mulheres empreendedoras mulheres empreendedoras

9 mulheres empreendedoras de sucesso

Endeavor Brasil
Endeavor Brasil

A Endeavor é a rede formada pelas empreendedoras e empreendedores à frente das scale-ups que mais crescem no mundo e que são grandes exemplos para o país.

O exemplo tem efeito multiplicador. Assim, ao contar histórias de mulheres empreendedoras, abrimos caminho para a próxima geração. 

Por isso, contamos a trajetória de nove mulheres empreendedoras à frente de negócios de alto impacto. Da criança que fez da mãe costureira seu símbolo de inspiração e coragem, da menina de Franca que aprendeu a empreender com sua tia até a americana engenheira química que lançou a primeira calcinha absorvente no Brasil. 

Aqui, você vai conhecer alguns dos maiores ícones femininos de força e determinação no empreendedorismo brasileiro.

Confira, então, histórias de mulheres empreendedoras

Duda e Emily, da Pantys

A Duda e a Emily são as Empreendedoras Endeavor à frente da Pantys, uma scale-up que oferece calcinhas absorventes para que qualquer pessoa se sinta confortável durante a menstruação. Com um produto reutilizável, também conseguem endereçar problemas de lixo e pobreza menstrual.

Em quatro anos, a Pantys se tornou símbolo de sustentabilidade, com o uso de tecidos biodegradáveis e com etiqueta de carbono neutro – a única empresa de menstruação com certificação BCorp do Brasil. Além de empregar mais de 40 pessoas, tem um programa de apoio à pobreza menstrual, apoia inúmeras ONGs, empodera refugiados e possui uma plataforma de educação menstrual e financeira para mulheres. 

Com a Pantys, vimos que dá pra ampliar o diálogo e quebrar barreiras culturais. Dá para impactar positivamente o meio ambiente. Dá pra ter retorno financeiro, crescer uma empresa e contratar pessoas”, diz Duda.

Leia a história da Pantys aqui

Julia e Marcia, da Sallve

Quando as Empreendedoras Endeavor Julia e a Márcia se juntaram com o Daniel para criar a Sallve, provocaram uma revolução: construíram a scale-up que muda a relação das pessoas com a própria pele por meio de conversas sinceras, escolhas seguras e fórmulas incríveis.

A Julia veio da comunicação, trabalhou com produção e foi uma das primeiras blogueiras de beleza, criando inclusive uma linha de batons com a MAC. A Marcia também veio da comunicação, mas o foco dela era performance e audiência orgânica. Era growth hacker antes desse termo existir. Passou pela Abril e foi sócia do Minha Vida.

Meu cérebro é de exatas. O da Júlia de humanas. E tem o Dani, que tem um cérebro empreendedor. Juntando, dá um super cérebro. Somos pessoas completamente diferentes. Mas somos complementares. Ao longo dos anos, vejo o tanto que a gente transforma um ao outro. Nossa conexão é muito poderosa”, diz Marcia.

Hoje, elas são exemplos de que é possível criar grandes negócios e provocar uma revolução no país vindo de lugares não convencionais. Exemplos para uma nova geração. Exemplos de uma revolução feita com rebeldia, coragem, estudo e mão na massa.

Leia a história da Sallve aqui

Isis Abud, da Arquivei

A Isis é Empreendedora Endeavor e CEO da Arquivei, um negócio que nasceu da percepção de que a rotina fiscal e contábil das empresas poderia ser facilitada e agilizada. Essa percepção se provou verdadeira e, hoje, já são mais de 15 milhões de notas fiscais rodando pelo país. 

Ela demorou para se ver empreendedora, tanto que, na faculdade, queria ser acadêmica. Ficou um tempo na Alemanha pela faculdade e, quando se formou, recebeu um convite para trabalhar em uma multinacional. Era o plano perfeito. Mas disse não. Queria mais. Foi empreender. 

Dessa forma, abriu uma empresa para importar suplementos alimentares e foi lá que entendeu como a burocracia era difícil. Foi o que a levou até o negócio que facilitaria a vida fiscal das empresas: a Arquivei. 

Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza

Luiza Helena Trajano é uma das mulheres empreendedoras mais poderosas do Brasil. Por 24 anos, esteve à frente do Magazine Luiza, uma das maiores marcas do varejo do país, com e-commerce e 113 lojas físicas, distribuídas por 819 cidades, de 21 estados. 

Hoje, ela atua como Presidente do Conselho de Administração do Magalu. Além disso, é Embaixadora Endeavor, e divide suas horas em inspirar, mentorar e investir em empreendedoras e empreendedores por todo o Brasil.

Durante seus quase 30 anos de trajetória, recebeu centenas de reconhecimentos e premiações como empreendedora, empresária, mulher e líder – ficou em 1º lugar, nos dois últimos anos, como líder de negócios com melhor reputação no Brasil, de acordo com a Merco, e também como a única executiva brasileira na lista global do WRC – World Retail Congress. Além disso, a empresária é a única brasileira na lista das 25 mulheres mais influentes do mundo em 2021 do jornal britânico Financial Times.

Veja o seu impacto no ecossistema apoiando empresas fundadas e/ou lideradas por mulheres:

Sônia Hess, da Dudalina

Sônia Hess é fruto de uma história de amor. Além dela, a Dudalina, a marca de roupas femininas foi fundada pelo Seu Duda, poeta, e Dona Lina, empreendedora, pais de 16 filhos. 

A empresa existe desde 1957, mas foi em 2003 que Sônia assumiu a presidência da empresa e transformou a camisaria dos seus pais na maior exportadora de camisas do país. Isso só foi possível porque aprendeu a focar no trabalho com sua mãe e a ter sensibilidade com seu pai.

Minha mãe sempre falava: trabalhe, trabalhe e trabalhe. Vá sempre a procura do sim, o não você já tem. Dessa forma, procure sempre a solução nos mais simples”, conta Sônia. 

Veja a trajetória de uma das mulheres empreendedoras mais influentes do Brasil, no Day1:

Leila Velez e Zica Assis, da Beleza Natural

Todos os dias, Zica, Leia e seus dois sócios entravam em ônibus urbanos para colar, no vidro atrás do motorista, um papel: “se seus cabelos são um problema, nós somos a solução”, dizia o anúncio. À noite, o papel era arrancado pelos supervisores. Mas, de manhã, lá estavam eles de novo, fazendo sua divulgação.

A história dessas Empreendedoras Endeavor começou há 21 anos, quando Zica misturou produtos e matérias-primas em busca da fórmula que traria balanço a seus cachos. Dessa forma, depois da fórmula ideal, nascia o Beleza Natural, primeiro instituto especializado em cabelos crespos e ondulados do Brasil.

A gente acreditava muito em um sonho e isso era tudo que a gente tinha”, completa Leila. 

É empreendedora? Então inscreva sua scale-up no Scale-Up Endeavor, o programa de aceleração das empresas que mais crescem no país. Saiba mais aqui.