Ideias são fáceis, a implementação é o mais difícil, concorda? Então conheça essas 5 ferramentas pensadas para tirar suas ideias do fundo da gaveta e colocá-las em prática na inovação de seus produtos e serviços.

A inovação nunca foi um problema para os empreendedores. De espírito inquieto, os sonhadores já viram muita coisa boa surgir em conversas de bar, passeios de táxi ou mesmo reflexões de chuveiro. Pensar em uma solução melhor, mais barata, mais eficiente e feita com os recursos que nós temos disponíveis é parte da nossa cultura, mas, mais do que gerar ideias, o grande desafio dos empreendedores está na execução dos projetos inovadores. Em uma simples equação, seria:

Capacidade de inovação = Habilidade de gerar ideias x eficiência de execução

Vamos ao exemplo de uma empresa que acredita ser boa na geração de ideias, mas terrível na execução de projetos:

Nessa lógica, investir em uma cultura de execução, focada em levar os projetos até o fim, com agilidade e eficiência, é tão poderoso quanto criar os meios para seus funcionários encontrarem novas oportunidades de inovar. Para começar esse exercício, selecionamentos 5 ferramentas que vão te guiar.

Comece ouvindo seus consumidores

1. Mapa de Empatia

Antes de olhar para fora, em busca de novas referências, comece ouvindo quem melhor te conhece. Ouça seus consumidores em profundidade, para entender suas necessidades e seus problemas, e como a sua empresa pode ser útil para eles. O Mapa de empatia vai te ajudar a desenvolver novos produtos e serviços de olho nas necessidades e aspirações dos seus clientes.

2. Ferramenta de Design Thinking

Em poucas palavras, design thinking é a inovação centrada no usuário. Seu objetivo é desenvolver uma experiência de  consumo que seja altamente desejável pelo consumidor, viável tecnologicamente e rentável para o negócio.

Identifique as oportunidades de inovação que a sua empresa pode abraçar

3. Diagnóstico da inovação

Elaborada pela 3M, essa ferramenta oferece 20 perguntas para você analisar a visão dos seus colaboradores e dos líderes sobre o grau de inovação da sua empresa, identificando os problemas e as causas que impedem sua empresa de inovar  para, em seguida, você desenhar um plano de ação com datas, objetivos e responsáveis.

Formate o projeto com objetivos e resultados mensuráveis

4. Gestão de Projetos com 5W2H

Depois de ouvir seus clientes e identificar as oportunidades que sua empresa tem para inovar, formate um projeto que tire as ideias do papel respondendo apenas a sete perguntas.  Os “Ws” e os “Hs” são derivados das iniciais de palavras interrogativas em inglês (what, why, who, where, when, how e how much).

Forme o time certo para desenvolver e executar o projeto

5. Mini Curso Formando o Time Certo para Projetos Inovadores

Com o projeto desenhado, chegou a hora de alocar o melhor time para executá-lo. Nesse passo a passo de 5 e-mails, inspirado na Teoria das Competências para Inovar (TCI), você aprende a identificar os perfis de inovação de cada pessoa para criar um time complementar e equilibrado.

Se você se interessou por essas ferramentas e quer aprofundar no tema de execução de projetos criativos e inovadores, recomendamos o livro Making Ideas Happen (com versão em português), do fundador do Behance, Scott Belsky. Boa leitura e mãos à obra!