facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Empreendedor de primeira viagem? Muito prazer, eu sou o faturamento

LoadingFavorito
Empreendedor de primeira viagem? Muito prazer, eu sou o faturamento

Se você está começando um empreendimento, é fundamental que se familiarize com um dos principais indicadores do sucesso de qualquer negócio: o faturamento

“Faturamento, emprego e produtividade na indústria caem”; “Faturamento do setor de alimentação fora de casa é reduzido”; “Micro e pequenas empresas faturaram menos em Março”: pois é, as notícias não andam mesmo muito animadoras. Neste primeiro semestre de 2015, a maioria dos índices econômicos apresentou quedas significativas, em praticamente todos os setores. O que era previsto, na verdade, já que é consenso entre especialistas que 2015 será um ano tomado pela crise.

Mas não estamos aqui para chorar pitangas. Na verdade, queremos ajudar você a entender mais sobre um indicativo econômico fundamental para qualquer gestão, que é um denominador comum em todas as manchetes acima: o faturamento. E também queremos dar algumas dicas para, quem sabe, você aumentar o da sua empresa. Afinal, empreender é aquela história traduzida com perfeição na máxima de Nizan Guanaes: “Enquanto eles choram, eu vendo lenços”.

Sou novo na área. O que é faturamento?

Claro, uma definição sempre ajuda: o faturamento nada mais é do que a soma de todas as faturas emitidas por um determinado órgão comercial. Ou seja, é o conjunto das vendas que sua empresa realizou durante um determinado período.

É por meio do faturamento que o governo pode calcular a quantidade de impostos a serem recolhidos, levando-se em conta o ramo de atividade da sua empresa. A questão do enquadramento da atividade, aliás, é muito importante: se você errar, poderá pagar mais impostos do que deveria. Por isso, consulte sempre o seu contador.

Mas acabei de abrir a minha empresa, ainda não tenho faturamento. O que faço?

Uma previsão das vendas. Assim, você conseguirá somar o ramo de atividade a esta previsão, e descobrirá se sua empresa pode entrar para o Simples Nacional – o programa do governo que recolhe impostos de forma única, com apenas uma porcentagem em cima do valor que você informar.

Realizar uma previsão de faturamento também pode resultar em um bom início de relação com os bancos. Porque, se você conseguir prever que sua empresa terá boa capacidade de atuação, as instituições financeiras provavelmente oferecerão benefícios e vantagens para ela.

Faturamento é a mesma coisa que lucro?

Não. E esta é uma confusão que não é rara entre novos empreendedores – e até entre alguns mais experientes, também.

Mas, como vimos, o faturamento implica o total arrecadado pela sua empresa ao longo de um dia, uma semana, um mês, um ano – durante um período qualquer.

E o lucro, colocado de forma resumida, é o resultado final positivo das atividades da sua empresa após o pagamento das despesas com insumos e de manutenção de todas as atividades organizacionais.

Entendi. E como é que eu posso dar um “turbo” no meu faturamento?

Acredite, esta é uma pergunta feita por onze entre dez empreendedores. Esta, ou talvez uma versão mais simplificada: “como posso vender mais?” Você deve imaginar que existe uma infinidade de respostas possíveis – a começar pela constatação de que depende do seu ramo de atividade.

Em todo caso, certas práticas costumam se mostrar efetivas, não importando o segmento em que foram adotadas. Abaixo listamos algumas delas, com links para outros artigos com maiores informações sobre cada uma:

Encare suas vendas como processos

Lembre-se que faturamento é, antes de tudo, venda. Por isso, o processo de vendas da sua empresa deve ser levado muito a sério. Deve ser encarado com a mesma disciplina dedicada aos processos produtivos. Você deve priorizar a organização e o rigor com que as vendas se desenvolvem: deve acompanhar de perto cada geração de leads, cada prospect, cada ciclo de vendas e cada fase deste ciclo.

Neste sentido, você pode adotar o métodos do funil de vendas: trata-se de um passo a passo que te ajuda a organizar melhor os seus processos. É uma prática por meio da qual você acompanha de perto as etapas que compõem uma transação. Não existe um número fixo destas etapas, mas geralmente são: prospecção, qualificação, apresentação, maturação, negociação, fechamento e pós-venda.

Para conhecer em detalhes o método do funil de vendas, dê uma lida neste artigo. 

Neste artigo você encontra mais informações sobre como transformar vendas em processos efetivos.

Fidelizar é mais fácil (e barato) do que prospectar

Certo, você cuidou bem dos processos de venda e conquistou clientes. Agora, é bom saber que adquirir um novo pode ser até dez vezes mais custoso do que manter aqueles que já estão na casa. Por isso, estratégias que aumentem as vendas para alguém que já adquire seus produtos ou serviços podem ser mais interessante em termos de faturamento.

Estude formas de fidelizar seu cliente.

Encare o atendimento como um diferencial – treine sua equipe para atender os consumidores da forma como você gostaria de ser atendido.

Uma equipe bem treinada e sobretudo atenta aos sinais dos clientes costuma fazer maravilhas pelo faturamento.

Procure também promover eventos exclusivos para aqueles que são mais fiéis. Tratamento VIP porque eles certamente merecem. Ações de relacionamento como newsletters exclusivas, cupons de desconto e vantagens em um clube de fidelidade, entre outras, podem ser muito efetivas.

Invista também em comunidades online, nas quais os clientes possam trocar ideias ou tirar dúvidas uns com os outros. As redes sociais estão aí para isso – pode usar e abusar delas.

Neste artigo você encontra outras dicas valiosas para fidelizar clientes.

Dedique-se ao cliente certo

Para isso, é preciso conhecer bem o seu público. Ter ideia exata do perfil de seus clientes para entender o que eles esperam daquilo que você vai oferecer. Só assim você poderá se dedicar às oportunidades que de fato apresentam potencial rentável, deixando de lado aquelas que provavelmente só resultariam em custos.

E não adianta pensar que dá para oferecer o melhor atendimento a todos os nichos de um mercado. Não existe produto ou serviço que agrade a todo mundo.

De forma um tanto sucinta, estas são algumas dicas de como você pode incrementar seu faturamento. Esperamos que o conteúdo tenha ajudado. E desejamos boas vendas!

Leia mais

O empreendedor Gustavo Ziller dá dicas de como vender um projeto e aumentar o faturamento.

Nesta página da Exame você encontra notícias atualizadas com o tópico “faturamento”.

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: