Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética: como trabalhar a comunicação interna?

Renato Santos
Renato Santos

Sócio na S2 Consultoria.

A comunicação interna é uma excelente ferramenta de relacionamento com as pessoas que trabalham em uma organização. Com ela, é possível trabalhar a missão, a visão e os valores e reforçar informações importantes que podem ajudar na rotina de trabalho. Também é possível utilizá-la como uma forma de reforçar o planejamento estratégico e o cumprimento de metas.

Assim, existem diversos canais que podem ser explorados, bem como: e-mail, redes sociais, mural, jornal interno, eventos, reuniões e muito mais. Basta escolher as melhores alternativas.

Para que a comunicação interna tenha valor estratégico é preciso um bom planejamento. Afinal, de nada vai adiantar você fixar no mural o Código de Conduta Ética, bem como outras informações importantes. É preciso envolver colaboradoras e colaboradores e trabalhar de uma maneira criativa para que as informações, de fato, chamem a sua atenção e despertem o seu interesse.

Qual é a importância da boa comunicação interna na empresa?

Todas as empresas podem se beneficiar com as vantagens da comunicação interna. Ela mantém o ambiente organizacional alinhado com os objetivos da organização e faz com que colaboradoras e colaboradores entendam e sigam o posicionamento da empresa.

Portanto, se você quer ter um clima organizacional favorável ao desenvolvimento pessoal e profissional de suas colaboradoras e colaboradores, bem como melhorar a imagem da sua empresa, saiba que investir em uma boa estratégia de comunicação interna é uma estratégia certeira para o sucesso!

Reflita:

Analisar essas questões é essencial para avaliar como a sua empresa trabalha a comunicação interna atualmente. Assim, temos diversas vantagens em investir nessa estratégia:

Motiva o time

Quando o time se sente bem informado sobre as coisas que acontecem dentro da empresa e percebe que ela investe em pequenas ações para melhorar o seu bem-estar organizacional, tende a trabalhar mais motivado.

Afinal, as pessoas percebem que fazem parte de uma empresa participativa. Assim, trabalham mais unidos em busca de atingir os resultados almejados no planejamento estratégico.

Engaja colaboradoras e colaboradores

Um dos grandes desafios do RH é manter funcionárias e funcionários engajados, certo? Então, saiba que a comunicação interna é uma ótima alternativa para fazer com que se sintam em sintonia com a organização.

Percebem que a empresa valoriza o seu trabalho, dessa forma, tornam-se promotores do seu negócio.

Minimiza os efeitos de possíveis crises

Infelizmente, nenhuma empresa está livre de enfrentar crises internas. Contudo, quando você tem um time fortalecido e bem informado, pode antecipar os problemas e os próprios funcionários podem ajudar na resolução delas.

Assim, gera um impacto negativo muito menor. Lembrando que as crises podem afetar a saúde da empresa, fazendo com que ela tenha diversos prejuízos e até mesmo pode levá-la à falência em casos mais graves.

Então, é de extrema importância trabalhar sempre com a comunicação interna a fim de evitar esse tipo de situação e, quando acontecer, ter suporte para sair dessa!

Alinha a equipe de acordo com os objetivos do Código de Conduta Ética

Mais do que ter um bom desempenho nas suas atividades rotineiras, os funcionários precisam ter bons valores alinhados com as expectativas da organização. Por isso, a comunicação interna permite alinhar os objetivos do Código de Conduta.

Dessa maneira, investir em estratégias para que as informações do Código cheguem corretamente e de uma maneira clara para todos os colaboradores é sinônimo de construir uma equipe ética, transparente, respeitosa e munida de bons valores.

Diminui o turnover

Você sabia que o Brasil tem os índices de turnover, ou rotatividade, mais altos do mundo? Esses dados preocupantes mostram que as empresas sentem dificuldades em criar ações para motivar e manter o seu time engajado, alinhado com os objetivos da organização.

No entanto, quando o colaborador trabalha em um ambiente harmonioso e saudável e recebe as ferramentas adequadas para desempenhar bem o seu trabalho, bem como orientação motivacional para continuar desenvolvendo o seu melhor, tende a ficar mais tempo dentro da empresa.

Afinal, ele está satisfeito naquele lugar, feliz e não tem motivos para procurar uma nova oportunidade de emprego. Então, saiba que você pode trabalhar com a comunicação interna também como uma estratégia para diminuir as suas taxas de turnover.

Minimiza efeitos de fofocas e boatos

Não há nada pior do que ser alvo de uma fofoca maldosa, não é mesmo? Aliás, trabalhar em um ambiente em que funcionárias e funcionários ficam cuidando da vida dos outros ao invés de desempenhar o seu trabalho é prejudicial para a saúde da empresa.

Considerando que, na maioria dos casos, as fofocas são frutos de informações escondidas ou mal distribuídas pelos líderes, saiba que a comunicação interna também pode corrigir esse tipo de situação.

Afinal, quanto mais houver uma comunicação de mão dupla em que as pessoas têm a liberdade para conversar, dar ideias e questionar quando não entendem algo (ou não concordam com determinada situação), mais facilmente os conflitos internos são resolvidos (ou até mesmo prevenidos).

Promova uma comunicação transparente com todos os níveis hierárquicos

Não são somente funcionárias e funcionários que precisam ter uma comunicação transparente. A cúpula estratégica da organização também precisa ter essa filosofia, bem como os líderes dos setores.

Quanto mais transparente for os relacionamentos interpessoais na empresa, mais facilmente as informações chegam nos ouvidos dos funcionários de uma maneira clara, correta e objetiva.

Assim, quando você informa corretamente o que está acontecendo para o público interno, faz com que eles sintam que a empresa confia no seu potencial e promove mais comprometimento.

Tenha um ótimo planejamento de comunicação interna

Não basta apenas ter os melhores canais para distribuir a sua mensagem. É preciso que todos os conteúdos a serem trabalhados sejam pensados de forma estratégica, não deixando passar nenhuma informação.

Para que isso aconteça, é preciso ter um bom planejamento de comunicação interna, ou seja, ter um calendário de comunicação que englobe todos os assuntos a serem tratados anualmente.

Fazer isso não é complicado. Em uma simples planilha você já consegue organizar. Veja um exemplo:

Assim, você tem uma visão mensal do que precisa ser feito e ainda há a possibilidade de não esquecer nenhum assunto importante. Lembre-se de englobar as datas comemorativas (principalmente as relacionadas ao seu segmento de atuação) e também de mensurar os resultados de cada ação.

Incentive uma comunicação clara e acessível entre todos

Ter simplicidade em cada diálogo é essencial para que colaboradoras e colaboradores compreendam a mensagem de uma forma clara. Sem rodeios, é preciso comunicar com objetividade.

Dessa maneira, nada melhor do que compreender bem o perfil de cada pessoa que receberá a mensagem. Assim, é mais fácil elaborar um conteúdo que seja adequado à sua linguagem.

Conheça bem a sua empresa e os seus colaboradores

Você sabe quais são os objetivos da empresa e estudou muito bem o Código de Conduta Ética. Agora, como repassar essas informações para o time de uma maneira que não seja maçante ou cansativa?

O grande segredo é conhecer bem o seu time, entender o seu perfil e as suas preferências para adequar a linguagem e os meios. Somente assim você consegue repassar com clareza e até mesmo de uma maneira mais persuasiva sobre os objetivos, metas e comportamentos a serem seguidos.

Como transmitir a atitude esperada ao time?

Como vimos anteriormente, o Código de Conduta Ética é um documento que norteia o comportamento de todos dentro de uma organização. Ele deve ser elaborado com base nos objetivos, política, missão, visão e valores de uma marca. Veja alguns princípios para elaborá-lo:

Aprenda a elaborar um Código de Conduta Ética

Não existe um Código de Conduta que seja chave para todas as organizações. Por isso, é preciso avaliar o cenário atual, compreender os objetivos, o histórico e o perfil do público para criar um documento que realmente seja eficaz para aquela realidade.

É preciso envolver os líderes, donos da empresa e até mesmo algumas colaboradoras e colaboradores para criar um Código de Conduta que seja aplicável de uma forma simples e eficaz.

Criar um Código de Conduta Ética traz mais seriedade para o seu negócio e, inclusive, possibilita mais segurança para todos os envolvidos. Veja algumas ações que precisam conter nele:

A comunicação interna é uma excelente ferramenta para promover a motivação do time, engajar o time, minimizar os efeitos de possíveis crises, alinhar a equipe, diminuir o turnover e também diminuir os efeitos das fofocas e boatos na empresa.

Para isso, é preciso promover uma comunicação transparente, ter um bom planejamento de comunicação interna, incentivar um diálogo claro e objetivo por todas as partes, conhecer bem a empresa e também suas colaboradoras e colaboradores.

Por fim, é necessário elaborar o código de ética e conduta e divulgá-lo para o time (ação que deve ser realizada de forma constante).