, assim como a terceirização é um bom caminho para desafogar áreas e contar com a experiência de outras empresas para fortalecer o negócio, também há o outro lado da moeda: você, PME, pode pensar a terceirização como uma grande oportunidade de negócio: de prestar serviços para uma grande empresa.

O que você tem a oferecer a uma grande empresa?

Acredite, muito. Antes de mais nada, por você ser menor, você é mais ágil, e isso tem que ser usado em seu favor pois se trata de um enorme diferencial competitivo. Não há dúvidas de que você será mais ágil para resolver problemas do que uma empresa grande.

Além disso, nem sempre preço é tudo. Muitas empresas (como você vai ver abaixo) buscam, até mesmo por conta de suas premissas de responsabilidade social, fornecedores com práticas mais sustentáveis.

Se você desenvolver um produto que pode ajudar a organizar, facilitar ou reduzir custos de algum processo dentro da cadeia de uma grande empresa, então, unindo forças, ambas só têm a ganhar.

A Tecnisa, por exemplo, procura ativamente pequenas empresas com produtos inovadores para serem seus fornecedores. A empresa organiza encontros com outros empreendedores e startups para conhecer serviços e produtos que possam melhorar sua cadeia produtiva. Em um desses, encontrou uma pequena empresa que desenvolveu para eles um software para montar catálogos online de seus imóveis. Esse novo recurso facilitou muito a vida de seus corretores, e também melhorou a qualidade de atendimento.

Mas, o que você precisa para entrar na cadeia de uma grande empresa?

Estar preparado. Saiba que você estará lidando com “gente grande”. Atrasos, desculpinhas e justificativas não têm espaço nesse mundo. Então, cuidado para não dar um passo maior do que sua perna. Você só deve entrar numa situação como essa, se realmente estiver com a operação redondinha. Faça as contas, veja se você conseguirá atender à demanda da grande empresa sem criar problemas financeiros para você.

Outro ponto importante: você precisa atender ao padrão de qualidade da empresa para quem você está fornecendo. Então, é fundamental que você invista em melhorar processos para ganhar em produtividade

Estar preparado para compartilhar informação é outro ponto relevante. Quanto mais as operações estiverem alinhadas, melhor será o andamento do trabalho tanto para você, quanto para o seu cliente.

Essa será, claro, uma relação de confiança mútua

Veja o caso da Boeing. Eles têm um grande número de fornecedores. Por isso, compartilham informações sobre seus planos de produção com os mesmos para poder negociar melhores preços. Veja, assim como a grande empresa, no caso a Boeing, precisa confiar em seu fornecedor –que poderia ser você – você também precisa confiar no seu cliente para poder se preparar para suprir suas demandas.

Como a sustentabilidade está abrindo as portas das grandes para PMEs

Esta matéria traz o caso da BASF, gigante mundial do setor de químicos, cuja cadeia deu suprimentos é composta, em sua maioria, por empresas de pequeno porte. A Frascomar, fabricante de embalagens plásticas para grandes companhias entre elas a Basf, suou a camisa para, uma vez dentro da cadeia de suprimentos da Basf, se qualificar e conquistas a certificação ISO 9001:2008. A Kymberlito, outra fornecedora da Basf, fez o mesmo e os frutos foram doces e suculentos. Em 2014, a empresa passou por processos de autidoria de outras grandes (como Natura, L’Occitane e Disney) e se saiu muito bem.

E os benefícios, além do cliente bom, são muitos

Pode ser que você, empreendedor, precise ralar um pouco para se adequar às normas e padrões de qualidade de uma grande empresa. Mas quem ganha com isso, no final, é você. A Kymberlito reduziu em mais de 80% as queixas e reclamações de clientes e conseguiu alcançar um novo patamar em termos de produtividade. Hoje, a carteira de clientes da empresa é formada por empresas de grande porte e prestígio.

Entendendo a Lei da Terceirização

Bom, não dá para falar de terceirização sem lembrar da Lei da Terceirização. Então, rapidamente, aí vai um apanhado geral do status dessa lei para você ficar por dentro: a lei traz algumas mudanças no processo de terceirização – principalmente relacionadas à possibilidade de terceirizar atividades ligadas ao core business (isso aumentaria ainda mais seu leque de opções). Contudo, pode ser que ela ainda demore muito para entrar em vigor.

A lei está em tramitação -aguardando a votação do Senado -, e esse é um processo cheio de etapas, que pode demorar muito para ser finalizado (em geral a velocidade está  atrelada à vontade política…).  Para se ter uma ideia, este projeto de lei está em votação, finalmente, após ficar 11 anos parado na câmara (que é a primeira etapa do processo de tramitação). Pode ser que a aprovação ainda demore muito para acontecer, mas, enquanto isso, é importante que você domine um pouco o universo do outsourcing, até mesmo para poder avaliar se esse caminho é vantajoso, ou não, para o seu negócio.

Agora você já está por dentro do outro lado da moeda do mundo da terceirização. A dica, então, para achar novos clientes e melhorar seus serviços, como você faria para vender para o público final, é se debruçar sobre o universo das empresas que poderiam ser seus potenciais clientes e descobrir de que forma o seu produto pode resolver uma dor da empresa. No final, tudo se trata de identificar e entender problemas e propor soluções melhores. Boa sorte!

Leia mais:

Outsourcing: para sua empresa focar no que importa

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: