facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Microcrédito: financiamento para pequenos negócios

LoadingFavorito

Saiba o que é microcrédito e como essa modalidade de financiamento pode ajudar o seu pequeno negócio

Que empreender é um grande desafio todos os empreendedores sabem. Em geral, os grandes desafios de empreendedores de primeira viagem são a falta de dinheiro e a falta de experiência. Experiência se adquire colocando a mão na massa. Dinheiro é mais complicado. E se você já tentou ir a um banco pedir algum emprestado, deve saber da dificuldade que é conseguir verba quando ainda se é pequeno. O que nem todos sabem é que, apesar do grande desafio, há muitos caminhos e ferramentas que podem facilitar muito a vida deste empreendedor. Se o seu negócio está no comecinho, e você é um MEI -micro empreendedor individual -, você pode recorrer ao microcrédito. Já pensou sobre isso?

Esta matéria da PEGN traz o caso de Evanildo, um pequeno empresário que tem colhido ótimos frutos do uso do microcrédito em seu restaurante. E ele já está em sua quarta rodada de financiamento. Assim como para Evanildo, seja para comprar equipamentos, contratar pessoas, ou para fazer giro, o microcrédito funciona muito bem como aquele empurrãozinho fundamental para o seu pequeno negócio crescer.

O microcrédito nada mais é do que uma modalidade de financiamento direcionada a negócios, como a expressão sugere, de pequeno porte. Em geral, uma das grandes diferenças entre essa modalidade e as convencionais, é que, além dos valores do financiamento serem baixos (em geral até R$ 20 mil), as intituições de microcrédito exigem garantias mais simples para conceder o crédito. Além disso, os prazos de pagamento são mais curtos.

Quais as principais vantagens do microcrédito?

Vamos a uma listinha com algumas delas:

  • Ausência de garantias reais, já que a maioria das transações tem como garantia o aval solidário;
  • Concessão de crédito ágil e adequado ao ciclo de negócios do empreendimento; e
  • Baixo custo de transação devido à proximidade entre a instituição, o tomador dos empréstimos e à inexistência de burocracia.

Mas, não pense que você vai pegar a grana e acabou

Uma das condições do microcrédito é que o empreendedor será acompanhado de perto. Antes de receber o investimento, o empreendedor receberá uma visita dos agentes de créditos ao local onde exerce suas atividades produtivas, isso tudo para que eles avaliem as necessidades da pequena empresa, mas também as suas condições de pagamento. Depois que o empreendedor receber o dinheiro, este agente de crédito passará a acompanhar a evolução do negócio e a fornecer orientação se necessário.

Quem oferece microcrédito?

Uma das principais alternativas ao empreendedor que optar pelo microcrédito é o BNDES. O Banco recentemente incluiu em caráter permanente o apoio ao microcrédito em suas políticas operacionais. Com a mudança, o valor máximo de financiamento por beneficiário sobe de R$ 15 mil para R$ 20 mil. Uma boa notícia. O BNDES opera por meio de agentes operadores de recursos ao microempreendedor. Ou seja, você não vai bater na porta do banco, mas sim de um desses agentes (aqui há uma relação para cada estado). Cuidado ao tomar empréstimos com agentes não credenciados, eles podem operar com taxas e juros fora dos padrões e que podem te onerar mais do que ajudar.

No artigo O que as prefeituras estão fazendo pelos empreendedores brasileiros , o microcrédito é citado como o principal instrumento de governos locais utilizado para facilitar o acesso a capital. Em Manaus, por exemplo, há o Banco da Gente, um programa de crédito fácil ao micro e pequeno empreendedor, criado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Projetos Especiais e Gestão Tecnológica (SEMTEC). O principal objetivo deste fundo é garantir linhas de crédito e financiamento para compra de máquinas, equipamentos e capital de giro com juros baixo, condições especiais de pagamento e descontos para quem pagar a dívida em dia.

Já em Forteleza, a prefeitura tem um programa de incentivo ao jovem empreendedor que fornece crédito de até R$ 15 mil para que esses jovens (de 18 a 29 anos) desenvolvam projetos de empreendimentos produtivos, de serviços ou de comércio. Outro caso interessante é encontrado em Curitiba, onde o Banco do Empreendedor, uma iniciativa estadual, diminui suas taxas de juros à medida que o empreendedor se capacita e expande o negócio.

Todos podem tomar microcrédito do BNDES?

Para ter acesso ao programa de microcrédito do BNDES, o empreendedor pode ser pessoa jurídica  (saiba como se formalizar aqui) ou física. Há um teto de faturamento: receita bruta anual igual ou inferior a R$ 360 mil. Além disso, podem ser financiados investimentos fixos, como compra de equipamentos, de insumos e obras civis, além de capital de giro.

O BNDES financia valores até  R$ 20 mil por cliente , com uma taxa de juros de até 4% ao mês. Os prazos de financiamento e as garantias exigidas devem ser negociados pelo cliente diretamente com o agente operador.

Você deve se dirigir aos agentes operadores do microcrédito de sua cidade/região, que fornecerão as condições de financiamento e analisarão a possibilidade de concessão de crédito.

Um universo onde a inadimplência quase não existe

Você deve estar se perguntando como é que um banco resolve dar dinheiro para pequenos empresários sem ter uma garantia de que recebrá o dinheiro de volta. Pois saiba que o BNDES trabalha com microcrédito desde 1996, e desde então registrou apenas cinco casos de inadimplência.

Desde 2005, o banco liberou R$ 520 milhões para o microcrédito, em mais de 821 mil operações. No ano passado, as instituições apoiadas pelo BNDES efetuaram 228 mil operações, com empréstimos em torno de R$ 717 milhões.

Há um outro caso famoso de sucesso envolvendo microcrédito. Já ouviu falar de Muhammad Yunus, o banqueiro dos pobres? Oriundo da Birmânia, o economista e professor começou a emprestar pequenas quantidades de dinheiro (pequenas mesmo) para pessoas em extrema situação de vulnerabilidade de uma comunidade vizinha da universidade onde ministrava aulas de economia. Isso lá nos anos 70.

E a grande supresa foi que tudo o que ele emprestava era retornado. Basta dizer que dessa generosa iniciativa de um verdadeiro empreendedor social, surgiu o Grameen Bank, um negócio social que já emprestou dinheiro para mais de 6 milhões de beneficiários.

Você está cogitando dar esse passo e recorrer ao microcrédito para crescer? Então, não esqueça de fazer um bom planejamento financeiro, isso é fundamental para que você garanta a sustentabilidade da sua operação!

Boa sorte!

Leia mais:

Capital, experiência e relacionamento: com um investidor anjo, sua empresa está sempre bem acompanhada  

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: