Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Contabilidade: você exatamente sabe como vai a sua?

LoadingFavorito
Contabilidade: você exatamente sabe como vai a sua?

Manter a contabilidade sob controle é fundamental para qualquer gestão. Aqui, reunimos algumas dicas e ferramentas que podem te ajudar muito neste sentido

Você já deve saber que o assunto é um dos favoritos aqui da casa. Afinal, questões sobre contabilidade costumam causar severas dores de cabeça nos empreendedores, principalmente os de primeira viagem. Por isso, vira e mexe retomamos o tema, sempre para tentar te ajudar a resolver aqueles impasses contábeis chatinhos, ou mesmo apresentar ferramentas e soluções que facilitam a gestão da sua contabilidade.

Neste artigo, realizamos um “catadão” de tudo o que já publicamos de mais interessante sobre o assunto para que você consiga tirar dúvidas em um lugar só. São dicas e ferramentas sobre contabilidade que podem fazer a diferença na hora em que algum processo emperrar, ou mesmo para você aprimorar o que já está funcionando bem.

Antes de começar, uma definição

Sim, não custa nada recuperar o que significa, exatamente, a noção de contabilidade.  Trata-se da ciência que tem por objetivo o estudo das variações quantitativas e qualitativas ocorridas no patrimônio (conjunto de bens, direitos e obrigações) de qualquer entidade (pessoa física ou jurídica que possua um patrimônio).

A contabilidade deve fornecer o máximo de informações úteis para as tomadas de decisões, tanto dentro quanto fora da empresa; e deve fazer isto por meio do estudo, do registro e do controle do patrimônio.

Em suma, a contabilidade abrange um conjunto de técnicas para controlar o patrimônio das organizações de acordo com os princípios, técnicas, normas e os procedimentos próprios de cada organização. E deve medir, interpretar e informar os fatos contábeis aos gestores.

Agora, vamos olhar de mais perto para algumas modalidades da contabilidade, além da questão sobre terceirizar ou não:

Contabilidade gerencial

Falamos sobre ela neste artigo. A contabilidade gerencial é aquela que detém o controle de todas as atividades financeiras, como na contabilidade tradicional, mas que vai além: porque também tem a função de te orientar sobre o que fazer com relação a impostos e tributos, além de auxiliar na tomada de decisões.

É uma modalidade de contabilidade que não se restringe a atender a exigências legais. O contador-gerente tem a função de sempre municiar você, gestor, com informações contábeis relevantes para que você consiga decidir melhor.

Neste artigo tem mais informações interessantes sobre a contabilidade gerencial.

Contabilidade de custos

Este artigo do Blog ZeroPaper traz uma definição precisa sobre contabilidade de custos: identificação e medição dos pagamentos realizados por uma empresa. Envolve o desembolso, o prazo, o consumo de bens e a depreciação de ativos financeiros.

Ou seja, é a contabilidade que se ocupa de registrar e controlar os valores que seu empreendimento desembolsa para obter o produto ou serviço que você comercializa; é por meio da contabilidade de custos que você os mantêm sempre à vista.

Este processo está baseado em três funções básicas:

  • Determinar a lucratividade da sua operação, do seu produto ou da sua linha de produção, bem como a rentabilidade do patrimônio ou do investimento;
  • Auxiliar o controle das operações e dos próprios custos, comparando a execução com padrões de orçamentos e valores;
  • Dar suporte ao planejamento e o processo decisório da sua gestão em questões como: produzir ou comprar? investir ou desinvestir?

Este documento   do Sebrae traz um passo a passo sobre como elaborar uma contabilidade de custos.

Terceirizar ou não?

Quando se trata de contabilidade, é muito comum que empreendedores tenham dúvidas sobre como tocá-la em suas empresas: se por meio de um departamento próprio (contabilidade interna), ou se por meio de terceirização (contabilidade externa). Mas essa questão deve ser analisada com todo cuidado. De acordo com o auditor Paulo Sérgio Dortas, alguns aspectos são fundamentais para se chegar a uma conclusão:

Complexidade: processos mais complicados costumam exigir uma contabilidade interna. Para entender melhor esta questão, basta compararmos uma empresa de serviços e uma indústria: enquanto que esta última apresenta estoques, sistema de custeio, carga tributária com pagamento de impostos sobre a produção, a de serviços apresenta uma estrutura mais simples. Assim, a exigência contábil é menor, de modo que pode ser terceirizada.

Tamanho: itens como faturamento, número de filiais e atuação no exterior podem determinar a necessidade de uma equipe interna. Antes de tomar a decisão, você deve entender bem o ambiente em que sua empresa está inserida.

Tempestividade: se você entende que precisa conhecer os resultados contábeis de sua empresa em um prazo muito curto, deve optar por uma contabilidade interna. Assim, evitaria a “competição” entre os demais clientes do escritório de contabilidade. A título de conta, vale calcular quanto custa ter os resultados apurados e comunicados tardiamente.

Confidencialidade: existem segmentos que exigem maior confidencialidade nas informações contábeis. Esta situação ocorre com certa frequência em empresas que realizaram a oferta pública inicial de ações ou IPO: nestes casos, os dados contábeis devem ser comunicados ao mercado de forma única, para que não haja o risco de informações privilegiadas. Muitas empresas que optaram por manter a contabilidade terceirizada firmaram acordos de confidencialidade com seus fornecedores.

Custo: aqui, claro, é onde está o maior risco. São raros os empreendedores que conseguem realmente avaliar quanto custa sua contabilidade. Não se trata apenas do custo direto e mensal; há casos em que o gestor afirma gastar R$ 10 mil reais por mês, mas, quando realiza o balanço anual, descobre que despendeu R$ 130 mil nos doze meses. Poucos administradores fazem a conta do custo anual, o que resulta em uma subestimação do custo real do serviço. Por isso, o ideal é que você tenha os custos a longo prazo na ponta do lápis para poder avaliar com propriedade.

Ferramentas úteis:

Existem algumas ferramentas online que podem te ajudar a manter a contabilidade em ordem.

Este programa da ContaAzul é focado em pequenas e médias empresas e oferece controle financeiro e muito mais.

E este, do ZeroPaper, é indicado a profissionais autônomos e microempreendedores, controla fluxo de caixa é é grátis.

Boas contas!

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

2 Comentários

Faça login para deixar seu comentário sobre este conteúdo
ordernar por: mais votados mais recentes
  1. 0 curtidas
     
    Curtir

    Tem um escritório de contabilidade online que oferece um aplicativo web para a gestão da contabilidade, com fluxo de caixa e tal… Eles tem atendimento por 0800 de segunda a sexta também. É bem legal! Pra quem quiser ver: https://osayk.com.br/

  2. 1 curtidas
     
    Curtir

    Boa tarde

    Concordo com os argumentos do Senhor Paulo. Mas gostaria muito de ver os profissionais que atuam em escritórios com visões mais amplas a ponto de favorecer seus clientes e a eles mesmos.

    Além dos fatos apresentados acima, na minha opinião a falha na comunicação entre o empresário e o profissional de contabilidade, também é um problema na questão de terceirizar o serviço.
    Abraço

Parceiros
Criação e desenvolvimento: