Muito Além do Capital

Donato Ramos

Os benefícios de atrair um investidor de private equity ou venture capital como sócio não são só recursos financeiros.

Nos últimos anos, os empreendedores e empresários brasileiros vêm cada vez mais se familiarizando com as oportunidades de atrair para o seu negocio novos sócios que irão participar e contribuir para o crescimento de suas empresas, os fundos de Private Equity (PE) e Venture Capital (VC).  Em conversas com diversos empreendedores, destaca-se que a principal motivação, em muitos casos a única razão, para o empreendedor para avaliar a venda de participação acionaria é a necessidade de recursos financeiros que irão acelerar o crescimento da empresa de forma orgânica ou com aquisições.

Entre os principais benefícios, destaco:

• Desenvolver uma cultura empresarial voltada para os resultados;

• Elaboração de um plano estratégico operacional detalhando as principais iniciativas para crescimento;

• Avaliação do time de gestão, reforçando ou substituindo quando necessário;

• Implementar  práticas modernas de gestão, com destaque para mecanismos de controles financeiros e operacionais, e métricas monitoramente de resultados;

• Estratégia financeira: avaliar o montante de recursos financeiro que a empresa necessitará nos próximos anos e as melhores alternativas de captação de recursos e utilização do caixa;

• Resolução de contingências trabalhistas, fiscais, previdenciárias e ambientais;

• Estruturar programas de remuneração variável e/ou stock options com procedimentos transparentes e mensuráveis, que são cada vez mais importantes para as empresas reterem e motivarem o pessoal-chave;

• Identificar e executar aquisições/fusões estratégicas;

• Planejamento de expansão local e internacional;

A atuação dos PEs/VCs no Brasil é muito recente, de forma estruturada desde meados da década de 90, mas já há casos brilhantes de sucesso em sociedades com empreendedores brasileiros e a minha perspectiva é que nos próximos anos teremos muitos outros casos de sucesso no Brasil.

O passo mais importante neste momento é desmistificar o mito do “lobo mal”. Esclarecer que os investidores não buscam apenas retornos financeiros através de alavancagem ou engenharias para buscar retorno superior em seus investimentos. Mas sim participar junto com os empreendedores para melhorar de forma significativa o crescimento e rentabilidade das empresas de forma orientada para criação de valor, através da profissionalização das suas operações e do cumprimento de seu potencial pleno em parcerias com empreendedores.

Donato Ramos é sócio-diretor da Mundo Verde, mentor Endeavor desde 2008.