facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

7 passos para escolher a melhor consultoria empresarial

LoadingFavorito
7 passos para escolher a melhor consultoria empresarial

Um bom trabalho de consultoria empresarial pode ser fundamental para te ajudar a otimizar processos e focar esforços no core business. Confira dicas para não errar nessa escolha.

Já virou quase uma piada, mas hoje em dia existe consultoria empresarial para tudo. É consultor de design, de inovação, de metodologia, de marketing, de branding, de responsabilidade social, de TI, de sustentabilidade, de contabilidade, de finanças, de vendas, de logística… ufa!

Brincadeiras à parte, um bom trabalho de consultoria empresarial serve para ajudar uma empresa a tomar decisões, descobrir novos caminhos, e até mesmo resolver problemas objetivos.

Ao trazer um consultor, ou uma consultoria, para apoiar o seu time, você estará ganhando um novo olhar sobre um tema, e também um parecer de um profissional experiente e qualificado.

A principal vantagem de trabalhar em conjunto com um consultor é que ele poderá trazer insights para otimizar os processos da sua cadeia de valor, permitindo que a empresa mantenha o foco apenas no core business.

Atenção, consultoria é diferente de terceirização. Fornecedores executam uma atividade, consultores fornecem inteligência e conhecimento para ajudar a organização a atingir seus objetivos.

Antes de contratar seu consultor, de fato, há algumas questões que você deve levar em consideração para garantir que o trabalho executado seja eficaz e produtivo.

Primeiro: você precisa saber que problema exatamente quer resolver

Esse ponto parece óbvio, mas muitas vezes as empresas não têm clareza em relação aos seus próprios problemas. De que adianta você chamar um profissional de fora para apoiar você na tomada de uma decisão sobre um assunto que você nem sabe direito qual é?

Fazer um diagnóstico preciso do desafio e do objetivo do trabalho que será desenvolvido é fundamental. A partir dessa clareza, você poderá buscar no mercado consultorias e profissionais que estejam qualificados a lidar com aquele tipo de desafio. Por exemplo, se as vendas não estão indo bem, você precisa analisar as razões por trás disso antes de contratar uma consultoria: é um problema de marketing? É um problema de identidade da marca? Ou o produto não tem fit com o público-alvo? Será uma questão de preço? Cada um desses assuntos demanda uma experiência diferente do consultor. Este checkup de gestão do Movimento Empreenda pode ajudar a identificar seus problemas.

Agora, seja sincero: você e sua empresa estão realmente dispostos a mudar?

Antes de contratar uma consultoria, você precisa saber bem o que está buscando, mas também o que está disposto a fazer para tal. De que adianta um consultor te apresentar uma série de medidas necessárias para se alcançar determinado objetivo, se você não der ouvidos, ou não estiver disposto a implementá-las?

Acreditar que o trabalho de consultoria empresarial vai te apresentar soluções para seus problemas é uma visão muito simplista. Sim, esse trabalho te ajuda a encontrar caminhos, tomar decisões ou conduzir processos, mas ele não resolve o seu problema. A questão continuará presente quando o consultor terminar o trabalho dele, e dependerá de você a implementação dos novos processos e mudanças propostas.

Buscar um formato de consultoria empresarial que combine com a cultura da sua empresa

Se vocês vão trabalhar juntos em um objetivo comum, essa parceria precisa, de fato, no dia a dia, funcionar bem. Para isso, é fundamental escolher um profissional em quem você acredite, confie e, mais do que isso, que tenha a cara da sua empresa, e se encaixe na cultura dela (principalmente se o consultor for trabalhar alocado na empresa).

A opção por um consultor interno pode apresentar vantagens práticas por ele estar, justamente, mais próximo do dia a dia da empresa, dos procedimentos internos ou dos atalhos organizacionais.

Em contrapartida, um consultor externo pode apresentar uma visão mais ampla sobre determinados pontos e trabalhar com mais imparcialidade, uma vez que não estará contaminado pelos vícios da própria empresa.

Hora de contratar um consultor

Agora, como saber que tipo de consultoria empresarial é a mais indicada para a sua empresa, e como fazer essa escolha, são outros quinhentos. A Entrepreneur preparou algumas dicas para te ajudar a escolher um bom consultor:

  • O cliente em primeiro lugar: esse consultor, para fazer um bom trabalho, precisa estar disposto a colocar o melhor interesse do cliente à frente dos seus próprios. Será papel dele, por exemplo, falar aquelas verdades que ninguém quer ouvir.
  • Ter experiência: um bom consultor deve ter experiência com os desafios e oportunidades que você e sua empresa estão enfrentando. O grande diferencial de trazer um consultor para participar da resolução de algum desafio é a experiência na abordagem dos tipos de problemas que você enfrenta.
  • Foco na resolução de problemas: ele precisa ter esse perfil, afinal, você está contratando um consultor para ajudá-lo a resolver os problemas, ou tirar vantagem das oportunidades.
  • Saber se comunicar bem: a comunicação é fundamental. O seu consultor deve ter jogo de cintura e jeitinho para lidar com diferentes perfis e situações.

Engajar sua equipe

Esse ponto é fundamental. Você tem que pensar que estará levando para dentro de casa um estranho, que estará sendo pago para palpitar, encontrar falhas e propor novas soluções. Então, atenção, as chances dessa nova presença se tornar um motivo de insatisfação para sua equipe é grande.

Uma boa saída para a consultoria não se tornar mais um problema, e você precisar se preocupar gerindo crise de pessoas, é engajar sua equipe nesse processo. Garanta que eles entendam que a postura deles é fundamental para o sucesso do trabalho da consultoria, e que o projeto só alcançará bons resultados se ambas as partes colaborarem entre si.

Aprender com seu consultor

Muitas vezes quando se conversa com um consultor, descobre-se que o seu trabalho consiste em levantar dados da empresa, analisar processos e/ou falar com consumidores. Ou seja, que o seu trabalho envolve aprender sobre a empresa. Ora, se ele está aprendendo sobre a sua empresa, então você precisa dar um jeito de aprender também.

No artigo Who’s doing the learning, Steve Blank, que é professor e co-autor do livro Startup Owner’s Manual, destaca como é fundamental para qualquer empreendedor e CEO, mais do que esperar por um resultado, buscar aprender tudo o que puder com a consultoria.

O melhor consultor que você pode ter é o seu consumidor.

Co-criação, ou colaboração são as movas palavras de ordem. E há inúmeros exemplos de empresas que estão envolvendo consumidores na criação de novos produtos ou no desenvolvimento de suas novas campanhas. Neste vídeo, Bob Dorf, professor da Columbia University e co-autor do livro de Steve Blank, fala sobre a importância das empresas entenderem e ouvirem seus consumidores como se eles fossem seus verdadeiros consultores.

Bom, agora que você já está preparado para escolher uma consultoria empresarial, hora de colocar a mão na massa!

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça login para deixar seu comentário sobre este conteúdo
ordernar por: mais votados mais recentes
  1. 0 curtidas
     
    Curtir

    Ótimo conteúdo! Tenho projeto de abrir uma consultoria em gestão de pessoas e gostei de saber o que meu cliente irá esperar de mim e do meu trabalho.

Parceiros
Criação e desenvolvimento: