O que os empreendedores aprenderam em 2012

Endeavor Brasil
Endeavor Brasil

A Endeavor é a rede formada pelas empreendedoras e empreendedores à frente das scale-ups que mais crescem no mundo e que são grandes exemplos para o país.

Perguntamos aos Empreendedores Endeavor quais foram as principais lições que tiraram do ano que passou. Confira algumas respostas.

2012_baixo

Qual foi seu principal aprendizado no ano de 2012? As respostas são diferentes de acordo com o estágio que os empreendedores estão em sua carreira à frente de suas empresas. Quem ainda não tirou a ideia do papel também deve pontuar o que foi importante para ajudar a botar pra fazer em 2013 e entrar bem preparado no mercado.

Cinco Empreendedores Endeavor, de diferentes segmentos e em diferentes momentos, nos contaram quais foram as principais lições que aprenderam no ano de 2012. E você, o que leva desse ano para o próximo? Conte-nos comentando!

Rogério Gabriel, fundador da Prepara Cursos Profissionalizantes: “Uma das melhores coisas que aconteceram foi o lançamento da nossa segunda rede, a Ensina Mais, que nasceu em março e fechou o ano com 150 franquias. Com ela, construímos o Grupo Prepara.”

Lucas Maceno, sócio da TecVerde: “De 2012 eu levo que trabalhar no dia a dia, acordar cedo e dormir cedo rende muitos frutos. A gente é recompensado pelo trabalho duro. Eu já venho trabalhando há muito tempo e, em 2012, tivemos muitos resultados. Fomos selecionados pela Endeavor e isso com certeza foi um deles. Não existe sorte, não existe ideia que vai sair do zero sozinha, ela precisa de muito trabalho.”

Wilson Poit, fundador da Poit Energia: “Esse ano foi um ano de realização de resultados, um ano em que eu aprendi que fazer tudo do jeito certo sempre vale a pena. Teve a concretização da venda da Poit para a Agrekko no início do ano, mas ela só aconteceu porque eu sempre procurei fazer tudo certo desde o começo. Os resultados fazem tudo valer a pena.”

Pedro Chiamulera, fundador da ClearSale: “Conseguimos ser a segunda empresa do país no nosso ramo, com nosso principal produto que é o T-CS, de gestão financeira total. Nas vésperas do Natal, o Ponto Frio voltou a ser um de nossos clientes e, juntos, demos um show. Durante um tempo, eles foram para a concorrência e, agora, voltaram com o nosso produto. É um produto premium e o varejo é um grande desafio pois está sempre preocupado com custo. Foi uma grande virada pra gente e foi a grande conquista desse ano.”

Diego Torres Martins, fundador da Acesso Digital: “Após entrada na Endeavor e com a evolução da Acesso Digital atendendo grandes empresas, tivemos que nos profissionalizar em vários aspectos e isso me mostrou que se tornar 'adulto' é realmente uma tarefa difícil e complexa. Entendo, hoje, porque muitos empreendedores acabam vendendo suas empresas quando chegam em 20 a 30 milhões – nosso atual faturamento. Para superar essa fase, tive que me concentrar muito no meu sonho maior: criar uma empresa que seja a principal referência em inovação de gestão de pessoas.”

 

Por Vinícius Victorino, da equipe de Cultura Empreendedora – Endeavor Brasil.

 

3599stgtsqrabo