facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Real X Virtual

LoadingFavorito

Oportunidades de reinventar completamente a cadeia de valor em várias indústrias agora são possibilidades reais.

Passados 15 anos da internet no Brasil, aprendemos que os visionários e pioneiros do período da “bolha”, provavelmente erraram no timing de suas previsões, mas muito do que foi previsto vem agora acontecendo e atingindo sua maturidade. 

Algumas dessas previsões passaram a sustentar e justificar modelos de negócio que anteriormente tinham se mostrado inviáveis. Para dar alguns exemplos podemos pegar dois vetores: o de receitas e o de custos.

Na parte das receitas, o carro chefe das oportunidades concentra-se na macro categoria e-commerce, que representa mais do que 80% do bolo de receitas online, e antigas preocupações com o uso do cartão de crédito em transações online, foram deixando de ser um inibidor desse crescimento. No entanto, destaco também os modelos de publicidade e assinatura, que nos últimos 2-3 anos deixaram de ser uma ilusão e passaram a justificar negócios que por mais de uma década pareceram sem futuro. Vejam o exemplo do UOL, que hoje deve ter mais que o triplo do faturamento da sua originária Folha de São Paulo, sendo que algumas centenas de milhões de reais, proveniente de publicidade digital. Outro exemplo que vale o destaque são os games para mobile, tablets, redes sociais. Jogos como Angry Birds, Farmville, entre outros tem conseguido faturar milhões com uma forma de pagamento relativamente nova, os “in-app-purchases”, ou compra de elementos virtuais que ajudam no avanço dentro dos jogos.

Do lado dos custos, a visão original que os custos de transação tenderiam a zero começa a ganhar vida, por exemplo com os tablets, nos quais a simples distribuição digital de livros, jornais , revistas, games, deixam de agregar custos como o de impressão, papel, distribuição, entre outros, além de trazer os benefícios colaterais de reduzir necessidade de transporte nas cidades, menos necessidade de insumos que afetam o meio ambiente, para dar alguns exemplos.

Em resumo, as oportunidades de negócios em reinventar completamente a cadeia de valor em várias indústrias, otimizando os custos em todos os passos do “business system” bem como a busca de receitas inovadoras, são claramente possibilidades reais do presente e não mais ilusões de “business plans” fictícios dos anos 90. 

Acredito que os empreendedores que conseguirem ter essa visão holística das indústria e se posicionarem como agentes catalizadores dessa transformação digital, terão maiores chances de criarem negócios de sucesso nesse novo ambiente.

 

André Bianchi Monte-Raso é especialista em estratégia, start-ups e desenvolvimento de negócio, consultor de grandes grupos de mídia, tecnologia e Telecom.

, Mobi9, Fundador e CEO
Especializado em estratégia, start-ups e desenvolvimento de negócios, tem prestado consultoria a grandes grupos de mídia, tecnologia e telecom. Foi responsável pela unidade de negócios digitais do Grupo Estado, por 2 anos onde liderou o relançamento digital do grupo incluindo estadao.com.br, limao, território eldorado, ilocal, zap, aeinvestimentos, paladar.com, diretodafonte.com e link.com. Anteriormente, esteve ligado ao Grupo Oi/Telemar por 5 anos, realizou o start-up da Oi (mobile) como consultor e posteriormente como executivo liderou a área de estratégia e novos negócios, no qual coordenou lançamento do portal Oi Internet (Mundo Oi) e estratégia de conteúdo, mídia e TV do grupo. Antes foi consultor de estratégia por mais de 15 anos, principalmente com a McKinsey, tendo trabalhado nos escritórios de Milão, São Paulo e Tóquio servindo clientes globais nas áreas de Telecom, Consumo, Varejo, Mídia, entre outros. Engenheiro elétrico pela Poli-USP e MBA pelo INSEAD, cidadão global, viveu em vários países e fala 7 idiomas, português, italiano, inglês, espanhol, francês, alemão e japonês.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: