Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Machine learning: quando as máquinas preveem o futuro do negócio

LoadingFavorito
machine-learning

E se você fosse capaz de prever o futuro? Essa realidade já não está tão distante como você imagina. Seja bem vindo ao futuro do machine learning, onde máquina tomam decisões inteligentes.

Parte 4 da série “Aumento da Eficiência”. A cada quinze dias uma nova dica, acompanhe.

A eficiência é um fator que impacta qualquer tipo de empresa. Sabendo da importância do tema, já falamos sobre a visão de portfólio como base para uma gestão mais produtiva; mostramos como alocar melhor os recursos da sua empresa; e apresentamos alguns caminhos para que você utilize os seus recursos plenamente. A palavra-chave desse capítulo é machine learning.

Também conhecida como aprendizado de máquina, essa ferramenta pode trazer grandes benefícios para sua empresa, como tomar as melhores decisões para o seu negócio ser cada vez mais eficiente. A expressão machine learning pode soar estranha à primeira vista, mas acredite: em todo o mundo, as empresas vêm dando verdadeiros saltos de produtividade com base nesse conceito.

  • Mas o que é Machine Learning?

Para entender o conceito, vale a pena resgatar da memória alguns velhos sucessos do cinema, como 2001 – Uma Odisseia no Espaço, AI – Inteligência Artificial e até mesmo a trilogia Matrix. Ainda que os enredos sejam bem diferentes, todos esses filmes têm algo em comum: eles retratam um mundo controlado por robôs que tomam suas próprias decisões baseados em uma forma avançadíssima de inteligência artificial.

É mais ou menos isso que está em jogo quando falamos em machine learning:

Utilizar a inteligência artificial para analisar os dados de desempenho da sua empresa  e então tomar decisões capazes de torná-la mais eficiente.

Mas fique tranquilo, nenhum sistema de Machine Learning jamais tentará dominar o mundo ou controlar sua mente, como ocorria em Matrix. Muito pelo contrário: como o próprio nome indica, esse tipo de tecnologia vem para automatizar o aprendizado do seu negócio. A cada dia, uma empresa é capaz de produzir uma verdadeira montanha de dados.

Leia também: Big data: descubra o que é e como usar na sua empresa

Pense, por exemplo, no tempo que os funcionários dedicam a cada tarefa ou na quantidade de horas que eles mantêm o computador ligado e com determinados softwares em execução. Até hoje, a maioria desses dados era subutilizada ou simplesmente desperdiçada. Com as novas ferramentas de machine learning, porém, eles se tornaram essenciais para aumentar a competitividade dos novos negócios.

  • Um potencial imensurável

Ao adotar sistemas de gestão como ERPs e CRMs, por exemplo, as empresas iniciaram uma revolução dentro da outra. Além de automatizar e acelerar seus processos de produção, elas passaram a ter condições de monitorar o desempenho de quase todos os aspectos possíveis de sua operação. Hoje, é possível aprender qual é o tempo médio de execução cada tarefa, além de identificar as características e as habilidades necessárias para concluí-las com máxima eficiência.

Leia também: Ebook | CRM: atraia, fidelize e satisfaça mais clientes

Mas o que fazer com todos esses dados? É aí que entram as ferramentas de machine learning. Com algoritmos supercomplexos, elas conseguem vasculhar grandes volumes de informação e identificar determinados padrões. Também aprendem a se autoaperfeiçoar à medida que coletam mais dados – e fazem isso numa velocidade que nenhum analista humano teria condições de acompanhar.

Agora pense no potencial dessa tecnologia aplicada na análise dos dados de produtividade da sua empresa.

Com as soluções de machine learning, é possível registrar o desempenho de cada profissional e as características dos projetos que ele executa.

Com o tempo, esse processo leva a um aprendizado de alto valor. Você se torna capaz de alocar os funcionários com base no que eles fazem melhor – o que ajuda a tornar o negócio como um todo mais eficiente.

Alguns exemplos práticos são: qual o melhor vendedor para cuidar de uma lead gerada pela área de Marketing. Isso depende de variáveis do cliente (tamanho, faturamento, complexidade e informações da sua estrutura de compras), da lead (tamanho da lead, tempo médio de fechamento, tipo de produto ou serviço vendido) e do vendedor (tempo de experiência, taxas de conversão neste tipo de oportunidade, características de relacionamento).

Leia também: Funil de vendas: como vender  mais

São muitos fatores e suas combinações são quase impossíveis de se realizar sem o auxílio de machine learning. E mais, como acompanhar a evolução de um vendedor e seu desempenho ontime e não somente por meio de uma fotografia estudada há vários meses. É aí que entra o aprendizado de máquina.

Outro exemplo são as tarefas de desenvolvimento de uma empresa. Assim como na venda, as informações do cliente, status do projeto, complexidade, prazo e desempenho dos profissionais são fundamentais para aumentar a chance de sucesso na entrega e a satisfação do cliente. Novamente, um humano sozinho jamais conseguiria entregar essa análise em tempo real e acompanhando a evolução dos clientes, projetos e colaboradores da empresa.

Assim como o Google Analytics, que traz todos os tipos de informação sobre a audiência de um site, a tecnologia de machine learning utiliza a inteligência artificial para que você tenha uma visão mais completa sobre os recursos da sua empresa. Alguns gestores de RH, aliás, já utilizam sistemas conhecidos como “HR Analytics”, que utilizam análises estatísticas para identificar as melhores formas de administrar os recursos humanos da empresa.

Ao mesmo tempo, as soluções de machine learning identificam os erros cometidos na execução de determinadas tarefas. Com isso, fica mais fácil escolher os treinamentos necessários para aperfeiçoar o desempenho da equipe naquilo que realmente afeta a qualidade da empresa. As ferramentas também verificam se os treinamentos realizados foram efetivos. Ou seja: oferecem possibilidades inéditas para quem precisa medir o retorno dos investimentos realizados em treinamentos e qualificação.

  • E se você fosse capaz de prever o futuro?

Engana-se quem pensa que o machine learning veio apenas para resolver problemas que já aconteceram. Com os dados adequados, essa tecnologia se aprimora até o ponto em que é capaz de oferecer informações preditivas sobre o seu negócio. Isso mesmo: com base nos padrões do passado, ela é capaz de antever, com alto grau de acerto, como sua empresa vai se comportar no futuro.

Leia também: Olhando para o futuro: 5 pontos de atenção

Se você atua no varejo, as soluções de machine learning podem ajudá-lo a entender certos padrões de consumo. Nas áreas de vendas, podem evidenciar quais vendedores têm mais chances de comercializar certos tipos de produtos ou serviços conforme o tipo de cliente. Na gestão, podem ser decisivas para você mapear as demandas que sua empresa terá no futuro.

Nós estamos empregando essa metodologia em todos os nossos processos e temos convicção de que, muito em breve, a tecnologia de machine learning se tornará indispensável na montagem de novos negócios. A pergunta agora é: será que a sua empresa está pronta para essa revolução?

, Crunchflow, COO
Fábio Knijnik é CCO e co-fundador da Crunchflow, um software-as-service (SaaS) de planejamento de equipes de trabalho. Administrador de empresas formado pela PUCRS e Black Belt na metodologia Six Sigma. Ocupou cargos de gestão nas empresas Sadia e LeitBom (pós-aquisição do GP Investimentos) e Knijnik Engenharia Integrada.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: