Lucas Martins

Lucas Martins

In Loco Media Pernambuco

Sobre o Empreendedor

Lucas Martins

A história de Lucas começa com seu avô. Ele sustentou a família inteira, cuidando dos filhos e, mais tarde, dos filhos dos filhos. E só conseguiu isso por conta de uma loja que administrava no interior de Pernambuco. Para Lucas, é dessa inspiração que vem seu DNA empreendedor.

Sendo o terceiro filho de quatro, Lucas sempre foi influenciado pelo gosto de seu irmão por tecnologia. Juntos, eles desmontavam as coisas para saber como funcionava...Mesmo que depois não soubessem remontar.

Aos 13 anos, começou a mexer no computador que ganhou do seu avô e se interessou por aprender a programar. Lembra até hoje qual foi sua primeira pesquisa: “como fazer um arquivo” .exe. Ele não fazia ideia do que significa .exe, mas queria aprender.

Quando chegou próximo de decidir qual faculdade seguir, Lucas tinha quase certeza que faria engenharia. Mas, novamente, a influência do seu irmão o fez mudar de ideia. Ele começou a trazer projetos da faculdade para casa, o que só aumentou a vontade de Lucas de fazer ciências da computação.

Se não fosse essa vontade, talvez Lucas nunca tivesse conhecido Alan e os outros sócios para um dia criar a In Loco Media, empresa de Recife que desenvolveu uma tecnologia inédita no mundo para localização em ambientes fechados.

A partir dessa tecnologia, é possível determinar a intenção do consumidor, os locais que ele visitou e as marcas com quem se relacionou para, então, oferecer a publicidade mais assertiva para o seu momento de compra -- e identificar se ele chegou a entrar na loja anunciada, por exemplo.

Sobre a Empresa

Hoje, a vontade de Lucas é bem clara: tornar a In Loco uma gigante da tecnologia. Ir muito além de Pernambuco para ser exemplo para a nova geração de cientistas da computação que está se formando. Minha vontade é que a In Loco se torne uma empresa gigantesca de tecnologia. Não precisa se limitar a uma área, só sendo de Pernambuco.

Em 2017, as oportunidades que se abrem para Lucas e seus sócios são tão infinitas que os empreendedores decidiram criar uma plataforma colaborativa em que outras empresas podem usar esses dados para criar novos negócios. Está aí o efeito multiplicador.

Por trás desse sonho, existe uma vontade bem forte compartilhada pelos oito de criar a maior empresa de tecnologia do Recife, do Brasil e -- por que não? -- do mundo.

Ano de Fundação
2010
Segmento
TI e Internet
Ano Apoio Endeavor
2017

Outros empreendedores nesse negócio: