vibra energia vibra energia

Inovação Aberta na prática: Squid e Vibra Energia

Endeavor Brasil
Endeavor Brasil

A Endeavor é a rede formada pelas empreendedoras e empreendedores à frente das scale-ups que mais crescem no mundo e que são grandes exemplos para o país.

Em um cenário de complexidade e incerteza, as scale-ups podem ter a resposta que você precisa. São negócios marcados pela velocidade e adaptação, que inovam de forma ágil, barata e disruptiva acelerando o crescimento da sua indústria, de seus parceiros e do país.

A Vibra Energia sabe disso.

Em 2020, a empresa se tornou parceira de Inovação Aberta da Endeavor e teve a oportunidade de se conectar com scale-ups voltadas para diferentes desafios das suas áreas de back-office. Dessa parceria, seis conexões foram realizadas para que os processos internos da Vibra Energia se tornassem mais eficientes.

O mais legal de se conectar com scale-ups é que elas estão preparadas para transitar dentro de uma grande empresa”, Renato Vieira, Head de Inovação e Arquitetura de TI na Vibra Energia 

Entre essas conexões, está a Squid,  scale-up que oferece uma solução tecnológica para o desenvolvimento de  community marketing, conectando marcas a influenciadoras e influenciadores digitais, e gerando métricas que amplificam a relevância e resultados das ações.

Seja uma empresa parceira

Conversamos com a Vibra Energia, ex BR Distribuidora, que lançará seu HUB de Inovação em setembro de 2021. Confira! 

Qual o desafio que vocês endereçaram com a Squid? 

“Um dos nossos públicos aqui na Vibra Energia são recomendadoras e recomendadores, que são pessoas que a gente entende que precisa ter um relacionamento mais próximo e mais estreito.

Nós já estávamos fazendo a ativação, mas percebemos que precisaríamos do apoio de uma solução para automatizar o processo e torná-lo mais eficiente. 

Então, a solução da Squid de construção e gestão de comunidades casou perfeitamente com a nossa demanda.” 

E como foi o processo de conexão com a scale-up?

“A Squid foi a scale-up que chamou mais atenção dos nossos públicos internos. Já que community marketing é novo, é disruptivo pelo próprio conceito. 

Quando nos conectamos, nós reviramos o que poderia ser feito dentro da proposta e chegamos em um formato que ficou bem adequado a nossa área de marketing. Além da plataforma de comunidades, também fechamos um trabalho de influenciadores.

Foi – e está sendo – uma experiência e tanto. Cheia de aprendizados.”

Falando em aprendizado, o que vocês aprenderam fazendo negócios com a Squid? 

“Aprendemos, principalmente, a casar necessidades específicas das nossas áreas e a co-criar, junto com elas, para chegar em soluções e novas formas de atuar. Além de cavar caminhos internos para tornar os projetos possíveis juridicamente. Aqui na Vibra, temos áreas diversas, precisamos de muitos processos. Aprendemos juntos como seguir esse projeto.”

Quais boas práticas vocês acham essenciais na hora de se conectar com scale-ups?

“O que facilitou o projeto foi o contato com os empreendedores, que são os fundadores da scale-up. Eles estavam presentes, construindo e aprendendo com a gente, e trabalhar em parceria com eles desde o começo foi fundamental para o sucesso do projeto.

No começo, tínhamos um pouco de dúvidas se as scale-ups conseguiriam gerar negócios com uma empresa do tamanho da Vibra, mas logo percebemos que, justamente por elas virem com esse ‘selo de garantia’ nos seus serviços e produtos, elas conseguem navegar muito bem pela empresa e gerar uma maior confiança por parte das outras áreas também.

Com certeza, a aderência e expertise das scale-ups, junto com a parceria na construção da proposta foi fundamental para esse projeto ser um sucesso.” 

Agora que vocês já tem experiência com Inovação Aberta, quais os próximos passos?

“A Vibra Energia seguirá com essa visão de futuro, de conectar oportunidades para continuar gerando novos negócios a partir do propósito de ter seus times sempre a postos para mover o Brasil com a sua melhor energia.

Em breve, teremos mais novidades. Aguardem!”

A inovação aberta com scale-ups pode ajudar organizações parceiras de todos os tamanhos a encontrarem novas maneiras de resolver problemas urgentes, criando um ecossistema mais aberto, colaborativo e co-criativo em relações inéditas de ganha-ganha.

5-Destaque-Lateral-Inovacao-Aberta-1

Ganha-ganha

Aprendizados da Squid

As conexões com grandes empresas oferece benefícios para todos os lados. Os da Squid foram:

Converse com as áreas da empresa para entender, com profundidade, suas dores e demandas para garantir que a solução vai gerar valor genuíno.

Trabalhe em parceria: comece pequeno, faça uma POC, prove valor para, depois disso, fechar um contrato e trabalhar em longo prazo.