private equity private equity

Private Equity: uma oportunidade para você crescer sua empresa

Endeavor Brasil
Endeavor Brasil

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 30 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Private Equity pode ser uma oportunidade para a sua empresa. Dessa forma, entenda o que é e se você está preparado para dar esse passo.

Deu no jornal: fundos de private equity estão em busca de empresas como a sua – tamanho médio e com potencial de crescimento para investir. A informação é de uma matéria publicada no início do mês (julho/2015) no jornal Valor Econômico, que traz uma apuração sobre o perfil de empresa que alguns fundos de investimento estão buscando.

De acordo com a reportagem, no atual cenário de crise e escassez de recursos, PMEs se tornaram um alvo em potencial para fundos de private equity pelo seu maior potencial de ganhos em processos de consolidação e melhoria operacional em relação às empresas maiores, que já possuem uma gestão profissionalizada.

Afinal, o que é Private Equity?

Bom, a notícia mencionada acima animou? Então, você deve estar se perguntando o que é isso exatamente. Em linhas gerais, trata-se de uma modalidade de investimento que surgiu nos EUA por volta dos anos 80, em que uma gestora – empresa que administra investimentos – compra uma parte de determinada empresa, se tornando uma sócia do negócio, com o objetivo de alavancar seus resultados para  aumentar o valor da companhia. Assim, esse fundo lucra ao vender a parte que lhe pertence do negócio – depois de contribuir para sua valorização.

E quando falamos em contribuir para a sua valorização, estamos falando em participação ativa na gestão e administração da empresa. No geral, o Private Equity é uma modalidade destinada a empresas que já tenham faturamento, empresas de porte médio, e que tenham boa capacidade de crescimento. Muitas vezes, esse investimento antecede a entrada dessas empresas na bolsa, onde as ações, valorizadas, podem ser negociadas em condições melhores.

Neste vídeo (em inglês), disponibilizado no site da Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital, Carlos Eduardo Guillaume comenta como os fundos de Private Equity estão também de olho em PMEs. “Nos perguntamos que empresas estão oferecendo soluções que transformam o seu mercado”, afirma.

Qual a diferença entre Private Equity e Venture Capital?

Investimentos de Venture Capital, basicamente, são destinados a startups, empresas que estão começando suas operações, recém-saídas do forno. Empresas com alto potencial de crescimento, é verdade, mas que ainda estejam no comecinho de suas atividades.

Já o Private Equity, como falamos anteriormente, é uma modalidade de investimento voltada a empesas de médio porte, com alto potencial de crescimento, mas já com faturamento substancioso e mercado consolidado.

O que uma empresa ganha ao se unir a um fundo de PC (Private Equity)?

Em linhas gerais, a sociedade com um fundo de investimento – tanto de Private Equity (para empresas maiores), quanto de Venture Capital (para startups), traz muito mais ao negócio do que apenas capital para crescer. Assim, podemos listar algumas vantagens abaixo:

Perguntas que você precisa se fazer e cuidados que precisa tomar antes de buscar Private Equity 

Para que a relação empreendedor-fundo seja uma parceria bacana, antes de mais nada, os interesses precisam estar alinhados. Então, antes de dar esse passo, você precisa se fazer algumas perguntas importantes e responder com sinceridade: “Tenho ambição de promover um crescimento elevado na minha empresa?” e “Estou disposto a vender uma parte da minha empresa para um investidor, tornando-o sócio do meu negócio?”.

Quando um fundo de Private Equity entra na sua empresa como seu sócio, ele estará ali em pé de igualdade com você para bater o martelo em relação às melhores decisões para o negócio. Sendo assim, você está preparado para dividir essa responsabilidade?

No entanto, antes de tomar essa decisão, faça um longo e profundo exercício de reflexão para ver se você, muito mais do que o negócio, está preparado para dar esse passo e dividir as responsabilidades dentro da empresa, acatar decisões e ouvir esse novo sócio. Caso contrário, sua vida se tornará um mar de arrependimentos e frustrações.

Além disso, você precisará preparar sua empresa. Colocar as finanças em dia, ter um bom plano de negócios e indicadores na ponta da língua.  No artigo Fundos de Investimento: mais força para o seu negócio, por exemplo, você encontra boas dicas para preparar sua empresa para buscar e conquistar um investidor. 

Para conquistar esse tipo de investidor, é preciso preparar a empresa

A história da Beleza Natural e do GP Investimentos ilustra bem a situação. Antes de ser o que é hoje, líder do segmento de beleza, a Beleza Natural queria crescer. Mas, antes de buscar um fundo de investimento, a empresa passou 2 anos se preparando para tal. Realizou um trabalho muito profundo de análise do negócio, buscando as melhores práticas a serem multiplicadas e também aquelas que deveriam ser eliminadas do modelo. O modelo de negócio precisava estar redondo para receber o investimento.

No CEO Summit de 2014, Leila Velez, a empreendedora do Beleza Natural, junto com Fersen Lambranho, sócio da GP Investimentos, participaram de um painel contando um pouco sobre como aconteceu essa parceria. Além disso, contam como a empreendedora e o fundo, juntos, ajustaram seus ponteiros para conquistar objetivos comuns. O papo você acompanha no vídeo publicado no artigo O investidor, a investida e uma história de sucesso

Bom, abrir as portas da sua empresa para um Private Equity é mais um passo e também um desafio de todo empreendedor que deseja transformar seu negócio em uma empresa cada vez mais lucrativa. Sendo assim, acredite, esse parceiro vai te ajudar muito no sentido de se profissionalizar e melhorar processos. Boa sorte!


mapa de acesso a capital