Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Oferta e demanda: 5 dicas para evitar erros

LoadingFavorito

Entender a relação entre oferta e demanda é importante para seu negócio e te ajuda a evitar um monte de erros. Saiba como.

“Quem nos dera fazer a previsão de demanda de nossas empresas com exatidão! Com toda certeza, levaríamos nossa operação ao máximo de sua eficiência e conseguiríamos ser muito mais competitivos”. A frase é do CEO da Tecverde (você vai conhecer o case da empresa dele mais adiante) mas, com certeza, prever oferta e demanda e elevar a eficiência é o desejo – e também um grande desafio – da maioria dos empreendedores. Bom, saibam que o primeiro passo para alcançar essa tão almejada eficiência é entender realmente como acontece a relação oferta e demanda em um negócio.

Oferta e demanda são dois conceitos fundamentais para todo empreendedor, inclusive para aquele que pretende começar um novo negócio. Esta relação está diretamente ligada a diversas operações, como a gestão da cadeia de produção e operação logística, precificação de produtos, organização de estoque e planejamento de compra com fornecedores.

Afinal, o que são oferta e demanda?

Oferta é a quantidade de um produto ou serviço disponível para compra. Demanda é a quantidade de produtos ou serviços que os consumidores estão dispostos a comprar. A lei básica para entender os dois conceitos é que quando a demanda é maior do que a oferta, os preços tendem a subir, e vice-versa.

Lembra-se quando, há uns dois anos, o preço dos tomates subitamente dispararou? Então, ao que parece, o excesso de chuva na época da colheita prejudicou os resultados, e então a produção final foi menor do que o esperado.

Qual a relação disso com oferta e demanda? Acontece que o movimento nas pizzarias e nas cantinas italianas,  por exemplo, continuou o mesmo, ou seja, a demanda por tomate continuou a mesma. Mas havia menos tomates disponíveis no mercado para fazer molho – ou seja, a oferta estava menor. Como todos queriam os mesmos tomates, os preços desses tomates cresceram.

Pensando em uma situação inversa: a colheita foi um sucesso, e o volume de tomates colhidos superou todas as expectativas. Mas, o movimento nas pizzarias e nas cantinas italianas continuou o mesmo, ou seja, a demanda por tomate não mudou. Então, a tendência seria que o preço desses tomates caísse.

Quando a demanda é maior do que a oferta, os preços dos produtos tendem a subir, já que os consumidores se dispõem a pagar mais para obter um determinado item. Por outro lado, quando a oferta é maior do que a demanda, os preços tendem a cair.

Oferta e demanda: dicas para sua empresa não errar 

As variáveis que impactam oferta e demanda são muitas, de crise no país a concorrência lançando novos produtos, por exemplo. Então, para não errar feio, fique atento às seguintes dicas:

  1. Antes de qualquer coisa, tenha informações precisas sobre o seu negócio. Faça controle de estoque, saiba quanto você vendeu de cada produto, por quanto, em quanto tempo e quando. Quanto mais informações você tiver sobre a sua empresa e o mercado que ela está inserida, melhor conseguirá entender como a sua demanda funciona, ajustar sua oferta e alcançar um equilíbrio.
  2. Analise seus processos internos de produção. Para ser mais eficiente, você precisa dominar passo a passo, saber quanto tempo e quanto em recursos é gasto em cada etapa.
  3. Seja ágil para tomar decisões: você precisa estar preparado para o caso de tudo mudar de um dia para o outro e a sua projeção ir para o ralo. Tenha um plano B, ou processos que permitam agilidade para aumentar, ou diminuir o ritmo de produção.
  4. Faça investimentos considerando que a demanda pode mudar de uma hora para a outra – e se você investir mais do que podia contando um um número de vendas que não aconteceu, pode ter sérios problemas no bolso.
  5. Como já vimos, a demanda pode mudar. Então, em vez de focar exclusivamente em métodos perfeitos para previsão (a previsão é fundamental, ok? Não estamos dizendo que não), considere que também é importante estabelecer práticas constantes de revisão desta previsão e controle de suas imprecisões para tornar o seu desempenho em relação à oferta e demanda o melhor possível.

Lições de empreendedor para empreendedor

Caio Bonatto, fundador da Tecverde, compartilha neste artigo um pouco de seus erros e aprendizados em relação a oferta e demanda. E ele errou muito! Comprometeu bastante o desempenho do seu negócio, mas também aprendeu lições valiosas para sua empresa.

A Tecverde estava crescendo e tudo ia bem. Acompanhando o desempenho positivo, a projeção feita para a demanda era crescente e acentuada. Ou seja: muitas vendas vindo por ai. Mas nem tudo é só alegria. Com o aumento das vendas, a Tecverde passou por seu primeiro grande desafio e erro: a empresa subestimou a complexidade, em termos de produção, que o aumento de demanda traria, e não estava devidamente preparada para atender à demanda crescente.

“Com pouco tempo disponível, focávamos em entregar no limite do aceitável, sem nos preocupar com a qualidade destas entregas”, conta o empreendedor. Na prática, o que aconteceu foi uma considerável perda na entrega e na qualidade de relacionamento com os clientes.

Primeira lição: não basta fazer projeções, é preciso se preparar para acompanhar o aumento de demanda.

Mas a vida continua, e ainda com projeções otimistas de crescimento acentuado de demanda, a empresa decidiu agir para não repetir o mesmo erro e investiu na ampliação da equipe. Dessa vez, o problema aconteceu na contratação da equipe: tudo foi feito muito em cima da hora, e não deu tempo de preparar e treinar o novo time. Por fim, a gestão apressada dessas novas pessoas acabou dando mais trabalho do que produzir e entregar o que precisavam…

Segunda lição : fazer as coisas sem planejamento não dá certo.

Mas, ainda com projeções de demanda crescentes, a empresa correu para preparar sua equipe para a chuva de pedidos que estava por vir. Dessa vez, tudo foi feito com calma e de forma planejada. A equipe e a empresa estavam prontas para atender seus clientes.

Contudo, contrariando as expectativas, dessa vez a demanda prevista acabou não correspondendo à realidade. “Ficamos tão vidrados em não pecar na entrega que não demos a devida atenção às projeções”, apontou o CEO.

Por fim, a Tecverde aprendeu na marra que não bastava focar na previsão de oferta e demanda, era preciso que a empresa tivesse uma visão realista de suas possibilidades de entrega e de todas as ações envolvidas nesse processo, sem desconsiderar que essa previsão, por mais precisa que fosse, poderia não corresponder à realidade.

Como empreendedor, você deve estar preparada para lidar com adversidades.

Em resumo, pense seus investimentos considerando que as previsões de oferta e demanda podem estar erradas. Parte dessa gestão está na resiliência – por isso tantos planos B em logística – outra, na intuição. Mas acima de tudo, leve em conta as dicas acima e leve suas análises muito a sério. Ter os números na ponta do lápis é chave para ter sua operação tinindo e sua empresa alinhada ao mercado.

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça login para deixar seu comentário sobre este conteúdo
  1. oscar h - says:

    0 curtidas
     
    Curtir

    Um bom site com conteúdo realmente útil. Parabéns !

Parceiros
Criação e desenvolvimento: