facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

O Empreendedor Precisa Ser um Superhomem

LoadingFavorito

Para fazer a diferença, é preciso encontrar dentro de si a energia e a vontade de superar suas próprias limitações.

Eu sou o Superandré! Sem capa, sem identidade secreta, sem poderes especiais, sem atos de heroísmo. Eu sou o Superandré porque superei a mim mesmo em algum momento e continuo em um esforço constante de fazê-lo cada vez mais.

O filosofo alemão Nietzsche disse que para se tornar um superhomem, um homem precisa vencer seus inimigos e eles estão principalmente em seu interior: o medo, a indolência, a ignorância, a arrogância.

Estes também são os inimigos que o empreendedor deve enfrentar ao longo de sua trajetória.

Medo: de não agradar, de não ser capaz, de arriscar-se, de ousar, medo de fracassar. O medo imobiliza e impede que as pessoas atinjam o próprio potencial. Encontrar a coragem dentro de si é o desafio de todo empreendedor em inúmeros momentos.

Indolência: É preciso vencer a inércia, a preguiça, sair da zona de conforto, ir de encontro aos próprios sonhos. À visão, o empreendor precisa acrescentar a ação, pois só assim cumpre o que o  caracteriza como empreendedor: a capacidade de mudar o mundo.

Ignorância: a única verdadeira limitação de um empreendedor é sua própria capacidade, sua competência. Para se superar, o empreendedor com um sonho grande deve utilizar todas as oportunidades de aprendizado: palestras, leituras, exposição a experiências culturalmente enriquecedoras, viagens, pós graduação, conversas com mentores, grupos de estudo, o que puder.

Arrogância: É uma ameaça constante, principalmente para aqueles que já atingiram um certo grau de sucesso. Os grandes caem porque se tornam arrogantes, perdem a humildade e passam a se considerar infalíveis achando que tem o toque de Midas, transformando o que tocam em ouro. A atitude arrogante pode fazer o empreendedor deixar de lado valores humanos maiores.

O Brasil e o mundo precisam de Superrodrigos, Superfernandas, Superfelipes, superhomens e supermulheres, pessoas como as outras que encontram dentro de si a energia e a vontade de superar suas próprias limitações e fazer diferença.

André Rezende é fundador e presidente da Prática Fornos, Empreendedor Endeavor desde 2008, e também escreveu sobre os caminhos e desafios para o crescimento.

 

, Prática, Empreendedor Endeavor
Quando trabalhava na loja de conveniência da família, André Rezende percebeu uma grande inconveniência: a conta da luz era tão alta que custava mais do que a folha salarial da empresa. Ele se lembrou disso quando resolveu reabrir a Prática, sua antiga fábrica de móveis industriais. André passou a desenvolver equipamentos para a indústria da alimentação mais baratos do que os importados que dominavam o mercado, e mais eficientes no consumo de energia. Hoje, a Prática tem na sociedade o irmão de André, Luiz Eduardo, que trouxe conhecimentos da área de negócios para a empresa. E é uma indústria que cria, fabrica, vende e exporta fornos, refrigeradores, câmaras frigoríficas e equipamentos para a indústria da alimentação que economizam de 10 a 50% da energia consumida com outros equipamentos. Um negócio que desde 2005, cresce 45% ao ano. O setor de alimentação agradece. E o meio ambiente também.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: