facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Como a personalidade do empreendedor afeta o negócio: série de 8 artigos

LoadingFavorito
Como a personalidade do empreendedor afeta o negócio série de 7 artigos

Muitos dos desafios das empresas de alto crescimento são relacionados à personalidade do fundador. Essa é uma série de artigos que olha para esses desafios, pela lente do empreendedor.

Personalidades têm uma grande influência em como interagimos com o mundo. Por exemplo, pessoas afetivas se motivam por meio de suas relações, enquanto pessoas pragmáticas, por meio da execução de tarefas. Não é diferente com os empreendedores. Vários estudos mostram que eles geralmente possuem traços de personalidade bem definidos que os tornam propensos a empreender. Um tradicional empreendedor bem-sucedido, usualmente, aceitou riscos e teve um grau de persistência e dedicação com seu negócio que claramente o diferenciam do restante do mundo, em termos de personalidade.

Mas enaltecer as forças, muitas vezes, pode ser contraprodutivo se não olharmos o para o outro lado.

Traços fortes de personalidade são excelentes sinais para identificar os pontos fracos de alguém.

Pessoas extremamente racionais, por exemplo, podem ser lentas ao se prenderem demais em detalhes. Afetivos podem unir pessoas e criar coesão, mas lidam mal com a tomada de decisões que impactem os mais próximos. Pessoas reflexivas respiram criatividade e imaginação, mas podem não ser disciplinadas o suficiente para poder colocar suas ideias na prática.

Então, é fácil imaginar que muitas das enaltecidas capacidades de empreendedores (vastamente exploradas por milhares de livros) são intimamente conectadas com uma “sombra”, ou, com fraquezas que, frequentemente, criam situações capazes de reduzir o impacto dos próprios empreendedores, limitando o crescimento ou até, em muitos casos, descontinuando seus negócios.

Essa série de artigos foca em compreender e definir alguns caminhos para problemas comuns que os empreendedores enfrentam quando seus negócios crescem e que estão essencialmente ligados à personalidade e à forma como eles enxergam o mundo. O que aparentemente é visto como um problema de gestão, está na verdade conectado com quem os empreendedores são, seus comportamentos, atitudes, hábitos e crenças.

Para superá-los, não bastam modelos e técnicas de gestão, se não considerarmos a origem e a razão desses problemas existirem.

Espero que se divirtam!

Confira os artigos já publicados da série:

- Qual a melhor estrutura organizacional para minha empresa crescer?

- Será que consigo estruturar meu negócio para pensar mais na estratégia?

- Eu sei que sou difícil: como conhecer suas limitações pode impactar o seu negócio

E os que serão publicados nas próximas semanas:

- Quando devo trazer um número 2 para minha empresa?

- O que faço com pessoas leais que não estão acompanhando o crescimento do meu negócio?

- A organização depende muito de mim. Como quebro essa dependência?

- Stock options: quando elas podem ser uma armadilha?

- Eu preciso de um investidor em meu negócio?

Para se aprofundar, veja também:

Ferramenta Gratuita | Propósito Pessoal para Empreender

Curso Gratuito | Liderança: Como desenvolver times de alta performance?

Planejamento Estratégico Pessoal: ferramenta

, LHH, VP de Estratégia e Desenvolvimento Corporativo
Claudio Garcia ocupa atualmente a Vice-Presidência Executiva para Estratégia e Desenvolvimento Corporativo da LHH, em Nova York, onde é responsável por identificar fontes de inovação e crescimento para a organização, que tem operações em 64 países.
Mentor da Endeavor desde 2007, foi Mentor de Alto Impacto em 2012 e recebeu a menção Hors Concours em 2013 por suas contribuições a empreendedores nas áreas de gente, gestão, crescimento e desenvolvimento de negócios.

Deixe seu comentário

Criação e desenvolvimento: