Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Stakeholders: eles devem ser engajados com o seu negócio

LoadingFavorito

Saiba mais sobre a importância de engajar seus stakeholders

O título já deixou bem claro sobre o que se trata esse artigo: sobre a importância de engajar os stakeholders da sua empresa. Então, antes de prosseguir, vamos deixar bem claro: stakeholders são todos os grupos de pessoas impactadas pelas ações da sua empresa, desde os acionistas, funcionários, fornecedores, clientes até o governo e demais envolvidos.

O mundo está mudando. Estamos vivendo o começo do que é chamado de era da internet das coisas. As pessoas estão cada vez mais conectadas e têm cada vez mais acesso à informação. Tudo isso abre novas possibilidades das empresas atuarem, mas também cria um cenário em que as oportunidades se transformam, também, em uma grande necessidade de interação por parte das empresas com os seus diferentes públicos. E esse novo cenário reconfigura a importância dos stakeholders na geração de valor de uma empresa

E quando falamos em engajar stakeholders ou todos os diferentes públicos de uma empresa, quer dizer que hoje em dia fazer e vender um bom produto não basta. O empreendedor precisa criar conteúdo e encontrar formas de se relacionar com seu consumidor, para que ele continue comprando.

Ter um negócio lucrativo e atender às expectativas dos investidores não é suficiente. É preciso garantir que a empresa, além de ser um negócio lucrativo, também invista na qualidade de vida e desenvolvimento de seus funcionários. O mesmo vale para os fornecedores e comunidades impactadas pelas atividades de produção do negócio.

Hoje, as empresas precisam nutrir suas relações de modo que criem valor para todos os seus públicos de relacionamento, devendo estabelecer um processo sistemático de engajamento que demonstre a identidade da empresa nessas relações.

A seguir, passaremos por alguns pontos importantes para você entender a importância e as peculiaridades de cada grupo de stakeholders, e também apresentaremos algumas ideias e caminhos para você inspirar suas ações.

Crie equipes mais motivadas e comprometidas com o negócio

Já falamos aqui sobre a importância de engajar os funcionários da sua empresa. De forma geral, é importante que se crie políticas de incentivo para uma melhor relação com a cultura organizacional do negócio, além de investir no desenvolvimento pessoal dos membros.

Agora, há um outro motivo muito importante: o maior incentivo para uma pessoa dar o melhor de si em algo é ela acreditar naquilo. E isso não há estratégia de bonificação (que é muito importante, ok?! Apesar de não resolver tudo) que dê conta.

Quando um funcionário acredita na empresa em que atua, ele veste a camisa, trabalha com brilho nos olhos e quer dar o melhor de si para contribuir ativamente com a missão da empresa. Engaje pessoas no seu sonho.

“Além disso, traz um senso de legado e realização para seus colaboradores que, motivados, poderão engajar mais clientes em torno de crenças em comum e fidelizá-los”, afirma Anna de Souza Aranha , em sua coluna na PEGN.

Consumidores: eles querem (muito) mais do que apenas bons produtos

Infelizmente o consumidor está cada vez mais exigente. E ele está cada vez mais empoderado de suas possibilidades enquanto cliente. E ele quer mais. Muito mais do que bons preços e um produto de qualidade.

Para escolher você, ele quer ser conquistado. E quer que você corra atrás, demonstre seus diferencias e prove que é merecedor da sua atenção – qualquer semelhança com relacionamentos amorosos é mera coincidência… E cabe à você, somente à você, ser relevante na vida dele. Uma boa dica, além de apostar em uma estratégia de marketing de conteúdo e criar espaços de diálogo com o consumidor. Mais do que isso, interagir com ele. Essa é uma forma de personalizar seu atendimento.

A Amazon utiliza ferramentas digitais de feedback para engajar clientes muito interessantes, por exemplo. Entre suas frentes de ação, está um sistema de recomendação, botão de compras de um clique e um programa de fidelidade Prime. No caso deles, essa capacidade de personalizar o atendimento e se envolver com cada cliente é um enorme diferencial a longo prazo pois fideliza o cliente.

Comunicação: invista em formas diferentes de se comunicar com cada público

Os seus stakeholdres são públicos muito distintos. Não dá para acreditar que você vai fazer uma página no Facebook e resolver seus problemas com conteúdos diversificados para cada um desses públicos. Acredite, ninguém vai entender nada.

Então, a saída é traçar planos de comunicação específicos para cada grupo. A comunicação que será feita para seu público interno, seu endomarketing, é diferente daquela que será feita para seu público final, acionistas ou fornecedores.

Cada público de interesse tem um objetivo específico em relação à sua empresa, e é muito importante considerá-lo para montar uma estratégia que funcione. Além disso, os canais de comunicação com cada um deles também serão diferentes.

O mapeamento dos stakeholders permite reconhecer com quais públicos a empresa se relaciona, além do tipo de relação e expectativas geradas que permitem identificar quais merecem uma aproximação estratégica. É muito importante conhecer os stakeholders, pois quando bem trabalhados podem ser a chave para o reconhecimento positivo de uma organização

Dicas simples para PMEs agregarem valor com seus steakholders

Algumas atitudes simples do dia a dia parecem inocentes e sem muito significado, mas podem fazer uma baita diferença na qualidade do relacionamento da sua empresa com seus stakeholders. Sergio Goldman, nesta matéria da PEGN, dá 6 dicas importantes:

  • Retorne ligações e e-mails. Uma singela resposta pode aproximar você de um cliente difícil ou aumentar a probabilidade dos negócios serem fechados. Organize-se para não deixar passar em branco as mensagens de pessoas que o procuram, pois a falta de resposta pode representar a perda de um bom negócio.
  • Dê e  implore por feedback. Faça avaliações dos seus fornecedores e colaboradores. Peça feedback a seus clientes visando usá-lo para agregar valor a seu negócio.
  •  Não se atrase para reuniões. Em São Paulo, é comum responsabilizar o trânsito pelo não cumprimento de horários. Se você já sabe que o trânsito é difícil, saia mais cedo. Chegar atrasado é negativo para a imagem da sua empresa.
  •  Cumpra os prazos estabelecidos. Prestadores de serviço subestimam o impacto negativo de não entregar dentro do tempo previsto. Além de deteriorar significativamente a relação com o cliente, a tendência é que ele faça um marketing boca a boca negativo.
  •  Surpreenda positivamente seu cliente. A busca por excelência é aspecto constante em negócios bem-sucedidos e que agregam valor consistentemente. Não se contente em entregar apenas o combinado.
  •  Se algo der errado, não se esconda. Em geral, os clientes valorizam aqueles que assumem seus erros e fazem tudo para corrigi-los. Por outro lado, quem faz papel de vítima e responsabiliza terceiros por seus deslizes é permanentemente penalizado.

Mais uma dica: neste post publicado no site do Instituto Ethos, dois empreendedores falam sobre valor compartilhado e explicam como fazer um painel de stakeholders. Vale a leitura!

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: