Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

O Brasil Precisa de Mais Anjos

LoadingFavorito

Empreendedor, o potencial investidor anjo pode estar muito próximo. Mas ele precisa saber que você existe.

Os EUA tem a infraestrutura de financiamento para novos empreendimentos mais vibrante do mundo. Muitos fatores explicam esse sucesso: a) amplo fomento do governo por meio de gastos com defesa e fundos de pesquisa para universidades; b) cultura empreendedora em que falhar em um empreendimento anterior é quase uma condição necessária para o sucesso futuro; c) um grande mercado interno que maximiza o payoff de qualquer idéia bem sucedida; e d) um sistema funcional que identifica, nutre e financia empreendedores de alto potencial.

O Brasil é grande o suficiente, nossas universidades recebem fundos de pesquisa e nosso povo é um tomador de risco natural. Ainda assim, nós continuamos sem ter um sistema que funcione para financiar nossos empreendedores. Há uma década, nós não tínhamos indústrias de private equity ou de IPO. Agora temos. O Brasil figurou como destino nº 1 para novos investimentos de private equity em 2010, à frente de Estados Unidos, Índia e China. Nossos mercados de capital já deram as boas-vindas para novos empreendimentos como Submarino, Totvs, UOL, Arezzo, Hypermarcas, para citar alguns. Então o que está faltando? Investidores anjo.

O investimento anjo é a primeira rodada de investimento para dar o pontapé inicial em um novo negócio, injetando os primeiros R$30-250 mil. Eles compram um pedaço minoritário da empresa, oferecem orientação inicial, forçam a empresa a organizar as informações financeiras e fornecem credibilidade inicial para atrair futuros clientes, funcionários de alto potencial, e eventualmente novos investidores. Nos EUA, os anjos são veteranos da indústria aposentados, com tempo nas mãos, ou empreendedores seriais, que são bons em identificar novas oportunidades e ganhar bons retornos diversificando suas apostas em 20-30 empresas.

O Brasil tem muitos desses potenciais anjos, mas quase nenhum investimento anjo de fato. Em parte por que os empreendedores não os procuram. Parte por que, aqui, qualquer investidor pode ser considerado responsável  por contingências trabalhistas se o negócio não for para a frente. E em parte, é por que essa moda ainda não pegou. Investimento anjo pode ser incrivelmente recompensador e lucrativo, e as pessoas simplesmente ainda não descobriram isso!

Então, se você é um novo empreendedor, procurar o investidor anjo certo é crucial para dar o primeiro passo. Executivos sênior que te conhecem e respeitam são um começo óbvio.  Pessoas que trabalham ou trabalharam na indústria em que você está empreendendo também valem. Finalmente, empreendedores de sucesso em geral (de preferência com o retorno do que investiram nos seus negócios já nas mãos, ou pelo menos uma parte) são um ótimo alvo.

Como vender seu peixe a eles? Bom, esse é o assunto do meu próximo artigo. 

 

Martin Escobari é diretor-executivo em São Paulo da General Atlantic LLC, uma empresa líder em global growth equity, onde chefia o  programa de investimentos da América Latina.

, General Atlantic LLC, Diretor
Martín Escobari é diretor-executivo em São Paulo da General Atlantic LLC, uma empresa líder em global growth equity, onde lidera o  programa de investimentos da América Latina. Até 2011, foi sócio da Advent International em São Paulo, na qual liderou os investimentos na Cetip S.A., Frango Assado e a aquisição da GRV Solutions pela Cetip.  Antes de unir-se à Advent, Martín foi co-fundador e CFO do Submarino.com, empresa líder de varejo on-line, onde liderou o IPO e venda para Lojas Americanas (transação de US$ 1,6 bilhões).  Atuou, também, como profissional de investimentos no fundo de private equity GP Investimentos. Ele iniciou sua carreira como Associado no Boston Consulting Group em Nova York.  É graduado em Economia, magna cum laude, em Harvard College, possui MBA pela Harvard Business School com high distinction, onde também graduou-se como Baker Scholar.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: