Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Muhammad Yunus: “Não chore por estar desempregado, crie seu emprego”

LoadingFavorito

Muhammad Yunus é um empreendedor social, quem sabe um dos pioneiros. Conheça mais sobre essa figura inspiradora e sobre o que ele pode te ensinar

A recente passagem do prêmio Nobel da paz pelo Brasil, o bengalês de 76 anos, Muhammad Yunus, levou ainda mais visibilidade para o campo dos negócios sociais e do empreendedorismo social. Yunus é um empreendedor social nato, e o prêmio Nobel que recebeu foi resultado de sua experiência pioneira de fornecer microcredito para pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social.

Para quem não está familiarizado com o termo, negócio social é uma empresa cuja atividade, além de gerar lucro, também funciona como uma solução para algum problema social. Como se o core do negócio fosse a responsabilidade social. Pode-se dizer que Muhammad Yunus foi um dos grandes responsáveis por apresentar ao mundo e propagar o conceito. E, ainda hoje, ele ministra palestras de incentivo para disseminar o conceito, iniciativas de sucesso e inspirar jovens a empreender.

O empreendedor é conhecido internacionalmente, tendo sido considerado pelo jornal “Financial Times” como um dos seis maiores pioneiros de finanças de todos os tempos.

Negócios sociais de Muhammad Yunus

O flerte (e futuro casamento, pode-se dizer) do empreendedor social com os negócios sociais começou nos anos 70, quando Yunus, economista de formação, trabalhava como professor universitário em Bangladesh. A universidade onde ministrava suas aulas era vizinha a uma grande favela, e o economista conta que sempre sentiu um enorme abismo entre a teoria que ensinava aos seus alunos em sala de aula e a realidade para além dos muros da universidade.

A solução que encontrou para ajudar as pessoas da comunidade vizinha à universidade passa pelo empreendedorismo: por meio de empréstimos de pequenas quantias (e os R$ 15 mil de microcrédito que o BNDES disponibiliza à empreendedores como você são uma fortuna perto do que ele emprestou) como 15 dólares, por exemplo, ele começou a ajudar mulheres a encontrar formas de obter sustento e escapar das garras de um perverso e exploratório sistema de agiotagem. Livres das dívidas e ameaças, essas mulheres passaram a desenvolver atividades como costura e artesanato para sustento próprio. Hoje, o Grameen Bank é um negócio social reconhecido, que já ajudou centenas de pessoas a saírem da miséria.

O conceito de negócio social é bastante amplo. A ideia propagada por Muhammad Yunus para definir esse tipo de negócio tem algumas diferenças de outras iniciativas praticadas. A maior delas é que o empreendedor defende que um negócio social, apesar de ser um negócio lucrativo, não deve distribuir dividendos para os acionistas, e que todo o lucro deve ser reinvestido na própria empresa, para aumentar o alcance da iniciativa. Para o empreededor, essa medida – de não distribuir lucro – é importante para que o propósito não seja comprometido por outros interesses.

Yunus desenvolveu 7 princípios básicos para caracterizar negócios sociais:

  • O objetivo do negócio será redução da pobreza ou outros problemas (em áreas como educação, saúde, acesso à tecnologia e meio ambiente) que ameaçam as pessoas e a socidedade;
  • Financeira e economicamente sustentável;
  • Investidores recebem de volta somente o valor investido. Nenhum dividendo é pago além do dinheiro investido;
  • Depois que o investimento for devolvido, o lucro da empresa fica no negócio – para ampliação e melhorias;
  • Ambientalmente consciente;
  • Colaboradores recebem valor de mercado com melhores condições de trabalho; e
  • … fazer tudo isso com alegria.

Grameen Danone: uma joint venture para salvar crianças dos efeitos da pobreza

A Grameen Danone, um case até bastante conhecido no mercado, uma joint venture desenvolvida entre a Danone e o Grameen Bank que funciona da maneira proposta por Yunus. A empresa foi criada com o propósito de alimentar crianças em situação de pobreza, fornecendo um iogurte enriquecido com vitaminas para garantir o pleno desenvolvimento cerebral da criança.

Apesar de haver iniciativas de sucesso como essa, um do grandes desafios desse tipo de modelo de negócio ainda é conseguir captar investimento. Nesse sentido, outras empresas, também chamadas de negócios sociais, estão ganhando a cena, sendo empresas que, sim, resolvem problemas sociais, mas que também geram lucro com a possibilidade de distribuir dividendos para acionistas.

Uma grande inspiração para o empreendedor

Independente de qual modelo de negócio social você acredita ser o mais interessante, fato é que Muhammad Yunus em sua trajetória empreendedora tem quebrado muitos paradigmas e inspirado centenas de pessoas ao redor do mundo a buscarem soluções criativas para problemas sociais e as colocarem em prática por meio da criação de empresas. Sim, esse empreendedor tem muito a ensinar e também a inspirar você.

“‘Não chore por estar desempregado, crie seu emprego”

Essa é a grande mensagem que Yunus deixou para a juventude brasileira em sua última passagem pelo Brasil. Durante palestra para empreendedores e acadêmicos, o empreendedor conclamou todos a saírem de suas zonas de conforto para buscar soluções criativas contra a miséria e também para criar postos de trabalho numa economia em crise.

“Temos que incentivar os jovens na universidade a serem criativos. É esse o caminho para surgimento de empreendedores sociais,” diz. Yunus enfatiza ser importante ter em mente não apenas a possibilidade de procurar trabalho, mas a de criar oportunidades de trabalho. “Não chore por estar desempregado. Crie seu próprio mundo. Assim chegaremos a zero de desemprego”.

Muhammad Yunus no Brasil

Yunus, há cerca de 2 anos, fundou aqui a Yunus Negócios Sociais Brasil. Trata-se de um negócio social cujo objetivo é fomentar o empreendedorismo social no país, incubando e acelerando negócios que resolvam problemas sociais. A empresa, além da incubadora e da aceleradora, também conta com um fundo de investimento para investir, justamente, em negócios dessa natureza.

A empresa de Muhammad Yunus também está com uma atuação forte em parceria com diversas universidades brasileiras buscando difundir o conceito e incentivar jovens a empreenderem suas dietas para solucionar problemas sociais.

Leia mais:

Empreendedorismo social: lucro e transformação social numa coisa só
Conheça o empreendedor que usa lixo orgânico para ajudar a resolver a crise energética | Geo Energética

 

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça login para deixar seu comentário sobre este conteúdo
ordernar por: mais votados mais recentes
  1. Carlos moraes - says:

    3 curtidas
     
    Curtir

    Vcs já viram ou conhecem o Airbnb de Jantares? http://www.dinneer.com
    Nasceu aqui no Brasil a uns 2 meses e estão arrebentando

Parceiros
Criação e desenvolvimento: