Lucas Gomes Silveira

Lucas Gomes Silveira

Quero Educação https://quero.education/ São José dos Campos - SP

Sobre o Empreendedor

Lucas Gomes Silveira

Lucas Gomes é Diretor de Produto e Crescimento, formado em Engenharia da Computação pelo ITA. Ainda no terceiro ano de faculdade, tornou-se sócio de um diretório virtual para ex-alunos o ITA-Alumni. Nas duas primeiras semanas do projeto, eles já tinham 2.500 cadastros. Um tempo depois, em 2010, já com o nome RedeAlumni, os sócios conseguiram um financiamento de R$120 mil da FINEP -- Financiadora de Estudos e Projetos. Apesar disso, ninguém estava disposto a pagar pela plataforma. Quando os empreendedores sentavam para conversar com os reitores, todos reagiam do mesmo modo: elogiavam a ideia, mas quando falavam dos custos, a negociação travava. A grande preocupação deles estava na outra ponta: em vez de fidelizar os formados, precisavam captar novos alunos, preenchendo as vagas ociosas dos cursos de graduação.

Inspirado pela estratégia do Dropbox, Lucas teve uma ideia: criar um sistema member-get-member, chamado de Captavest, no qual as indicações dos alunos renderiam descontos nas mensalidades. No mesmo período, Lucas embarcou para o Vale do Silício com o objetivo de trabalhar como engenheiro na Microsoft, acompanhando os próximos passos da empresa de longe.

Na prática, o negócio vivia com apenas R$15 mil por mês e o ritmo de vendas do Captavest não acompanhava a necessidade de capital. Em busca de alternativas que catalisassem o crescimento da empresa, os sócios criaram outro experimento: montaram uma Landing Page e contrataram um estagiário para fechar parcerias com universidades do Brasil. Aquela seria uma nova porta para captação de alunos, oferecendo descontos e bolsas de estudo nas instituições afiliadas. Em dois meses, eles já tinham 20 parcerias. Três meses depois, eram 30 mil alunos cadastrados. Isso tudo sem o produto existir. O tráfego orgânico da página gerava uma demanda alta com baixo custo de aquisição. Seis meses depois, nascia o protótipo do Quero Bolsa.

Era o momento de Lucas voltar para o Brasil. "Era um projeto meu que já acompanhava há bastante tempo. Para mim, ficou claro: vai ser agora ou não vai ser mais! Se eu não participar ativamente agora, vou ficar bastante frustrado."Nesse início, Lucas ganhava dez vezes menos do que seu salário na Microsoft. E para piorar, no primeiro mês em que o time de lideranças estava completo, o salário atrasou. Aquele era um teste e tanto: ficaria quem acreditasse de verdade no potencial da empresa.

Hoje, os planos de futuro da Quero Educação refletem o sonho grande dos empreendedores. “Começamos ajudando o aluno a entrar na faculdade, mas queremos contribuir em toda jornada educacional, desde a escolha da creche até os cursos de formação contínua.”, conta Lucas.

Sobre a Empresa

A Quero Educação é uma plataforma de marketing educacional que desenvolve soluções para ajudar escolas a captar e manter seus alunos. O grande diferencial é colocar o aluno como protagonista, valor que se reflete tanto no relacionamento quanto na usabilidade da plataforma. O estudante que entra no Quero Bolsa escolhe a universidade e o curso que deseja com a bolsa de estudos que cabe no seu bolso. Os valores das bolsas são atualizados em tempo real de acordo com a ociosidade de vagas das universidades, em um modelo de precificação semelhante ao das companhias aéreas.

Para se matricular com bolsa, o aluno paga a primeira mensalidade para a Quero Bolsa. Da segunda em diante, o valor vai direto para a universidade. Dessa forma, a receita vem de quem mais se beneficia do produto.

A ponte criada pela Quero já levou milhares de pessoas a acessarem o ensino superior. Já foram mais de 300 mil matriculados em mais de 1.100 instituições pelo país, atendidos por um time de 264 pessoas que enxerga cada matrícula como uma nova oportunidade da educação transformar a jornada de alguém.

Ano de Fundação
2015
Segmento
Tecnologia
Ano Apoio Endeavor
2018

Outros empreendedores nesse negócio: