Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

O marketing digital para resultados

LoadingFavorito

Um dos grandes benefícios do marketing digital é a sua capacidade de mensuração. Veja como fazê-la da forma mais eficiente.

Com o marketing digital, é possível acompanhar e avaliar o resultado de praticamente tudo.No entanto, essa infinidade de métricas faz com que seja fácil nos perdermos em minúcias, ou então buscar otimizar coisas que ainda não são grandes problemas ou oportunidades do ponto de vista do negócio.

Costumo dizer que análise web é como uma “cebola” que precisa ser descascada em diferentes níveis, do mais macro/estratégico para o mais detalhado/operacional.

Neste artigo, vou ilustrar os principais pontos a serem avaliados em cada um desses níveis:

1o Nível: Funil de Marketing/Vendas (métricas do negócio)

Aqui é importante avaliar como o marketing está contribuindo de forma direta para os resultados do negócio.

A forma mais comum de se fazer isso é medindo o número de pessoas que passam pelas diferentes etapas do funil de vendas dentro de um período. Um funil bastante comum, especialmente em negócios B2B, é o:
Visitantes -> Leads -> Oportunidades -> Clientes

Ao medir os números absolutos e as taxas de conversão de cada passo, é possível identificar onde o funil está “vazando”, e consequentemente, onde deve ser a prioridade na busca por melhorias.

2o Nível: Conversões por fonte de tráfego

Aqui começamos a olhar a eficiência dos diferentes canais do marketing digital.

Primeiro, é importante compreender quais são as fontes que mais trazem tráfego para o site. O gráfico abaixo ilustra essa informação.

Porém, às vezes uma determinada fonte é boa para atrair tráfego, mas não para gerar conversões em Leads e Clientes. Por isso vale fazer a mesma análise nas outras partes do funil. Para o mesmo exemplo, veja a diferença da geração de Leads por cada fonte de tráfego.

3o Nível: Análise dos canais

Aqui é a hora de se aprofundar na análise de um canal específico que se deseje melhorar. Cada canal tem suas próprias peculiaridades e métricas (aprenda sobre o assunto neste ebook gratuito).

Para ilustrar um exemplo, veja como é possível analisar o desempenho do Google Adwords tanto por grupos de palavras compradas quanto por buscas efetivamente realizadas pelos usuários.

Métricas indiretas

Há ainda diversas outras métricas que, dependendo do tipo de negócio, são mais ou menos importantes, como por exemplo: custo por lead, pageviews, fãs/seguidores, e-mails, ticket médio de compra etc.

O mais importante é começar a acompanhar as métricas que têm relação direta com o negócio, de preferência com um dashboard visível a todos na organização. Depois, aos poucos ir se aprofundando e identificando oportunidades de melhorias com alto impacto.

Eric Santos (@ericnsantos) é co-fundador e CEO da Resultados Digitais, empresa criadora do RD Station, plataforma de Marketing Digital para médias e pequenas empresas. 

Leia mais:
Promovendo e otimizando o conteúdo
Convertendo visitantes em oportunidades de negócios
Marketing Digital: os Blogs ainda são uma boa arma

, Resultados Digitais, CEO
Eric Santos é co-fundador e CEO da Resultados Digitais, empresa criadora do RD Station, plataforma de Marketing Digital para médias e pequenas empresas. É Engenheiro de Controle e Automação formado pela Universidade Federal de Santa Catarina. Nos últimos dez anos, dirigiu Startups e criou produtos nas áreas de Internet, mobile e marketing em empresas no Brasil, Estados Unidos e Índia. Eric escreve e faz palestras sobre Marketing Digital em diferentes veículos e eventos em todo o Brasil.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: