facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Recrutamento e seleção: 5 passos para montar a melhor equipe

LoadingFavorito
Recrutamento e seleção: 5 passos para montar a melhor equipe

Montar uma equipe motivada e alinhada é determinante para o sucesso dos seus negócios. Veja algumas dicas para aprimorar os processos de recrutamento e seleção

Das incontáveis tarefas que ocupam a mente e a agenda de um empreendedor, talvez poucas sejam mais complicadas do que a formação de uma equipe. Se você tem uma empresa estabelecida, já deve saber que não é nada fácil encontrar o profissional exato, motivado, aquele que se encaixa perfeitamente à sua proposta, e que por isso contribui para uma sinergia muito favorável aos negócios. E se você está começando um empreendimento, também deve ter enfrentado dificuldades na hora de contratar profissionais.

De toda forma, não se pode deixar esta questão de lado. É ponto pacífico que processos como recrutamento e seleção para a formação de um bom time são essenciais para que um negócio se mantenha competitivo, operando em alto nível de qualidade.

Já tratamos do assunto neste artigo; mas, diante das várias dúvidas que empreendedores têm manifestado, resolvemos aprofundar um pouco mais o tema. No texto abaixo, reunimos algumas dicas sobre recrutamento e seleção que, quando bem aplicadas, podem contribuir para processos muito menos dolorosos e mais efetivos.

Primeiro passo: defina bem a vaga

Um dos erros mais comuns de empreendedores é sair contratando sem critério.

Há muitos casos em que empresas não têm clareza sobre as vagas e, por isso, dificilmente atrairão um perfil que contribuirá de fato.

Portanto, neste momento estude bem a vaga que você vai abrir: especifique bem as funções e as qualidades que ela vai exigir. Isso faz toda a diferença.

Definiu? Hora do recrutamento (bem) detalhado

Esta é o momento de divulgar a vaga, de anunciar ao mundo que sua empresa está em busca de um profissional. Você pode pensar que o recrutamento talvez seja o momento mais tranquilo de uma seleção; afinal, gente querendo trabalhar é o que não falta.

Mas não é bem assim. O recrutamento requer um bocado da sua atenção, já que aqui você deve ser o mais detalhista possível. Você precisa ser extremamente específico na descrição da vaga, porque só assim conseguirá atrair profissionais que realmente tenham o perfil desejado. Vá fundo na descrição; registre nela todas as características que você espera do candidato, mesmo aquelas que parecem insignificantes. Considere que isto vai reduzir a quantidade de currículos enviados, mas melhora a adequação dos candidatos à vaga.

Entrevistas e testes: nada supera a impressão pessoal

Recebidos os CVs, é hora de empreender uma cuidadosa triagem. Neste momento, tenha em mente que, pelo papel, só dá para conhecer as capacidades técnicas dos candidatos. E o ideal é que para cada vaga você escolha ao menos três candidatos, a fim de selecionar melhor aquele que fará parte da sua equipe.

Eleitos os candidatos, comece a marcar as entrevistas. Nesta primeira fase, especialistas recomendam atividades em grupo. Realize testes, como tarefas em equipe que estimulem a interação, para que você avalie o espírito de coletividade do profissional. Dinâmicas de grupo são um bom exemplo; por meio destas experiências, é possível até identificar quais seriam potenciais líderes. Procure também, ao longo deste processo, ser o mais organizado possível. Elabore uma planilha com aquilo que você achar mais relevante acerca de cada candidato – sejam atributos, sejam defeitos – e mantenha-a sempre atualizada.

Achou o profissional certo? Uma última recomendação antes do aperto de mãos

Depois de realizadas as dinâmicas e feitas as anotações, é bem provável que você já tenha um escolhido em mente (se estiver em dúvida, esta técnica para selecionar entre candidatos finalistas é bastante útil). Porém, antes de dar a ele a ótima notícia, uma última atividade é altamente recomendada: a entrevista individual. É neste momento de olho no olho que você poderá confirmar as impressões que teve ao longo das etapas anteriores. Ou mesmo apagá-las, tendo que recomeçar o processo.

O mais importante de tudo isso é você saber que não basta contratar alguém que tenha um currículo invejável, mas não um bom comportamento. E mais: o ideal é que você contrate alguém que tenha a ver com a sua empresa, que corresponda ao perfil dela.

Segundo Sandro Bassilli, VP de Geste e Gestão da Ambev, nos processos extremamente concorridos que realiza, a empresa busca sempre pessoas que vão fazer a diferença e que vão crescer mais rápido do que a média da companhia, uma vez que foram submetidas a um recrutamento diferente.

Bassilli afirma que estas pessoas servem como referência, de forma que a empresa consiga alavancar padrões de toda a equipe.

Em suma: durante todo o processo, você deve ter claras as características de sua equipe. Deve conhecer que elas têm em comum, e como o novo profissional se encaixaria nesta configuração para que a sinergia seja a mais favorável possível. Conheça mais sobre esse processo de seleção aqui.

Embora eu seja uma empresa pequena que cresce rápido, tenho dificuldades para encontrar profissionais

Não se aflija: é normal que empresas maiores encontrem mais facilidades na hora de recrutar novos profissionais, por conta de um nome mais difundido e maior capacidade de remuneração. Porém, algumas experiências têm se provado extremamente eficientes para ajudar empresas como a sua a formar uma equipe, ao menos no exterior.

Como a NYC Startup Job Fair, uma feira de oportunidades que reúne empresas de rápido crescimento localizadas em Nova Iorque.

A ideia – ela própria um empreendimento exitoso – surgiu com a identificação de uma oportunidade. Após passar alguns meses em busca de empregos em startups de NY, os dois co-fundadores da feira, Alex Horn e Pat Duggan, perceberam duas coisas:

1 – que havia poucas vagas para jovens em companhias já estabelecidas;

2 – que outras companhias, menores, cresciam rapidamente e por isso precisavam de mais funcionários; mas eram constrangidas pela falta de uma marca consolidada;

A situação era curiosa: havia forte oferta tanto de candidatos, quanto de vagas. Por isso, os dois resolveram unir estas duas pontas, e desenvolveram a feira. O evento se propõe a conectar jovens recém-graduados com empreendedores -que devem pagar uma taxa de adesão e são selecionados de acordo com alguns critérios específicos.

Resultado: em apenas uma das edições, a feira viabilizou cem contratações, e seu modelo está sendo replicado em outras cidades dos EUA.

E o Brasil?

No Brasil, temos alguns bons eventos de recrutamento: talvez o Ene seja um dos mais efetivos. Trata-se de uma Conferência de Carreiras promovida pela Fundação Estudar que, durante um dia, reúne jovens de alto potencial para trocar experiências e ter acesso às melhores oportunidades do mercado.

Gostaria de me informar mais. Alguma recomendação?

Claro. Neste artigo, recorremos a especialistas para responder a diversas perguntas que costumam surgir durante o processo de recrutamento e seleção. São dúvidas como “onde o recrutamento entra no ciclo de gestão de pessoas?”, “quando realizar programas de estágio e trainee?”, “como definir o cargo e o salário adequado para cada vaga?”, solucionadas por alguns dos melhores profissionais da área.

Neste e-book você pode se aprofundar ainda mais nos processos.

E este link tem mais algumas informações que podem bastante úteis.

Boa pesquisa e uma ótima contratação!

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça login para deixar seu comentário sobre este conteúdo
ordernar por: mais votados mais recentes
  1. Nirley Ferreira Alves - says:

    2 curtidas
     
    Curtir

    Boa noite!
    Atualmente, estamos tendo, muito raramente, avaliações comportamentais por intermédio de metodologias, como o DISC. Qual a sua verdadeira efetividade? E o Big Five, é mais recomendado que o DISC para R&S? Creio que essas duas metodologias valem uma belíssima matéria se forem pesquisadas junto à Especialistas.

    Abraços,
    Nirley Alves

Parceiros
Criação e desenvolvimento: