Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Recrutamento e seleção: as 5 dicas que fazem toda diferença

LoadingFavorito
dicas-recrutamento-selecao

Definição de valores, engajamento dos funcionários, recrutamento e seleção, tudo isso faz parte de uma das áreas mais desafiadoras da empresa: gente & gestão.

Lidar com pessoas não é uma tarefa fácil. Contratar e reter talentos, com habilidades específicas, mas com perfis completamente diferentes, consegue ser ainda mais desafiador. A área responsável pela gestão de pessoas de qualquer empresa precisar estar sempre muito bem estruturada e pronta para enfrentar grandes dilemas.

Uma das maiores dores do empreendedor está na hora do recrutamento e seleção de novos membros para o time. Para te ajudar com isso, separamos 5 dicas, com base em uma mentoria ofereciada como parte do programa Promessas JPMorgan Chase Foundation, que vão clarear seu caminho e te poupar de boas dores de cabeças. Mas, antes de entrar no assunto, é preciso entender melhor algumas características da sua empresa:

  • Valores: o sangue que corre nas veias da sua empresa

Pode não parecer, mas os seus valores vão te ajudar, e muito, na hora do recrutamento de novos talentos. Mas, antes de entrar direto nessa história, é preciso entender a profundidade desse tema.

Definir os valores da sua empresa pode até parecer fácil, mas é um processo demorado que exige muita dedicação. Diferente do que muitos pensam, os valores e missão de uma empresa não são apenas palavras escritas em um papel ou placa, eles são bem mais do que isso. São a alma do negócio, o guia de bolso que todo empreendedor e colaborador deve saber de cor e salteado, o que serve de base para os comportamentos diários dos colaboradores e move toda a empresa na mesma direção.

E se você já está pensando “falar é fácil, difícil mesmo é conseguir encontrar quais valores são os que melhor representam o meu negócio.” talvez esta dica possa te ajudar bastante.

A cultura organizacional de uma empresa nasce por conta própria. Se você não pegar as rédeas e defini-la, ela tem muitas chances de virar um “Frankenstein” do qual você talvez não se orgulhe tanto assim. Por isso, pare e pense: quem faz o seu negócio crescer? Quem são as pessoas que acompanham, diariamente, a rotina da sua empresa e sabem, melhor do que ninguém, o que move toda a organização? Se você pensou em seus colaboradores, acertou em cheio.

Leia também: Como manter a sua cultura organizacional

Eles são as pessoas que carregam, mesmo sem você saber, a essência da empresa nas mãos. Por isso, se a sua empresa já está dando sinais de uma cultura que você não acha ideal para o negócio, uma ótima saída para identificar quais são os valores que realmente definem sua empresa é separar um tempo e conversar com seus colaboradores.

É sempre importante envolver toda a organização, mas, quando isso não for possível, existem duas saídas:

  • Validação em duas frentes

Sempre existe o ótimo e o bom. O ideal é que todos participem desse processo, mas não são todas as empresas que conseguem realizar esse papo com todos os seus times. Por isso, uma boa saída para as organizações que vivem esse impasse é a definição dos valores em duas etapas.

Leia também: [Ferramenta] Visão, missão e valores

Em um primeiro momento, a alta direção irá debater quais os valores que melhor ilustram a cultura da empresa. Com isso definido, é hora de apresentar para alguns grupos de colaboradores, aqueles que são mais engajados com o negócio e que também demonstram interesse em contribuir. É importante discutir com seus colaboradores porque eles têm que comprar a sua ideia e se identificar com ela. Sem isso, seus valores não passam de palavras escritas em um papel ou em um quadro na parede.

  • Conversas diretas com seus colaboradores

Definir os seus valores significa entender o que é aceitável ou não é dentro da sua empresa. Para isso, uma boa conversa com aqueles colaboradores que mais se destacam dentro do negócio é uma ótima saída. Esse bate papo tem que ser mais profundo do que uma conversa normal, é um verdadeiro mergulho na personalidade da pessoa, identificando quais valores pessoais ela transmite em seu trabalho e o porquê deles fazerem a diferença na hora da entrega dos resultados.

Esse é o momento de entender a história dos seus colaboradores, quais valores os movem e quais qualidades e características são as mais presentes em cada um deles. Com isso em mãos, você será capaz de construir a persona ideal para a sua empresa, com valores que sejam, literalmente, a cara e coração da sua empresa.

Ambos os processos são demorados, mas podem ser realizados por qualquer tipo de empresa. Agora que você já entendeu a importância dos valores para a empresa, vamos ao que interessa:

2.  Recrutamento & Seleção

Outro grande desafio que muitas empresas enfrentam é a contratação de pessoas. Alguns empreendedores dizem não saber onde procurar seus talentos, outros afirmam que o problema está na hora da escolha final. Para te ajudar com isso, separamos duas boas práticas que servem como um guia de gente & gestão:

  • Contrate a pessoa certa

Lembra que falamos sobre a importância de ter seus valores bem definidos? Eles vão te ajudar muito na fase contratação.

Seus valores devem ser como filtros para a contratação de qualquer pessoa. Às vezes é difícil identificar essas características durante entrevistas, mas perguntas bem elaboradas fazem toda a diferença. Nesse momento, é importante ter em mente o que cada valor significa para você em ações. Por exemplo, ter cabeça de dono pode ser o mesmo que mostrar atitude durante um momento adverso ou estressante para a pessoa.

Leia também: Recrutamento e seleção: 5 passos para montar a melhor equipe

Pensando nisso, você pode fazer uma pergunta que envolva uma situação dessa, como, por exemplo: você poderia me contar uma situação na qual teve que fazer uma escolha sobre pressão? Com essa primeira resposta, você terá um panorama geral da personalidade da pessoa, mas é preciso ir mais a fundo. Peça para que ela descreva o contexto da situação, quem estava envolvido, quais eram os objetivos e riscos de cada ação e, o mais importante, o que ela, de fato, fez para ajudar na situação.

Em resumo, na hora do recrutamento, utilize o método CAR: contexto, ação e resultado.

Saiba as perguntas certas pra fazer, lembrando que elas devem ser sempre no passado, porque esses comportamentos tendem a se repetir no futuro.

  • Saiba onde procurar

Muitas empresas precisam de um recrutamento ativo, seja pelo alto nível de turnover ou por um rápido crescimento. Seja qual for a causa, criar um banco de talentos é uma ótima solução, afinal, não adianta sair correndo atrás de alguém que você nem mesmo sabe onde está com um prazo super curto para recrutar.

Para ter um bom banco de dados é preciso não só encontrar as pessoas certas, mas também aquelas que tem um maior fit com seu negócio e cultura. Para isso, você pode:

I. Pedir indicações de seus colaboradores

Isso mesmo, ative o seu time para indicar novos talentos para sua empresa. Se você parar para pensar, quem melhor do que seus próprios funcionários para identificar quais pessoas têm a personalidade e os interesses que mais combinam com a sua empresa?

II. Headhunters

Diferente do que muitos pensam, não é anti ético olhar para os colaboradores de uma empresa concorrente e fazer novas propostas de trabalho. Na verdade, isso se chama hunting e é uma técnica utilizada por muitos negócios.

Imagine que você é uma empresa de serviços. Estudando seu mercado, você conseguiu identificar que os melhores talentos para o seu negócio são aqueles que já trabalharam em grandes empresas e atuavam na área de recursos humanos. Com isso em mãos, é hora de procurar ativamente quem são essas pessoas e fazer convites para sua contratação.

Leia também: Como encontrar os profissionais certos para a sua empresa

Saber onde buscar talentos e analisar o perfil de cada um dos potenciais integrantes do seu time faz toda a diferença. Primeiro, sabendo onde procurar, você não vai mais passar noites sem dormir imaginando quem poderá preencher aquela vaga que está há tempos aberta. Além disso, quando você finalmente contratar alguém, você terá mais confiança de que aquela pessoa é a mais indicada para o cargo e também para o seu negócio.

A gente sabe que a gestão da empresa não é fácil, mas essas dicas podem ajudar, e muito, na hora de tomar decisões e decidir qual caminho é o melhor. Agora é hora de colocar tudo isso em prática e vai que dá!

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: