Sobre o Empreendedor

Benjamin Gleason

Durante vários momentos de sua carreira, o americano Benjamin esteve conectado à América Latina, fosse tirando seu diploma de língua espanhola junto com o de economia ou gerindo projetos ligados ao Brasil. Depois de terminar seu MBA, se mudou de vez para cá e foi trabalhar na McKinsey&Co.

Ele também foi voluntário em uma ONG no Rio de Janeiro, onde conheceu seu futuro sócio, Thiago. Antes de empreender por aqui, voltou para os EUA e cofundou uma startup de pagamentos mobile, mas o crescimento inicial era lento e ele queria mesmo era estar no Brasil. Foi quando um dos fundadores do Groupon Brasil - Florian, que ele havia conhecido na McKinsey&Co -- o convidou para se juntar como diretor aos dois sócios.

O ano era 2011 e o negócio de compras coletivas estava estourando por aqui. Com esse movimento, veio uma sacada: milhões de brasileiros começavam a adquirir produtos online pela primeira vez. Enquanto isso, a oferta de crédito também aumentava. E começava a se transformar em inadimplência. Então, junto com Thiago que observava a mesma tendência de endividamento da população, foi empreender o Guia Bolso, plataforma que transforma a relação do brasileiro com o dinheiro.

Sobre a Empresa

Teve muita porta na cara antes do primeiro investimento sair. Por volta de 60, calculam Benjamin Gleason e Thiago Alvarez, fundadores do GuiaBolso. Os dois tiveram a ideia de criar a plataforma depois que observaram uma tendência de endividamento da população. E o motivo parecia simples demais: a falta de planejamento financeiro. Tão simples que poderia ser resolvido.

Pelo GuiaBolso, o usuário pode planejar suas finanças pessoais, estabelecendo metas e visualizando suas transações bancárias em um só lugar. Ao conectar-se com seu banco pelo aplicativo, ele reconhece os estabelecimentos de onde vieram as cobranças, categoriza e organiza os gastos. É possível também editar e adicionar transações manualmente (para gastos em espécie, por exemplo) e receber alertas caso algo esteja fora do planejado.

O propósito é transformar a relação do brasileiro com o dinheiro. Empoderá-lo e oferecer transparência e informação para a tomada de decisão. E parece que deu certo: a base de clientes cresceu e hoje o Guiabolso já conta com 3 milhões de pessoas. E em apenas 4 meses, usuários já estavam poupando 2,5 vezes mais!

Ano de Fundação
2012
Segmento
TI e Internet
Ano Apoio Endeavor
2016

Outros empreendedores nesse negócio: