facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Por que comprar listas de e-mails não é fazer Marketing Digital

LoadingFavorito
Por que comprar listas de e-mails não é fazer Marketing Digital

Imagine descobrir que seu e-mail está em uma lista vendida para as empresas enviarem anúncios? 

Um dos maiores desafios para qualquer empresa que está começando a trabalhar com Marketing Digital é ter uma boa base de contatos. Sem dúvidas, o e-mail é um dos canais mais eficientes para se aproximar dos clientes e potenciais clientes. Muitas empresas já perceberam o potencial que uma estratégia de Email Marketing apresenta, mas ainda cometem muitos deslizes com essa tática.

Um dos maiores erros é querer “cortar caminho”, comprando listas prontas em vez de criar a própria. A ilusão de que a quantidade é o suficiente para gerar resultados positivos com o e-mail marketing é muito comum. No entanto, essa prática pode denegrir seriamente a imagem de uma empresa.

Quer desenhar uma estratégia de Marketing Digital? Baixe esse eBook gratuitamente.

Por que não comprar uma lista de e-mail?

Para mostrar que comprar listas de emails é uma péssima ideia, trazemos 3 motivos pelos quais você nunca deve apostar nessa prática.

1. As pessoas dessa lista não conhecem sua empresa e nem demonstraram interesse

A relevância da mensagem é um dos elementos mais importantes para que um e-mail seja aberto. Principalmente na situação atual, em que as pessoas recebem um volume intenso de conteúdo diariamente. Nesse caso, como será possível enviar um conteúdo valioso se a empresa não faz ideia das pessoas que estão na sua lista, ou seja, as empresas nem sequer imaginam quem é a persona e não sabem em que estágio do funil elas se encontram?

E, pior, provavelmente esses consumidores ainda não tiverem contato com a empresa. Assim, a possibilidade da mensagem ser ignorada ou de ir parar na pasta de spam é muito grande. Quando os e-mails são categorizados como desconhecidos e invasivos, a reputação da empresa torna-se muito negativa.

Nos dias de hoje, ser um incômodo para o público pode ter uma repercussão negativa muito mais ampla. Com o acesso facilitado às informações, os consumidores também se tornaram produtores de conteúdo. Assim, a imagem negativa de uma empresa pode ser espalhada com rapidez na internet, especialmente com as redes sociais, que tornam o alcance de uma mensagem maior e mais rápido.

2. A qualidade dessas listas costuma ser muito ruim

Outra razão que transforma a compra de listas em uma estratégia fracassada é a qualidade dessa base. Além de não apresentarem nenhum filtro básico de segmentação, que é fundamental para o envio de e-mail marketing, a maior parte desses contatos não tem a menor relação com o seu negócio.

Geralmente, os e-mails que estão em uma lista comprada não existem mais ou estão incorretos. Sem falar que as pessoas que são vítimas desse golpe recebem vários e-mails de diferentes domínios com muita frequência. Por isso, a chance de a mensagem ser marcada como spam é muito maior. O que nos leva ao terceiro problema…

3. Há grandes chances de seus e-mails caírem no spam

As listas compradas apresentam alto índice de spam pelos fatores supracitados e isso prejudica a reputação do servidor de envio. Com isso, a entregabilidade das suas mensagens será cada vez mais baixa.

Os melhores serviços de Email Marketing possuem mecanismos para identificar se uma lista é própria ou comprada. O e-mail é enviado aos poucos, em lotes menores, e com resultados negativos a campanha é interrompida.

Benefícios de fazer a sua própria lista de emails

Ainda que seja mais trabalhoso construir sua própria lista, certamente é o caminho mais recomendado para sua empresa ter sucesso. Em vez de comprar uma lista pronta, foque em criar estratégias para impulsionar a geração de leads e captar o contato de quem de fato tem interesse pelo seu negócio.

Apresentamos abaixo os principais benefícios que essa prática oferece para investir na criação de sua base de contatos agora mesmo.

1. Lista qualificada

As pessoas que estão na sua lista autorizaram o envio de e-mails. Ou seja, a sua persona permitiu que sua empresa se relacionasse com ela. Isso é fundamental para uma estratégia de sucesso. Afinal de contas, as taxas de abertura, de cliques e outras métricas de e-mail marketing tendem a ser significativamente melhores se as pessoas têm contato com o seu negócio de alguma forma.

Além disso, com uma lista segmentada será possível investir na nutrição de leads. Sabemos que isso é essencial, pois a maioria das pessoas ainda não está pronta para a decisão de compra. Então o papel do e-mail marketing é ainda mais valioso já que precisa educar a persona a fim de conduzi-la até se tornar um cliente fiel.

2. Lista própria e diferenciada

Quanto antes começar a investir na construção da sua base própria, melhor. Uma lista de qualidade é um ativo de marketing e com certeza um diferencial competitivo importante.

O relacionamento que se constrói por meio do e-mail marketing é fantástico e pode gerar muitos negócios. Por isso é importante conhecer a sua persona, ter uma segmentação qualificada e entender o momento da jornada de compra em que cada lead se encontra.

Desta forma, será possível estabelecer um vínculo cada vez mais próximo com a sua audiência. Isso pode acontecer com o envio de newsletters, atualização de postagens do blog, dos fluxos de nutrição ou até mesmo da divulgação de algum evento.

O e-mail marketing é uma excelente estratégia se utilizada de maneira correta, para permanecer na mente dos consumidores. Consequentemente, quando essas pessoas precisarem dos seus produtos ou serviços, a sua empresa será lembrada.

3. Independência e economia

Criar a sua própria base de e-mails significa se libertar de terceiros e evitar gastos desnecessários. Você também acompanhará toda a estratégia e poderá zelar para que a reputação da empresa seja sempre positiva perante o mercado.

Essas vantagens deixam claro que o Email Marketing, quando bem feito, é um aliado poderoso das ações de Marketing Digital. Contudo, é importante destacar que o planejamento deve ser o primeiro passo antes de sair enviando mensagens.

Defina os objetivos, ou seja, o propósito de cada campanha e trace o caminho necessário para alcançar cada alvo. E, claro, não se esqueça de mensurar constantemente os resultados gerados. A mensuração periódica é de suma importância para replicar as táticas que deram certo e aprimorar algumas estratégias menos eficientes.

Para se aprofundar, veja também:

Curso Gratuito | Marketing Digital para (e somente para) Empreendedores

Criação de e-mails marketing: Dicas para Converter Mais!

5 dicas para sua empresa começar a fazer e-mail marketing

CTA_ArtigosRelacionados

*Este artigo é uma parceria de produção entre Endeavor e Sebrae

Correalização:

footer_0020_sebrae

, Resultados Digitais, Cofundador e Head de Marketing
André Siqueira é administrador pela Universidade Federal de Santa Catarina, foi professor de pós-graduação na disciplina de marketing em redes sociais e é co-fundador e Head de Marketing da Resultados Digitais, empresa líder de automação de Marketing na América Latina.

Deixe seu comentário

2 Comentários

Faça login para deixar seu comentário sobre este conteúdo
ordernar por: mais votados mais recentes
  1. Guilherme Silveira - says:

    0 curtidas
     
    Curtir

    Ontem eu estava conversando sobre isso com meu amigo João Martinho do SEO para afiliados . De nada adianta você ter uma lista grande sem engajamento. Para comprar de você as pessoas precisam te conhecer e confiar no seu trabalho.

    Excelente post André Siqueira!

  2. Cida rodrigues - says:

    0 curtidas
     
    Curtir

    muito bom obrigado pela dica, realmente não é um bom negócio

Parceiros
Criação e desenvolvimento: