facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Para se inspirar: os 10 vídeos que mais impactaram em 2016

LoadingFavorito
videos para empreendedores

Quanto mais desafiador é o ano, mais inspiração os empreendedores buscam para seguir em frente. Se você perdeu algum deles, assista aos vídeos mais vistos no YouTube da Endeavor em 2016

Se tem algo em comum nesta lista dos dez vídeos mais vistos do ano, este elemento é a coragem. E, para um ano como 2016, não existe combustível melhor para os empreendedores. A capacidade de correr riscos planejados e guiados pela sua visão de futuro é o que te faz ter energia para seguir em frente, mesmo quando o cenário lá fora aponta para o sentido contrário.

Que em 2017 não te falte essa coragem presente em cada um dos vídeos abaixo. E quando ela estiver acabando, quase no nível reserva, não se esqueça de acessar o YouTube da Endeavor para se energizar novamente.

1) “Eu ganhei muita coisa perdendo”: o Day1 de Nizan Guanaes
Visto por 57.173 pessoas

“Empreender é o que você faz do momento em que acorda até a hora em que vai dormir. É a gestão do seu sonho. O empreendedorismo é o problema que você tira da cama. Quando levaram o meu dinheiro, o sonho ficou. E um sonho não se faz sozinho.” Está sentindo que 2016 foi pesado? Quanto você perdeu neste ano? O Day1 de Nizan Guanaes pode ajudá-lo a recuperar o ânimo: “A solução não vai vir até mim. Eu tenho que levantar.”

2) Os Conselhos que Não Segui: o Day1 de Salim Mattar
Visto por 46.333 pessoas
Com 23 anos, o empreendedor começou seu negócio com 6 fuscas financiados, logo após largar seu emprego de office boy. Mas, como bom menino, antes de tudo Salim foi se aconselhar com pessoas mais velhas. O primeiro choque foi saber que todo mundo era contra sua ideia. Esse foi o primeiro conselho que Salim não seguiu.

3) Como “não aceitar um não como resposta” a levou ao Bill Gates: o Day1 de Cristina Boner
Visto por 29.937 pessoas
O tema que guiou todas as histórias do Day1 2016 foi a loucura. E de loucuras Cristina Boner entende. Para chamar a atenção de Bill Gates, ela contratou até um avião para sobrevoar Brasília com uma placa. Mas, o que parecia improvável, aconteceu: ele viu. O resto dessa história você descobre no Day1 da fundadora da GlobalWeb.

4) O ex-vendedor de picolés que criou uma empresa com mais de 2 mil funcionários
Visto por 29.745 pessoas
Desde garoto Daniel de Jesus tem o talento para vender. “Desde criança eu pensava: ‘Vou ser alguém na vida. Como, eu não sei. Se vou ter que trabalhar 10, 12, 14 horas por dia ou mais, vou trabalhar. Vou ter sucesso’”.

Ele saía pela estação de trem com o isopor cheio de picolés, e assim complementava a renda da família. Formado em química aos 34 anos, ele diz que fez seu MBA no ponto de venda. É na rua onde mais aprende e mais gosta de estar. Conheça o Day1 de Daniel de Jesus, fundador da Niely.

5) 17 anos, 100 dólares no bolso e um sonho grande: o Day1 de Carlos Wizard
Visto por 29.540 pessoas
Com 17 anos, Carlos Wizard foi aos EUA pela primeira vez com US$ 100 no bolso e acabou lavando pratos para se sustentar. Da segunda vez, já casado e pai de 2 filhos, voltou para fazer faculdade.

Formado em computação e, ao voltar para o Brasil, começou a trabalhar como analista de sistemas até que um amigo perguntou se ele podia dar aulas de inglês. Em um dado momento, a recompensa pelas aulas já ultrapassava seu salário. Foi nesse momento que Wizard começou a se perguntar: “Será que eu deveria abrir uma escola?”

6) Empreendedor de gente: o Day1 de Gustavo Ziller
Visto por 21.896 pessoas
Em 2012, Gustavo Ziller sofreu um apagão em seu carro, no meio de uma avenida de São Paulo. Acordou dois dias depois, decidido a se reinventar. Só que em vez de pensar no que havia feito de errado até então, revisitando seus “Gustavos” de muitos anos atrás, separou aqueles momentos em que mais se sentiu feliz consigo mesmo.

7) Uma história que tinha tudo pra dar ruim: o Day1 de Renato Saraiva
Visto por 21.896 pessoas
Renato Saraiva nunca deixou os bolsos vazios o impedirem de nada. Nascido em uma cidade pobre do Rio de Janeiro, mudou-se para Recife quando passou em concurso para procurador do trabalho. E foi lá que fundou o Complexo Educacional Renato Saraiva, motivado a ajudar mais de 300 mil pessoas a passarem para cargos públicos. “Empreender é correr riscos, mas isso é muito bom. Você sabe quanto vale uma ideia? Não vale nada. Mas uma ideia executada, essa sim vale muito.”

8) Como a Disney, o Google e a Southwest Airlines revolucionaram o atendimento ao cliente
Visto por 20.277 pessoas
Na lista dos mais vistos do ano, não poderia faltar a websérie com a participação de Alicia Matheson, ex-diretora do Disney Institute. Neste primeiro episódio, Alicia explica o conceito de “serviço evolucionário” que molda o comportamento de todos os colaboradores da Disney, fazendo com que eles dediquem seus esforços para criar a melhor experiência possível aos seus cliente. Uma referência e tanto para compartilhar com o time de atendimento a cliente da sua empresa.

9) Mudando o Jogo: Sabedoria em vez de Inteligência, por Ricardo Semler
Visto por 17.397 pessoas
O mundo está mudando, e o jeito de tratar os funcionários deve ser o primeiro ponto de atenção do empreendedor. A chave, segundo Ricardo Semler, da Semco, é o fim do sigilo e da desconfiança entre os profissionais e a liberdade dada a eles.

10) “Um belo dia, eu tinha R$ 40 milhões de dívida e uma empresa quebrada nas mãos”
O que você faria se pudesse comprar uma das maiores empresas do varejo brasileiro por apenas R$ 1.000? Mas e se uma dívida de R$ 900 milhões viesse junto? Fábio Carvalho achou que valia a pena assumir o risco. Descubra como ele conseguiu virar o jogo nesse bate-papo.

“O que mais me motiva é estar construindo um time de pessoas que têm a mesma filosofia e o mesmo ritmo de reconstruir empresas. Não adianta reclamar que o negócio está ruim e difícil, porque a gente só existe nos negócios que estão ruins e difíceis. É um time sendo criado para resolver problemas complexos e entrar onde muita gente não quer entrar”, contou ele.

Veja também:

|EAD| Perfil Empreendedor: como identificar oportunidades com a sua cara

|eBook| Financie seu sonho: guia de acesso a capital

|Ferramenta| Propósito Pessoal para Empreender

, Endeavor Brasil, Time de Conteúdo

Deixe seu comentário

Criação e desenvolvimento: