a nova economia a nova economia

Reflexões sobre a Nova Economia

Diego Barreto
Diego Barreto

Mentor Endeavor e vice-presidente de Finanças e de Estratégia do iFood.

Não se pode duvidar que a pandemia modificou totalmente a maneira de empreender, as relações entre empresas e consumidores, as necessidades de consumo, as relações de trabalho e o cenário econômico brasileiro e mundial. 

Mas será que foi só a pandemia que alavancou mudanças tão profundas?

Não. 

As transformações decorrentes da Nova Economia já estavam em andamento há alguns anos, mas a pandemia serviu como mola propulsora. 

São mudanças que iriam ocorrer de qualquer forma, mas que estão acontecendo de maneira ainda mais rápida, sendo um ‘divisor de águas’ entre a Velha Economia e a entrada definitiva na Nova Economia, marcada pelo surgimento de empresas de base tecnológica, as scale-ups.

A Nova Economia substitui a fabricação manufatureira pelo fornecimento de produtos e serviços associados ao desenvolvimento de tecnologia proprietária. São empresas com modelos de negócios digitais – aqueles em que existem a convergência de múltiplas inovações tecnológicas, potencializadas pela conectividade. 

Esses negócios digitais só existem graças à globalização e à conectividade em massa, são desenvolvidos em ambientes transparentes e com diversidade de ideias, em cadeias integradas pela tecnologia proprietária.

No entanto, justamente por ser tão inovadora, a Nova Economia muitas vezes encontra resistência, principalmente das empresas que buscam, a qualquer custo, manter o status quo. Essas empresas ‘tradicionais’ têm receio da derrubada das barreiras de proteção, assim como o medo devido a uma economia mais incerta, com menos garantias formais e sem a ilusão da estabilidade. Mas, lutar contra essa mudança é pior, trata-se de um caminho sem volta, esse salto é irreversível.

Essas e outras questões me levaram a escrever o livro Nova Economia: Entenda por que o perfil empreendedor está engolindo o empresário tradicional brasileiro. E, como  prática de giveback como Mentor Endeavor, compartilho, em primeira mão, o primeiro capítulo.

Capítulo 1

Boa leitura!