Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

4 dicas para criar um marketplace

LoadingFavorito
passos-marketplace-dinheiro

A revolução digital chegou e, com ela, uma adesão massiva as lojas e comércios onlines, os tão adorados e-commerce e marketplace. Que tal conhecer um pouco mais sobre eles?

O marketplace é um modelo de negócio que está ganhando cada vez mais força entre os empreendedores e investidores. Para as empresas, esse estilo de empresa é uma alternativa ao e-commerce tradicional por fatores como:  tempo gasto e  custos de criação e manutenção. Já para os investidores, esse modelo é uma oportunidade em ascenção constante e que promete continuar crescendo nos próximos anos. Em ambos os casos, o marketplace é uma alternativa que merece ser considerada. Pensando nisso, preparamos algumas dicas sobre o assunto. Vamos conferir?

1. O que é um marketplace

A consufão é comum, mas, diferente do que muitos pensam, marketplace e e-commerce são modelos de negócio diferentes. Enquanto o e-commerce é apenas uma loja virtual, o marketplace é um espaço virtual composto por várias lojas online. Se você ainda não entendeu as diferenças, pense neste comparação:

Imagine um shopping. Aquele espaço grande, bem localizado, com serviços próprios de divulgação, segurança e mil outras características. O marketplace é como um shopping virtual, com um domínio próprio e alguns serviços como plataforma, meios de pagamento e divulgação.

Além disso, esse modelo caracteriza-se um e-commerce colaborativo, ou seja, aquele modelo clássico de um lojista para muitos compradores transforma-se em vários lojistas e para ainda mais compradores!

2. Motivos para apostar em um marketplace

  • Uma  boa oportunidade para ganhar muito dinheiro

Um marketplace é um excelente modelo de negócio para ganhar dinheiro no espaço virtual. Isso acontece porque diversos fatores impulsionam a venda por meio de um shopping virtual. Além disso, é possível atuar em um nicho específico do mercado e, dentro das lojas do marketplace, especificar ainda mais a oferta de produtos.

  • Potencialização do retorno sobre investimento

Se em uma loja virtual convencional o vendedor precisa investir em plataforma, divulgação, atendimento, produtos, envio, equipe, entre outros, e tem retorno apenas quando seus produtos são vendidos, no marketplace é diferente. Mas não se engane, o empreendedor também precisará  investir , mas, ao mesmo tempo, ele receberá não apenas um percentual de comissionamento pela venda de produtos, mas também ganhará um “aluguel” de plataforma. Pense como se ele estivesse alugando uma loja em um shopping para um lojista. Essa é uma boa aposta para potencializar o ROI do seu negócio virtual.

3. Saiba as informações necessárias sobre investir em um marketplace

Esforço e dedicação são partes vitais da equeação de sucesso para um maketplace. Além disso, existem outros fatores essenciais para garantir o bom funcionamento do negócio como características relacionadas à qualidade da base de lojistas e dos produtos.

Também é preciso ficar de olho no relacionamento e atendimento ao consumidor, afinal, são eles que decidem o sucesso ou fracasso da sua empresa.. Confira algumas dicas do que você precisa saber antes de investir em um marketplace:

  • Escolha bem os seus parceiros de negócio

Na hora de selecionar os lojistas ou vendedores do seu shopping virtual, você precisará ser muito criterioso. Para isso, defina aspectos nos quais o lojista precisa se encaixar para fazer parte do seu e-commerce e avalie os vendedores que compuserem o seu shopping virtual. Permita que os consumidores avaliem as compras e os lojistas: esse será o seu termômetro de qualidade.

  • Entenda a responsabilidade do vendedor

Existe uma classificação tributária especial para intermediação financeira por meio da qual o marketplace fica responsável pela emissão de nota fiscal para o vendedor, contabilizando o valor percentual cobrado na venda.

Então, não se esqueça, a emissão da nota fiscal para o consumidor final é responsabilidade do vendedor.

  • Tenha uma política própria bem definida

Para que o seu marketplace tenha sucesso, você precisará ser um excelente intermediador. Para isso, crie uma política clara de comissionamento, pensando no valor do produto e no que você espera do seu lojista.

Será que vale a pensa uma comissão por venda ou seria melhor trabalhar com metas? Leve em consideração o seu fluxo de caixa e também a cultura que você deseja propagar na sua empresa.

  •  Construa uma boa base de concorrência

Em um marketplace, os lojistas precisão se diferenciar para não se tornar apenas mais um dentro do espaço virtual. Pense fora da caixa, faça campanha diferente, converse com os seus clientes e entenda quais demandas você pode explorar. Dessa forma você conseguirá uma boa base de empresas com condições e preços atrativos para os consumidores além de produtos diferenciados e diversificados o que auxilia na geração de mais vendas online.

Sonhe grande e abrace esse desafio: busque as melhores plataformas para garantir tudo de mais importante para os lojistas e as melhores experiências para os compradores, consolidando a sua marca no mercado virtual.

4. Cases de sucesso

Destacamos os principais motivos para investir em um marketplace. Mas, se você ainda não está convencido, separamos 5 marketplaces de um sucesso para te inspirar a se aventurar nessa empreitada. Confira:

  • Mercado Livre: o maior marketplace do mundo

Com mais de 100 milhões de usuários cadastrados, e avaliado em mais de US$5 bilhões, o Mercado Livre ocupa o topo da lista de marketplaces no mundo. Ele tem uma experiência voltada para a satisfação do usuário, garantindo segurança, conforto e praticidade.

  • Ebay: mais que um shopping virtual, um site de leilões

O Ebay é um marketplace diferenciado. Além de permitir que tanto lojistas como consumidores anunciem e vendam os seus produtos, o site também tem uma característica mais do que especial: a possibilidade de trabalhar com leilões na hora de vender produtos online. Esse diferencial reforça ainda mais a versatilidade do marketplace.

  • AliExpress: O fenômeno de vendas

O AliExpress é um marketplace similar ao Ebay, mas sem a ferramenta de leilão. Um destaque do negócio é a variedade de produtos com preços baixos, o que estimula, e muito, o consumo dos produtos.

O marketplace é organizado por categorias que variam de moda, acessórios para casa e carro a até mesmo eletrônicos. Ao comprar um produto nesse shopping, você passa a ter um contato direto com o vendedor, responsável pelo envio e por qualquer relacionamento com o consumidor a partir de então.

  • Rakuten: o shopping virtual que também é plataforma

O Rakuten é um marketplace consolidado e forte no Brasil. Destacamos aqui  o fato de que, além de ser um marketplace variado, com vários produtos e lojistas, a empresa é também responsável por uma das plataformas mais consolidadas no país.

Sendo assim, o lojista pode ter:

- Uma loja própria, com domínio separado do shopping virtual da marca;

- Ter apenas uma loja  dentro do marketplace; ou

- Ter a loja própria e vender dentro do shopping.

Além da tecnologia e das ferramentas, a marca oferece aos seus lojistas a divulgação dos produtos e até mesmo das suas lojas individuais.

  • Submarino: um caso especial

O sucesso dos marketplaces se consolidam cada dia mais entre os formatos de lojas virtuais. Prova disso são lojas virtuais que migram para esse modelo de venda online.

O Submarino, site que vende livros e CDs, entre outros produtos, por exemplo, começou suas operações online como uma loja virtual padrão. Hoje, ele está entre os maiores shoppings virtuais brasileiros, contando com vários fornecedores que expõem e oferecem os seus produtos nessa grande vitrine virtual.

Agora que você está por dentro dessas dicas e oportunidade está na  hora de tirar as ideias do papel e começar a empreender. Quem sabe a sua empresa não é o próximo Ebay ou Submarino?

Leia também:

5 primeiros passos para encontrar um bom investidor

Qual o pior que pode acontecer se você fracassar?

O lado irracional da confiança

Correalização:

Logo-Sebrae-SITE

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: