facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Uma legião de novos empreendedores

LoadingFavorito

Hoje em dia, nas universidades, é possível ver uma geração com cada vez mais brilho no olho, que empreende por vocação e não por necessidade.

Nos dois primeiros meses de 2012, tive 30 reuniões diferentes na minha extenuante rotina profissional, no entanto, foram reuniões desconcertantes sob o ponto de vista de inovação e empreendedorismo.

Fui discutir geoprocessamento, advergames, podcasting, behavior target, transmídia, redes sociais, outernet, aplicativos de iPhone, links patrocinados, busca orgânica, mobile marketing, marketing de experiência, brand content, open innovation, ativos intangíveis, governança corporativa, wiki, CRM social, sustentabilidade, inovação, monitoramento de marca, inteligência competitiva de redes sociais, vídeo atendimento, e-learning comercial, PR digital, realidade aumentada, assuntos absolutamente novos e inovadores que não faziam parte do meu grid de competência há cinco ou seis anos.

Faz um bom tempo que eu não consigo explicar para os meus pais o que eu faço nas minhas atividades profissionais, mais recentemente tenho dificuldades para explicar para eles o que estou fazendo no meu dia a dia. Das reuniões acima citadas, mais de 90% não tem literatura e está sendo construída pelo mercado de forma autodidata na base do faro de oportunidades. Estas 30 reuniões representam 30 novos negócios que têm menos de cinco anos de existência e que, invariavelmente, são empresas constituídas por empreendedores jovens, com menos de trinta anos e que, em média, possuem 10 funcionários. Ao final de todas as reuniões, eles me questionam se eu conheço profissionais com habilidades específicas, pois estão enfrentando problemas de crescimento pela ausência de pessoal qualificado. Todos os empreendedores destas reuniões que destaquei, sem exceção, empreenderam não por necessidade, mas sim por vocação, enxergaram oportunidades de negócios e colocaram energia e capacidade intelectual a serviço das grandes empresas.

Como profissional e, sobretudo, como professor, fico feliz e otimista em ver uma legião de novos empreendedores emergindo, apostando em negócios inovadores e criando empregos de altíssima qualidade, que se refletem em bons salários, irrigando a economia com a demanda de produtos de maior valor agregado, que, por sua vez, geram mais produtos inovadores. Sinto nas minhas turmas um frisson muito intenso dos alunos com a vontade de empreender e desconsiderar um emprego nas grandes multinacionais, que em principio dão um prestígio e uma possibilidade de carreira, mas que anulam a capacidade criativa destes jovens que estudaram em boas escolas e têm sede de inovar. Eles esbarram nas estruturas organizacionais hierárquicas paquidérmicas das grandes empresas e nas lideranças analógicas que não compreendem que estamos vivendo uma mudança de época – e não uma época de mudança.

Estamos vivenciando não mais uma era de produção em massa, e sim uma de inovação em massa, onde o impensável é possível. A inovação é para o século 21 o que a qualidade foi para a década de 1980, na qual as empresas se orgulhavam de ter produtos com certificação. Da minha parte, posso lhes afirmar que venho me apropriando de quase todas as inovações destas reuniões que tive nos dois primeiros meses do ano, fazendo muitos negócios que têm impactado significativamente nas vendas da empresa na qual sou gestor. Mais de 30% das vendas são originadas pelas internet e boa parte através do uso destas inovações, lembrando que o ticket médio é superior a trezentos mil reais, e estamos falando de apartamentos. Em tempo, esta semana vou ter uma nova reunião de um assunto inovador, também de uma nova empresa empreendedora: Storytelling. Mais uma reunião de muito aprendizado… 

 

Romeo Deon Busarello é Diretor de Ambientes Digitais da Tecnisa e Professor dos cursos de MBA e Pós Graduação do Insper e ESPM.

 

Veja também:
Deficra-me ou lhe Deleto
Você sabe o que está fazendo na Internet?
Nunca foi tão fácil!

 

 

 

 

 

 

, Tecnisa, Diretor de Marketing
É Diretor de Marketing e Ambientes Digitais da Construtora TECNISA. Responsável pelo desenvolvimento de trabalhos de grande importância para o mercado brasileiro de comunicação e internet, como vendas de apartamentos pela internet e os atuais conceitos de open innovation e Fast Dating, que permeiam as iniciativas de inovação da companhia. Graduado em Administração de Empresas, pós-graduado em Marketing e mestre em Administração de Empresas, Romeo atua também como Professor nos cursos de MBA e Pós-Graduação da ESPM e Insper.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: