Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Descubra o que empresas de alta performance fazem de diferente

LoadingFavorito
alta-performance

Empresas de alta performance como Google e Amazon são admiradas por milhares de empreendedores. Pensando nisso, a EY realizou uma pesquisa para entender o que esses negócios têm de tão diferente.

A EY entrevistou 550 diretores financeiros (CFO) e de recursos humanos (CHRO) em uma pesquisa que buscava descobrir o que as empresas de alta performance faziam diferente das outras. A principal conclusão é que os diretores dessas áreas nas companhias mais dinâmicas interagem mais e melhor uns com os outros – e isso afeta direta e positivamente o desempenho do negócio.

A pesquisa sugere fortes evidências de que uma colaboração efetiva entre o diretor financeiro e o de recursos humanos está associada a um melhor desempenho da empresa e dos colaboradores. Essa colaboração também está ligada a mais crescimento dos lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização, além do aprimoramento de métricas de recursos humanos, incluindo participação de empregados e produtividade.

Há também características em comum na forma com que diretores financeiros e de recursos humanos colaboram em empresas de alta performance e isso é o que os diferencia de outros negócios pesquisados.

1. Maior maturidade em estrutura organizacional e modelos operacionais

Os negócios de alta performance que integram a pesquisa demonstram uma maior maturidade na transformação de suas finanças e funções de recursos humanos. Isso significa que ambas as funções integraram processos e têm, em geral, adotado centros de serviço compartilhados.

Seus modelos de governança também são mais maduros. O diretor financeiro e o diretor de recursos humanos, por exemplo, têm mais chances de serem colegas no time de gerência que reporta ao CEO. Diretores financeiro e de recursos humanos de alta performance também se comunicam mais; afinal, passam significativa parte do tempo em discussões, tanto formais, como parte das reuniões de gerência, quanto informais, em conversas individuais.

Se fossemos resumir, poderíamos dizer que pessoas de alta performance:

  • Gastam mais tempo em colaborações;
  • Interagem bem uns com os outros.

2. Maior envolvimento em planejamento estratégico e tomada de decisões

Os líderes financeiro e de recursos humanos em empresas de alta performance têm um papel maior no planejamento estratégico e na tomada de decisão do que aqueles que trabalham em outras empresas. Eles utilizam informações e análises comerciais para elaborar a estratégia em vez de simplesmente reagir a ela. Ou seja, eles trabalham no sentido de identificar soluções para problemas no negócio.

Os diretores financeiros dessas organizações também se envolvem mais efetivamente no planejamento estratégico da mão de obra, ajudando a explorar cenários em potencial e a prever o impacto de tendências mais abrangentes sobre a força de trabalho e a produtividade. Em outras palavras, pessoas de alta performance:

  • Envolvem-se mais na elaboração de estratégias com a administração da companhia;
  • Utilizam seus relacionamentos para adotar uma abordagem mais propositiva, baseada na identificação de oportunidades e soluções para obter o melhor das pessoas e do capital.

3. Adoção generalizada e maior uso de análises

Análises oferecem uma poderosa plataforma para a colaboração dos setores financeiros e de RH. Quando as informações são consistentes e maduras em ambas as áreas, seus líderes têm a oportunidade de tomar decisões a partir de uma perspectiva mais informada.

Isso contribui para que eles identifiquem oportunidades e riscos e para que entendam o que impulsiona o desempenho nos negócios. Particularmente, um foco em análises de previsão pode ser um diferencial poderoso, já que muitas empresas só focam em indicadores atrasados, como a rotatividade de empregados.

Ao olhar para o futuro, analisar como mudanças no negócio podem impactar nos requisitos de habilidade e avaliar a disponibilidade dessas habilidades no mercado, as empresas têm mais recursos para se planejar com antecedência e determinar a viabilidade de decisões-chave de investimento. Qualquer gargalo relacionado ao potencial de mão de obra fica mais fácil de ser superado assim.

O processo de previsão – muitas vezes conduzido por muitos anos – traz maior alinhamento e sinergia entre o setor de finanças e o de recursos humanos. Portanto:

  • Pessoas de alta performance usam análises para entender melhor a mão de obra;
  • Pessoas de alta performance levam abordagens decorrentes de informações para o processo de tomada de decisão.

4. Medição de recursos humanos mais rigorosa

Uma plataforma de informações e análise de finanças e recursos humanos possibilita abordagens mais sofisticadas para a escolha e o monitoramento de métricas-chave de recursos humanos e de desempenho. Isso significa que as companhias agora podem ir além da seleção restrita de métricas, em um cenário que engloba aquelas informações que realmente importam para o negócio.

Companhias de alta performance reconhecem isso e adotam uma abordagem mais sofisticada para escolha de métricas, que permite basear suas ações no contínuo monitoramento de performance.

  • Pessoas de alta performance avaliam melhor, e avaliam o que realmente importa;
  • Pessoas de alta performance utilizam métricas abrangentes para acompanhar a saúde da organização, não apenas suas finanças.

Portanto, podemos concluir que o relacionamento dos diretores da sua empresa afeta diretamente o desempenho do seu negócio. Com esses resultados em mãos fica fácil analisar a estrutura da organização e fazer as mudanças necessárias para que a sua empresa seja cada vez mais um negócio de alto impacto.

O conteúdo original você encontra aqui.

A EY é uma das quatro maiores empresas de serviços profissionais do mundo (as big four), presente em 150 países, em 728 escritórios, e com mais de 190 mil funcionários. Com sede em Londres, a EY presta serviços de auditoria, elisão fiscal, consultoria e transações corporativas.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça login para deixar seu comentário sobre este conteúdo
ordernar por: mais votados mais recentes
  1. Nicole Alves - says:

    0 curtidas
     
    Curtir

    Oi gente, tudo bem? Desculpa vir comentar aqui mas você que sabe de alguma coisa? Tem vontade de ensinar, mas não sabe como? Vem pro Weeazy! O Weeazy é um site de ensino colaborativo, e lá você pode até ganhar um dinheiro extra e fugir da crise! https://www.weeazy.com/?ref=nicole

Parceiros
Criação e desenvolvimento: