Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Logística empresarial de A a Z

LoadingFavorito
Logística empresarial de A a Z

Menos custo e mais eficiência quase sempre significam maiores lucros. Quase nada na gestão da sua empresa pode ajudar mais nessa meta do que a logítica empresarial.

É fato. As empresas começam a crescer, a demanda aumenta e junto aparecem os desafios operacionais. Como produzir mais em menos tempo? Como entregar mais rápido? Fazer mais com menos é o espírito de todo bom empreendedor. E quer saber, é isso que faz com que eles invistam em uma boa operação logística e se destaquem no mercado. A Bebê Store, e-commerce de produtos para mãe e bebê, é um ótimo exemplo. Para eles, investir na logística empresarial fez toda a diferença: a partir do momento que acertaram os ponteiros da sua operação, ganharam em qualidade e muita economia.

A logística empresarial nasceu da necessidade de melhorar a qualidade da operação (esse ponto, principalmente, pensando na experiência do cliente e na redução de custos). Afinal, em tempos de muita competitividade, ou você cria novos mercados e acha o seu oceano azul, ou precisa encontrar outras formas de se destacar. A operação logística tem tudo a ver com isso, pois é ela que te ajudará a ser cada vez mais eficiente.

Quanto mais complexa se torna a atividade da empresa, maior a necessidade de coordenar de forma sistêmica todos os aspectos envolvidos no processo de produção, ou seja, maior a necessidade de cuidar muito bem da logística empresarial

Esta é a área da administração que propõe caminhos para organizar melhor os processos de produção da empresa, o que envolve a gestão de estoques, transporte, distribuição, fornecedores, enfim, tudo que está ligado à sua produção.

Você sabia que a logística empresarial surgiu inspirada em processos e táticas usadas em campo de batalha durante a Segunda Guerra (e até muito antes na história do homem)? Pois é. Para vencer suas batalhas, os militares precisavam montar complexos esquemas para transportar e armazenar suprimentos e armas. Terminada a guerra, com a acirrada competição no mercado, as empresas começaram a se perguntar o que poderiam aprender com essas táticas de batalha. A reposta formulada é o que conhecemos como logística empresarial.

Confira algumas dicas básicas para fazer sua logística:

  • Tenha um plano B para tudo: esteja sempre à frente de possíveis problemas – inclusive, e principalmente, daqueles que não pode controlar.
  • Invista e modernize a sua comunicação: entre sua equipe, fornecedores, e até mesmo com clientes. Quanto mais e melhor você fizer isso, melhor será o desempenho e a fluidez da sua operação.
  • Controle tudo: e a comunicação e troca de informações entra nesse item. Você precisa estar no comando, saber tudinho o que está acontecendo. Quem não mede, não gere. Fazer um minucioso registro das principais métricas do seu negócio e acompanhá-las no dia a dia vai ajudar a entender onde você está acertando, onde está errando, e como pode otimizar cada passo do processo produtivo.

Para fazer uma boa logística empresarial, é necessário entender alguns aspectos e conceitos base. A seguir vamos passar por eles:

Supply chain, ou cadeia de suprimentos: o que é e para que serve?

O supply chain engloba todos os estágios e atores envolvidos direta, ou indiretamente, no atendimento de um pedido – fornecedores, fabricantes, distribuidores, lojistas e clientes. A participação desses atores no processo de produção está, de alguma forma, encadeada, e por isso a ideia de cadeia.

Para se ter uma boa logística, é fundamental gerenciar (muito bem) o supply chain. De uma maneira bem básica, isso envolve decisões do campo estratégico, de planejamento e operacional, como o controle dos fluxos de informação, materiais e serviços, bem como a coordenação de decisões relacionadas a estoques, estratégias de venda, distribuição e negociação com fornecedores.

No artigo “Como gerir seus supply chain e ser mais eficiente”, você encontra mais dicas e cases ilustrando o tema.

Oferta e demanda: quanto melhor você fizer a previsão da demanda, melhor será sua oferta

Oferta e demanda são dois conceitos diretamente ligados à logística empresarial e a outras operações correlatas, como a gestão da cadeia de produção, precificação de produtos, estoque e planejamento de compra com fornecedores.

Oferta é a quantidade de um produto ou serviço disponível para compra. Demanda é a quantidade de produtos ou serviços que os consumidores estão dispostos a comprar. A lei básica para entender os dois conceitos é que quando a demanda é maior do que a oferta, os preços tendem a subir, e vice-versa.

No artigo “Oferta e demanda: 5 dicas para evitar erros”, você encontra dicas importantes.

Fornecedores: escolha os bons e invista nessa relação

Você querendo, ou não, os fornecedores fazem parte do seu negócio, e por mais que você não tenha controle sobre suas vidas, a qualidade do trabalho deles vai impactar positivamente, ou negativamente, no andamento da sua operação logística.

Quando você planeja bem a logística e o contato com fornecedores, testa novas soluções e aprimora sua cadeia de suprimentos, você está investindo em garantir uma entrega melhor para o seu cliente. Com essa postura, consegue negociar preços, prazos, condições de entrega e até alinhar ações estratégicas que beneficiem ambos.

Confira as principais dicas para não errar com seus fornecedores aqui. 

Gestão de estoques: cuidado para não errar!

A boa ou má gestão do seu estoque vai definir se você terá mercadoria para entregar, ou se vai deixar o cliente na mão.

Definir qual o melhor modelo de estoque para o seu negócio vai depender do porte da empresa, do que você oferece e do seu investimento. No entanto, a escolha pede planejamento e análise, para que você não comprometa verba ou tempo em soluções que não se encaixem no perfil da empresa.

Para saber mais sobre como fazer uma boa gestão de estoque, vale a leitura do artigo “O Be-a-bá do estoque em algumas lições simples”

Transportadora: escolha bem para evitar problemas

O que vale mais a pena: terceirizar, ou manter frota própria? Como escolher a melhor transportadora? Como fazer a gestão de mais esse fornecedor? São muitas as dúvidas e pontos que precisam ser considerados. Agora, o que você não pode deixar de saber é que a transportadora também é crucial na sua operação.

Numa empresa tipicamente industrial, os custos logísticos correspondem, em média, a 19% do faturamento, sendo que os gastos com transporte de carga podem equivaler a até 60% desses custos. Então, não deixe esse assunto em segundo plano.

No artigo “Acerte na escolha da transportadora, e ganhe em qualidade”, você encontra respostas para as principais questões ligadas ao tema.

Logística reversa: é sua obrigação, mas você pode ganhar muito com isso

Desde que foi aprovada a Política Nacional de Resíduos Sólidos, as empresas brasileiras não têm outra opção a não ser lidar com seu próprio lixo (e isso é ótimo!). A logística reversa é área da logística que planeja, opera e controla o fluxo e as informações referentes ao retorno dos bens produzidos após sua venda.

As empresas que se adiantarem a essa questão estarão muito à frente. A Renault, por exemplo, fabrica peças de reposição reaproveitando remanescentes usadas. Com essa estratégia de logística reversa, ganha em preços melhores para o consumidor, menos consumo de água, energia e emissões de gases de efeito estufa em seu processo fabril.

Para saber mais sobre como a logística reversa pode ser uma oportunidade para a sua empresa, leia: “Logística reversa – ou o que minha empresa pode ganhar com seus resíduos”

Bom, agora que você já passou pelos principais pontos relativos a logística empresarial, hora de fazer acontecer e melhorar a operação da sua empresa. Boa sorte!

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça login para deixar seu comentário sobre este conteúdo
  1. Flavio Frois - says:

    1 curtidas
     
    Curtir

    Gostei muito da matéria, com uma ótima explicação .

Parceiros
Criação e desenvolvimento: