Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Estudo ONU/Endeavor Destaca Empreendedoras Brasileiras

LoadingFavorito

Segundo os dados, as empreendedoras brasileiras são mais inovadoras e fazem mais cursos, do que em outros países.

A Endeavor está marcando o DIA INTERNACIONAL DA MULHER com o lançamento de alguns dados do estudo feito com o UNCTAD*.  Com este estudo, nosso objetivo é entender melhor as diferenças entre empreendedores e empreendedoras, para fazermos um trabalho cada vez melhor com as empreendedoras brasileiras, agora e no futuro. Confira o que descobrimos:

1)       EMPREENDEDORAS BRASILEIRAS SÃO MUITO INOVADORAS

As Mulheres no Brasil melhoram produtos ou processos e têm uma visão geral do negócio maior do que em outros países.

2)      NETWORKING É A PALAVRA DE ORDEM

Fazer “networking” é importante para qualquer empreendedor. As mulheres que afirmam que “nunca” se reunem com outros donos de negócios implementaram, em média, apenas uma inovação nas suas empresas no período de um ano, enquanto mulheres que se reunem com outros donos de negócios uma vez a semana implantam em média 3.7 inovações no mesmo período.

Mesmo assim, as empreendedoras brasileiras são piores no quesito relacionamento com outros empreendedores e organizações do que empreendedoras no resto do mundo. A maioria das empreendedoras nos outros países afirma ser membro de algum tipo de associação de negócios, mas no Brasil, a taxa é muito baixa (48%).

Essa diferença pode ter resultados graves para elas:

·         É mais difícil para empreendedoras acessar informações quando estão começando uma empresa (15,8% mulheres concordam, em comparação com 3,8% dos homens).

·        Os Homens tem mais probabilidade de serem aceitos em algum tipo de programa patrocinado pelo governo para desenvolvimento / assistência a negócios (38,5%, comparado a 19,2% de mulheres)

3)      ELAS USAM CURSOS E SE ESPELHAM EM EXEMPLOS

Empreendedoras no mundo inteiro usam cursos para se aprimorarem, e as brasileiras os usam mais do que nos outros países. 73% das mulheres fizeram algum curso, comparado com 50% dos homens. Ao mesmo tempo, 81,8% das empreendedoras tinham role models (exemplos), comparado com 50% dos homens.

Isso pode acontecer porque, na fase de start up, as mulheres acreditam que precisariam ter adquirido mais confiança quando começaram o próprio negócio (18%, contra 4% dos homens). Os cursos e role models ajudam, pois na fase atual elas se sentem mais confiantes e têm o mesmo nível de confiança que os homens (4.0 na escala de 5).

Em geral, é importante que as organizações pró-empreendedorismo adicionem módulos relacionados a networking em cursos e eventos que, segundo o estudo, já tem alta procura das mulheres no país.

 

4)  EMPREENDEDORES E EMPREENDEDORAS TÊM VISÕES DIFERENTES NA ÁREA DE INOVAÇÃO

58% das mulheres dizem “Introduzir um método de produção novo”, “Introduzir mudanças no processo de marketing” e “Reconhecer o valor de novas informações externas e aplicar as informações para fins comerciais”. Esse número é maior do que o considerado pelos homens entrevistados (46%, 35% e 42%, respectivamente). Segundo o estudo, os homens são mais propensos a criar inovações do produto que podem ser licenciadas (34,8% dos homens têm licenças, em comparação com 17,4% das mulheres). Essa diferença pode ajudar os homens a mostrar a inovação dentro de suas empresas com mais facilidade do que as mulheres, o que, por sua vez, pode fazer diferença para conseguir apoio das organizações, incluindo bancos.

*O estudo foi criado pela ONU – UNCTAD, apoiado pelo Governo da Suécia, conduzida com 300 empreendedores inovadores em 6 países. A parte da pesquisa no Brasil foi conduzida pela Endeavor entre Setembro e Novembro 2011 e inclui 26 homens e 26 mulheres.

A autora Amisha Miller é gerente de pesquisa e influência na Endeavor Brasil.

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: