Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Você tem um bom produto e o consumidor não sabe? Hora de fazer propaganda

LoadingFavorito

A propaganda ainda é o meio mais eficaz de se criar uma imagem de marca e estimular a aquisição de um produto ou serviço. Conheça mais aqui.

Há algum tempo, nós compartilhamos com você um artigo em que abordamos a questão dos 4 Ps – Produto, Preço, Praça e Promoção. Ou seja, os componentes indispensáveis de qualquer estratégia de marketing, também conhecidos como marketing mix. Agora, vamos falar mais especificamente sobre aquela que ainda é a forma principal, a ferramenta mais utilizada de promoção de uma marca: a propaganda.

Porque o próprio nome indica: propaganda vem de “propagar”, difundir, alastrar. O termo está bastante associado à política e à religião, que sempre utilizaram a propaganda como forma de disseminar princípios e ideias. Muitos estudiosos atribuem, inclusive, a própria origem da palavra à religião católica, que, nos primeiros séculos após Cristo, conquistou novos fieis por meio da propaganda.

Mas aqui, claro, vamos nos ater à propaganda como instrumento de marketing. Vamos entender um pouco mais do mecanismo deste componente indispensável para a comunicação corporativa, para tentar ajudar a curar alguma dor que você venha ter a respeito, e para que você consiga utilizá-la da melhor forma possível.

Afinal, propaganda e publicidade são a mesma coisa?

Em teoria, não: as palavras, na etimologia, têm significados um pouco diferentes. Enquanto “propaganda”, como vimos, tem esse sentido de persuadir e de convencer, a palavra “publicidade” é um pouco menos abrangente, por se referir a tornar algo público – um fato, uma ideia, etc.

Porém, na prática, as duas geralmente acabaram adquirindo o mesmo significado. O Conselho Executivo de Normas Padrão (CENP, um dos órgãos regulamentadores da comunicação), por exemplo, entende propaganda e publicidade como sinônimos, assim como qualquer instituição de ensino. Então, vamos assumir o mesmo entendimento: propaganda e publicidade indicam a mesma coisa:

A comunicação impessoal de uma mensagem dirigida ao público-alvo do produto paga por um patrocinador identificado, veiculada em meios de comunicação de massa ou dirigidos, como televisão e internet, que tem como objetivo criar imagem e estimular a aquisição do produto.

A definição acima está no livro “Gestão de Marketing”, elaborado pelos professores do departamento de mercadologia da FGV-EAESP, publicado pela editora Saraiva.

Mas tenho a impressão de que propaganda é sempre muito cara. É assim mesmo?

Não necessariamente. A propaganda tradicional, aquela com campanhas veiculadas nas mídias de massa como TV, rádio, jornais e revistas, sim, costuma implicar custos altíssimos. Porque estão relacionados ao alcance destes veículos, que apresentam uma abrangência muito significativa.

Porém, com a expansão da internet e o avanço de tecnologias mobile, novas formas de se fazer propaganda surgiram, muito mais econômicas e direcionadas. As redes sociais, por exemplo, representam uma ótima oportunidade de divulgação para um público que de fato pode ter interesse naquilo que você está vendendo. Claro que o alcance é menor do que o horário nobre da TV, mas ainda assim, com uma boa estratégia de gestão de redes sociais, você pode atingir resultados formidáveis sem gastar muito.

Mas este é apenas um exemplo entre as muitas formas de se fazer propaganda utilizando novas formas. O whatsapp marketing é outro destes exemplos.

Certo, mas tenho algumas dúvidas. Por exemplo: qual é o momento certo para começar a fazer propaganda da minha empresa?

Bem, assumindo que os seus esforços de propaganda vão divulgar um serviço ou produto da sua empresa – ou simplesmente sua empresa como um todo –, a primeira questão a que você deve atentar é o aumento da demanda.

Por isso, o ideal é que você utilize a propaganda se o seu negócio tiver condições de atender para custear a demanda criada pela divulgação. Nós entendemos que há ansiedade para divulgar um negócio: porém, se isso for feito antes do tempo – antes que ele esteja pronto, as coisas podem ir muito mal para sua empresa.

Como posso usar a propaganda para aumentar a visibilidade do meu negócio sem gastar muito?

Como dissemos, é possível fazer divulgação de qualidade com pouco dinheiro. Uma possibilidade é privilegiar a internet, desenvolver uma boa estratégia para as redes sociais, por exemplo. Campanhas virais podem também ser um sucesso se bem elaboradas e com bons produtos.

De toda forma, o ideal é que você encontre um bom parceiro na área. Alguém  que conheça a fundo o seu negócio, e que possa propor ações que de fato farão a diferença. Hoje em dia, há agências de propaganda de todos os tamanhos, especializadas nas mais diversas atividades.

No site da ABAP, a Associação Brasileira das Agências de Propaganda, você encontra a lista de todas as empresas associadas, no Brasil inteiro.

Ouvi alguém falar sobre posicionamento estratégico. O que é isso?

É um conceito central para a prática da propaganda. Pois consiste na definição da atividade, dos produtos ou dos serviços oferecidos e do público-alvo e da imagem desejados em uma campanha específica. É importante definir também o que não fará parte das atividades de sua empresa, o que exige mais disciplina estratégica do que pode parecer.

Em suma, o posicionamento estratégico é a técnica por meio da qual os profissionais de comunicação tentam criar uma imagem ou identidade para um produtomarca ou empresa. E a propaganda é um esforço central nesse contexto, já que é por meio dela que se cria o espaço a ser ocupado na mente do consumidor (share of mind), em um determinado mercado. 

É obrigatório que eu desenvolva uma estratégia de propaganda para a internet?

Não necessariamente. Mas é importante que você se lembre que a internet cada vez mais faz parte do dia a dia das pessoas. Não vale a pena desperdiçar a oportunidade de se comunicar de forma barata com muitas pessoas ao mesmo tempo.

Além disso, a comunicação na internet pode ser muito mais viável economicamente para uma empresa que está no início de suas operações.

Minha rede de relacionamentos não é muito boa. Como posso ampliá-la?

É importante lembrar que a rede de relacionamentos não deve estar restrita somente a potenciais clientes. Estabelecer contato com outros empreendedores, pessoas que colaboram com o empreendedorismo e investidores sempre ajudará o crescimento de seu negócio. Procure participar de treinamentos, palestras, concursos e debates promovidos pelos vários agentes incentivadores do empreendedorismo.

Afinal, o “boca a boca” não deixa de ser um dos métodos de propaganda mais eficazes que existem, até hoje. Tanto que temos aí exemplos inconstestáveis da eficácia desse tipo de divulgação orgânica, como o marketing viral, o marketing de guerrilha, de emboscada, etc.

Onde posso me informar mais?

Neste artigo, discutimos como a comunicação 360 graus pode interferir no posicionamento de marca e no relacionamento com o cliente.

E no vídeo abaixo, o consultor Karol Sapiro dá dicas para evitar desperdícios no investimento em marketing:

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: