facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Novas Oportunidades em Sustentabilidade

LoadingFavorito

As empresas que aproveitam as oportunidades da nova economia estão destinadas a serem líderes.

Como vimos no primeiro artigo dessa série “Indo Além da Sustentabilidade”1, Cradle to Cradle (berço ao berço) vem guiando inúmeras empresas para criarem negócios inovadores por todo mundo, para que a natureza e o comércio possam co-existir de forma abundante e próspera. Agora gostaria de falar um pouco sobre o contexto de oportunidades que estamos observando para as empresas e o Brasil.

Empresas são o motor de transformação do mundo

Imagine o poder da inovação como ferramenta para criar novos negócios e produtos que solucionem os mais graves problemas do nosso modelo industrial atual: a escassez de recursos, a produção de lixo e a contaminação tóxica. Um estudo elaborado pela McKinsey2 recém apresentado em Davos pela Fundação Ellen McArthur, enfatiza que há 380 bilhões de dólares em oportunidades na nova Economia Circular do “berço ao berço”. Nesta visão, desenhar produtos eco-inteligente para serem benéficos para os seres humanos e a natureza, não é apenas uma questão ética: é uma questão de competitividade e performance com base em um novo padrão de qualidade. Segundo os princípios Cradle to Cradle, produtos desempenham um papel chave e a premissa central é que, assim como numa floresta, “resíduos = nutrientes” e o conceito de lixo é  eliminado por completo.

Um “Oceano Azul” de Oportunidades

Construindo uma plataforma para inovação de modelos de negócio, Cradle to Cradle propõe o re-desenho de produtos concebidos desde o início para serem recuperados ao final de seu uso, como “nutriente técnico” pela indústria ou como “nutriente biológico” pela natureza.

O livro “Cradle to Cradle: Remaking the Way We Make Things” (2002) foi considerado pela revista TIME: “uma filosofia unificadora que – de maneira prática e demonstrável – está mudando o desenho do mundo”. Sem romantizar a natureza ou criminalizar as indústrias, o químico Dr. Michael Braungart e o arquiteto William McDonough, eleitos “Heróis do Meio Ambiente” em 2007 pela mesma revista, trazem uma nova perspectiva capaz de transformar a presença humana no planeta em algo positivo e não algo para ser lamentado.

 

Fonte: Imagem criada por EPEA GmbH, Alemanha.

A Nova Política de Resíduos Sólidos

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, estima-se que o Brasil deixa de ganhar R$ 8 bilhões anuais devido à destinação inadequada dos resíduos sólidos (IPEA, 2010). O momento de falar sobre o assunto no Brasil não poderia ser mais oportuno, a nova Política de Resíduos Sólidos (Lei 12.305 de 2 de agosto de 2010) está promovendo o debate entre diversos setores industriais, governos e consumidores sobre a responsabilidade compartilhada de produtos, a implementação de sistemas de logística reversa e a gestão de resíduos envolvendo as cidades, as empresas, distribuidoras e importadoras.

Empresas que Nascem para Serem Líderes da Nova Economia

A inovadora fabricante de fraldas de bebê Gdiapers3nasceu da idéia de um casal de empreendedores que não se conformava em saber que todo ano milhões de fraldas vão para o lixo e permanece nos aterros por pelo menos 500 anos. Aplicando o protocolo de inovação Cradle to Cradle® criaram um design simples e inteligente: separando a parte da fralda que é durável para ser reciclável da parte absorvedora,  feita para ser totalmente biodegradável em apenas 50 dias e que pode até ser jogada pela privada! Vendida como refil, Gdiapers diminui custos e aumenta fidelidade do cliente,além de mais prática e bonita, com um desenho eco-inteligente.

            Hoje, conta com um modelo de vendas online e um crescimento de 65% ao ano, atuando em mercados como EUA, Austrália, Inglaterra e França.

No próximo artigo vamos descobrir como empresas podem aplicar esses conceitos na prática e apresentar mais alguns cases de sucesso, não deixem de acompanhar!

 

Ana Ester Rossetto  é sócia fundadora e atual Diretora Executiva da KCA Consulting.

, EPEA Brasil, Sócia

Ana Ester Rossetto é sócia-fundadora e atual diretora executiva da EPEA Brasil, empresa que traz ao Brasil a metodologia Cradle to Cradle® para a inovação de produtos, sistemas produtivos e modelos de negócio, a partir de um novo paradigma de sustentabilidade. Atuou em startups de inovação tecnológica por mais de 7 anos, é especialista em Gestão da Inovação pela Universidade de Barcelona e tem MBA em Negócios Internacionais pela FGV e Ohio University. Acredita que é possível dar resposta aos maiores desafios deste século através da ecoinovação, para gerar crescimento econômico, bem-estar social e restauração ecológica. Por isso, aplica Cradle to Cradle® thinking para desencadear o poder das empresas como agentes de transformação positiva na sociedade.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: