facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

6 insights da Feira do Empreendedor SP

LoadingFavorito
empreendedor2

A Feira do Empreendedor é o um dos eventos que mais dão insights para empreendedores, como aconteceu com nosso mentor Endeavor, Maximiliano Carlomagno. Tocado por tudo que viu e ouviu, Max resolveu criar um artigo com os pontos mais relevantes da feira. 

Estas primeiras semanas de 2016 têm sido desafiadoras. O noticiário se resume as fragilidades da situação brasileira atual e suas perspectivas nada animadoras. Confesso que fui levemente impactado por esse cenário, mas um evento recente recarregou minhas energias para fazermos um grande ano.

Estava eu indo passar uma semana de férias em Santa Catarina, quando recebi uma ligação da Endeavor para realizar uma palestra na Feira do Empreendedor do Sebrae SP. De bate pronto aceitei o desafio de conversar com os empreendedores sobre como criar um negócio de alto impacto.

Ao chegar no Anhembi, fiquei chocado com a dimensão da Feira. Mais de 120.000 atuais e potenciais empreendedores passaram por lá nos dias de evento. A minha palestra, quem sabe em função da relevância do tema nesse cenário de crise, estava lotada. A conversa transcorreu intensamente, mas o melhor ficou para o final.

O Sebrae organizou um espaço para que os palestrantes pudessem fazer “mentorias” com os empreendedores. Assim, depois do evento, fiquei atendendo pessoas de todo o Brasil em seus desafios de criar e nutrir novos negócios. Alguns jovens querendo novas oportunidades. Outras pessoas mais experientes, saindo de grandes empresas, cansados da cultura dessas organizações. Passei duas horas e meia atendendo os empreendedores e sai de lá com uma certeza:

O Brasil só tem uma alternativa de salvação: o empreendedorismo inovador.

Resolvi compartilhar o que percebi nessas conversas como forma de inspirar a todos nós que acreditemos nessa alternativa, além  de mostrar as razões que fazem dessa a única solução viável. Podemos nos manter informados sobre o contexto político econômico e cobrar a solução daqueles que são pagos para isso (os gestores públicos), mas saibamos que há uma força em desenvolvimento que tem tudo para virar esse jogo. Porque, como diz o ditado, “de onde não se espera, é dai que não sai nada mesmo”.

  1. Diversidade de perfil

Não havia um grupo dominante ou mesmo um perfil homogêneo. O Brasil inteiro estava lá. Pessoas de diferentes faixas etárias, sexo, renda, educação. Todos com o mesmo objetivo: aumentar suas chances de empreendedor com sucesso.

  1. Foco contínuo no autodesenvolvimento

Ninguém se desloca de Boa Vista até São Paulo para passar 3 dias numa feira, investindo seus recursos escassos, se não tem um claro foco em seu desenvolvimento. Aqueles que estavam lá buscavam capacitação, ideias e experiência com mentores, palestrantes, fornecedores e outros participantes.

  1. Conhecimento de ferramentas de gestão

Atendi uma dezena de empreendedores e senti um bom conhecimento de ferramentas de gestão. Design thinking, lean startup, business model e canvas foram expressões que escutei com frequência.

  1. Disposição para colaborar

Enquanto eu atendia um empreendedor, outros dois acompanhavam atentos e faziam intervenções com suas considerações para ajudar aquele com quem eu conversava. Havia uma disposição genuína em ajudar e ser ajudado.

  1. Ambição de gerar impacto positivo

Eu estava trocando ideias com um jovem que empreende um negócio de tecnologia, quando ele me sai com essa:

“Eu não quero apenas ganhar dinheiro, quero ajudar os outros e deixar um legado”

O cara mal paga as contas ainda, mas a realidade é que existe, nas novas gerações, uma meta clara de se viabilizar e também de impactar positivamente seu entorno.

  1. Predisposição a tomada de risco

Tive a oportunidade de atender um ex-executivo de um dos principais bancos de investimento do país que, recentemente, havia largado tudo e apostava numa nova oportunidade, mesmo com duas filhas pequenas para criar.

Essas percepções me possibilitaram uma leitura principal. Essas características são absolutamente antagônicas a tudo que vemos nos políticos atuais, sejam eles da situação ou oposição. Pelo contrário, só enxergamos gente com interesses pessoais, sem nenhum foco no desenvolvimento de competências, incapacidade de colaborar, sem conhecimento de gestão e correndo um único risco que é o de ser indiciado ou preso.

Quero agradecer a Endeavor pelo convite, ao Sebrae pela articulação do evento e, acima de tudo, aos empreendedores que confiaram em mim e compartilharam suas ideias, angústias e planos.

As alternativas convencionais não irão nos tirar da crise atual. Pessoas despreparadas envoltas num sistema feito para não dar certo não tem como ter bons resultados.

Só há uma alternativa de transformação econômica e social do país. Empreendedores inovadores, com fé no futuro, disposição para colaborar e tomar risco a partir do domínio de ferramentas de gestão e vontade de gerar impacto social.

Gostou? Leia mais artigos do Max:

6 razões para comenda essa crise

5 inovações de Star Wars – e o que você pode aprender com isso

Empreendedorismo é sempre tudo igual?

, Innoscience, Sócio Fundador
Maximiliano é sócio fundador da Innoscience, consultoria especializada em gestão da inovação; Graduado e mestre em administração com ênfase em estratégia e inovação na PUCRS. Certificate em strategy and innovation no MIT/Sloan School of Management e cursos em Stanford, Columbia e Berkeley; Fez carreira executiva em instituição financeira nos anos 90; Tem experiência como consultor nos setores de cosméticos, automotivo, varejo, financeiro, farmacêutico, construção, TI, bens de consumo, indústria entre outros tendo trabalhado com 9 das 50 empresas mais inovadoras do Brasil nos últimos anos; Autor do livros Gestão da Inovação na Prática e Práticas dos Inovadores: Tudo que você precisa saber para começar a inovar; Atua como investidor anjo de start ups como sócio da aceleradora WOW; Mentor na Endeavor e Presidente do Comitê de Inovação da AMCHAM-SP; Escreve regularmente sobre o tema sendo responsável pelo serviço Pergunte ao Consultor no site 3minovacao.com.br da 3M do Brasil.

Deixe seu comentário

3 Comentários

Faça login para deixar seu comentário sobre este conteúdo
ordernar por: mais votados mais recentes
  1. Maximiliano Carlomagno - says:

    0 curtidas
     
    Curtir

    Obrigado Ary Filler e Cirineu Filho pela mobilização sobre o tema! Abs

  2. Cirineu Filho - says:

    0 curtidas
     
    Curtir

    Max, estava no evento e ‘participei’ de sua sala do conhecimento. Participei entre aspas, pois foi exatamente o que aconteceu. Era visível o brilho do seu olhar refletido no nosso! Tamanha generosidade em transmitir conhecimento resultou nos pedidos do gestor da sala para que deixássemos o local.
    Indiscutivelmente é o caminho, crescer juntos.
    Foi enriquecedor, gratidão!

  3. ARY FILLER - says:

    1 curtidas
     
    Curtir

    ESSA DESCRIÇÃO DOS ” INSIGHTS E SENSAÇÕES ” QUE O MAXIMILIANO TEVE AO VISITAR A FEIRA DO EMPREENDEDOR DO SEBRAE , FOI A MESMA QUE EU TIVE AO PASSAR POR LÁ . RESUMINDO : EXISTE UM OUTRO BRASIL !! ELE É TOTALMENTE DIFERENTE DO QUE AINDA ESTÁ DOMINANDO A NOSSA SOCIEDADE …………E SEM DÚVIDA , SERÁ BEM MELHOR QUANDO ESSE NOVO ECOSSISTEMA EMPREENDEDOR / INOVADOR ASSUMIR A SUA MERECIDA LIDERANÇA !!

Parceiros
Criação e desenvolvimento: