Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

O Vale do Silício está cada vez mais brasileiro

LoadingFavorito

No TechCrunch Disrupt, startups inovadoras de diversas partes do mundo se reuniram no coração do Vale do Silício, com destaque para o número de representantes brasileiros.

Todo ano, startups de diversos setores e países diferentes participam do TechCrunch Disrupt, em São Francisco, nos Estados Unidos. Realizada no coração do Vale do Silício, a conferência de tecnologia traz as mais inovadoras ideias e soluções do planeta, apresentadas e compartilhadas com muito networking e intercâmbio, em um ambiente onde gadgets para celular e soluções em robótica estão separados por apenas alguns metros.

Nesta edição, além da presença de Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, e de representantes de empresas do porte de Google e LinkedIn, o que surpreendeu foi o número de brasileiros presentes: o pavilhão do Brasil era o maior do evento, com quase 40 startups.

“O TechCrunch Disrupt tem uma importância fundamental no ecossistema empreendedor do mundo todo por várias razões: lá são lançadas algumas das mais promissoras startups do planeta; é um palco incrível para a inovação, para o empreendedorismo e para as startups, dando visibilidade, relevância e significado para o universo empreendedor”, observa Bob Wollheim, sócio-fundador da Sixpix, que colabora como colunista do Portal Endeavor.

Segundo ele, neste evento acontecem as mais importantes discussões do cenário empreendedor mundial. “É lá que o mundo mira para pensar startups, é lá que nós empreendedores ficamos absolutamente pilhados para fazer mais, para mudar o mundo, para persistir contra tudo e todos!”, acrescenta o empreendedor, que marcou presença no evento pela primeira vez.

“A experiência foi poderosa em todos os sentidos, desde ver o Zuckerberg, passando pelas brilhantes provocações do Mike Arrington [fundador do TechCrunch], até o network que se faz nos corredores e os contatos e oportunidades gerados na feira”, completa.

Mark Zuckerberg (direita), fundador do Facebook, conversa com Mike Arrington, idealizador do TC Disrupt.

O destaque nacional culminou em diversos eventos paralelos, promovendo a integração entre diferentes culturas empreendedoras, principalmente a brasileira e a americana. “Foram vários, desde pitch sessions até churrascos e festas. A interação que isso promove ao ecossistema é brilhante!”, exalta Anderson Thees, da RedPoint Ventures.

“Sem dúvida, vale ficar antenado e, se possível, participar. Desconfio que, se o espaço dedicado ao Brasil for mantido, teremos sempre um foco brasileiro de atividade empreendedora ao redor do TechCrunch Disrupt. Talvez seja o começo de uma saudável tradição”, conta.

No Battlefield, competição entre as melhores startups, somente uma nacional conseguiu ir para as finais: Queremos!, uma plataforma de crowdfund que permite aos fãs de uma determinada banda juntarem investimentos para trazê-la à sua cidade.

Entre mil candidatas, 30 são selecionadas para apresentar suas ideias em São Francisco. “Ser escolhido já é uma demonstração de que nosso negócio é inovador e diferente. É interessante poder mostrar isso no centro do mundo do empreendedorismo. É muito legal, dá visibilidade e mais respeito. As pessoas olham de outra forma”, comenta Bruno Natal, um dos fundadores.

A estreia do Queremos! na terra do Tio Sam foi durante a TechCrunch Disrupt, quando levaram a banda BADBADNOTGOOD para São Francisco. “Sempre existe essa dúvida: será que isso funciona nos Estados Unidos? Ir para o Vale do Silício e ver que o público é parecido e que as coisas dão certo é muito legal. Acaba sendo super produtivo porque te dá muitos contatos. Sem falar que a gente fez esse show lá, o que também comprova que o modelo funciona”, encerra otimista.

A troca de experiências entre empreendedores brasileiros e do Vale Silício está ficando cada vez mais constante. Ainda neste mês de setembro, o BrNewTech, em São Paulo, reúne empreendedores que foram recentemente aos Estados Unidos, o que fortalece  ainda mais o laço entre representantes de ambos os países.

Por Vinícius Victorino, da equipe de Cultura Empreendedora – Endeavor Brasil.

 

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: