facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Como colocar o time no mesmo barco: a estratégia da Contabilizei para triplicar o time sem perder o foco

LoadingFavorito
Foco: Como colocar o time todo no mesmo barco?

Se a sua empresa está vivendo um período de crescimento acelerado, como incentivar o time a crescer na mesma velocidade sem perder o foco? Nesse artigo, conto minha experiência empreendendo na Contabilizei.

No artigo anterior, eu contei como nós definimos os objetivos da Contabilizei utilizando a mesma metodologia do Google, o OKR. Vimos, na prática, como funciona a estrutura do método, quais foram nossos aprendizados em 2 anos com a rotina de metas e o que mudou desde então.
A ideia é mostrar que a aplicação de uma metodologia para atingir objetivos pode levar as empresas, de qualquer tamanho, a fazerem importantes conquistas. Por isso, estou escrevendo um artigo, dividido em três partes, contando o nosso processo de definição e engajamento do time ao nosso propósito:

Parte I – Como o Google nos ensinou a definir e alcançar objetivos
Parte II – Como colocar o time no mesmo barco
Parte III – Traduzindo a visão no dia a dia

Nesta segunda parte, vou falar da importância do engajamento do time aos objetivos da companhia, como definimos as metas das equipes e por que perseguimos um resultado de 100% mas esperamos 70%.

Cultura de Alta Performance

Um dos elementos mais importantes para o engajamento do seu time em relação aos objetivos é o cultivo de uma cultura forte. A cultura é o conjunto de crenças e valores que permeiam a organização. Eu costumo de explicar a cultura através de uma analogia ao sistema operacional do computador. O sistema operacional (Windows no PC e OSX no Mac) é o software responsável por unir todos os componentes do computador: teclado, tela, processador, memória, placa de vídeo etc. Sem o sistema operacional, um computador é praticamente inútil, pois é através dele que tudo funciona.

A cultura é o sistema operacional da empresa. É a cultura que une as pessoas, propósito e objetivos da empresa

Em nosso caso, nossa cultura de alta performance é construída por pessoas que têm o sentimento genuíno de serem donas do negócio, buscam ser melhores a cada dia e se relacionam muito bem entre si.

Nós acreditamos que estamos neste caminho. Recentemente rodamos uma pesquisa interna perguntando quais eram as 5 primeiras palavras que vinham à mente da equipe quando falava em Contabilizei e palavras como orgulho, amor, liberdade e confiança lideraram a lista. Logo em seguida, também fomos eleitos como uma das 30 PME’s mais amadas pelos funcionários pela LoveMondays, o que confirma que o primeiro passo para o engajamento, já foi dado.

O poder do foco

Ir em busca de resultados requer visão e é neste ponto que o OKR da companhia entra como referência. Para definir a visão e objetivos, é preciso ter claro quais são os principais desafios da empresa e priorizar aquilo que é mais importante.

Em uma palestra no Day1 da Endeavor, o Hernan Kazah, cofundador do Mercado Livre e da KaszeK Ventures, que investe na Contabilizei, falou o que tem se tornado um lema para nós:

Faça poucas coisas nota 10 ao invés de muitas nota 6

Este é o nosso desafio diário, em uma empresa com demandas que não param de crescer e onde as escolhas são necessárias. Saber dizer “não” às vezes dói, porque temos o sangue empreendedor e queremos fazer tudo, mas é simplesmente impossível entregar um resultado significativo sem ter foco.

Logo, o time precisa ter foco na hora de definir seus objetivos e mais ainda na hora de definir os resultados-chave. Estes, devem ser obrigatoriamente baseados em métricas que medem puramente resultados e que novamente reforçam a cultura de alta performance que tanto prezamos. Afinal, transformar uma indústria mudando a forma como a contabilidade é feita no Brasil é um propósito que precisa de muito engajamento e sendo pertencimento à causa, algo que tenho certeza que está presente em todos as pessoas da equipe Contabilizei.

Novos Tripulantes

Falando em equipe, um dos nossos desafios é integrar à companhia todos os novos funcionários que entram para o time. Em dois anos, crescemos 3x o número de pessoas e a equipe aumenta, em média, 15% todos os meses. Então, o reforço da cultura de uma forma geral, tem que ser feita todos os dias, assim como tornar explícito nossa forma de trabalhar em torno dos objetivos (OKR) e sua importância.
A primeira etapa que nos ajuda a ter certeza que os novos tripulantes poderão integrar-se rapidamente aos objetivos da empresa, é o processo seletivo. Aqui, tiramos um raio-X do perfil do candidato versus o perfil desejado e conseguimos ser mais assertivos na contratação.

Não adianta, por mais que seja difícil encontrar as pessoas certas, a melhor decisão é estender um processo seletivo ao invés de contratar alguém que simplesmente vai nadar contra a corrente.

Qual é o próximo passo depois que encontramos as pessoas que têm a ver com a companhia?

Integração. Partindo do mais básico, que é mostrar como tudo funciona, até o mais sutil, que é a nossa cultura. E é incrível, porque a cultura pode ser sentida. Nas nossas reuniões gerais, sempre reservamos um momento de apresentação dos novos integrantes do time, é uma hora onde agradeço por eles toparem fazer parte da companhia e reforço que eles foram escolhidos à dedo. Em seguida, cada um faz uma breve apresentação pessoal e, frequentemente, os menos tímidos, expressam o quão se sentem integrados ao time mesmo em poucos dias de casa.

E como escrevi no primeiro artigo, um dos aprendizados que tivemos foi que o que não é visto não é lembrado, por isso, tanto para os novos funcionários quanto para quem tem mais tempo de empresa, reforçamos constantemente os OKR’s da companhia em todas as reuniões gerais e estimulamos que as lideranças o façam em seus times. E nisso, também é importante relembrar o que é um OKR e qual a sua importância. Porque é claro que não esperamos que por osmose as novas pessoas se adequem aos nossos anseios, é preciso treinar, mostrar, alinhar expectativas. Só assim todos podem ter autonomia para tomar as melhores decisões para a companhia.

Sobre a busca pelos objetivos

Todos alinhados, é hora de entrar no barco. E aqui só entra quem sabe que vai sair da sua zona de conforto e que é isso que faz com que consigamos resultados espetaculares. Este ano, por exemplo, estimulamos a equipe a ficar com a seguinte pergunta na cabeça:

Se a Contabilizei quer crescer 3 vezes em 2017, o que você vai fazer para crescer na mesma proporção?

Sim, porque é indissociável uma empresa crescer tanto sem que, pessoalmente, haja uma evolução.

Neste ponto, tem uma questão relevante: nós sempre buscamos um resultado 100%, mas esperamos atingir 70%. Explico: na metodologia de OKR, se você atingir totalmente um resultado, isso significa que a meta não era audaciosa o suficiente. Em um primeiro momento, isso pode desmotivar mas é importante para amadurecer o time, estimular a alta performance, sentir que você está dando tudo de si em prol de algo muito maior.
É atirar para as estrelas e ir buscar o resultado com todo o empenho possível.

O dia a dia

O que vai fazer a diferença em termos de cultura e conquista de objetivos, é o trato do propósito no dia a dia. Saber levar o dia a dia com objetivos ao invés de rotinas faz toda a diferença para o resultado de impacto. Neste sentido, a transparência é fator chave para manter o time motivado e fazendo parte tanto dos resultados ruins quando das conquistas, que fazemos questão de comemorar.

Em praticamente todas as nossas reuniões gerais, faço questão de olhar para trás para mostrar o quanto conseguimos conquistar e como podemos ir mais longe

Na última etapa desta série, vou descrever como traduzimos a visão no dia a dia. Quais são os desafios na escolha de ser 100% transparente com os números da companhia, qual o papel das lideranças para conduzir o time e como lidamos com as frustrações de resultados não alcançados. Até lá!

A Contabilizei tem algumas oportunidades abertas para intraempreendedores que querem conhecer de perto como é trabalhar em uma empresa de alto crescimento. Conheça as oportunidades, compartilhe com seus amigos e candidate-se! Esse pode ser o primeiro passo para você conhecer a rotina de uma empresa de alto impacto e, quem sabe um dia, criar a sua.

Para se aprofundar, conheça os seguintes materiais:

eBook de Gestão por Resultados 

|Ferramenta|OKRs para Empresas e Startups

Como o Google nos ensinou a definir e alcançar objetivos

, Contabilizei, CEO
Vitor Torres é formado em Administração de Empresas, atual cofundador e CEO da Contabilizei Contabilidade Online e Empreendedor Endeavor. Vitor é empreendedor aventureiro desde sua infância e sua trajetória é repleta de desafios e aprendizados ao promover a maior inovação na tradicional indústria contábil das últimas décadas.

Deixe seu comentário

2 Comentários

Faça login para deixar seu comentário sobre este conteúdo
ordernar por: mais votados mais recentes
  1. Lily Oliver - says:

    0 curtidas
     
    Curtir

    Thanks for sharing this valuable information to our vision. You have posted a trust worthy blog keep sharing.

    ——————————————————————————
    five nights at freddy’s

  2. naramicaele@gmail.com - says:

    0 curtidas
     
    Curtir

    Vitor, seu material é muito bom! Você mostra muito bem como fazer OKR funcionar na empresa não é uma tarefa simples, mas que se tratada da forma correta, ela agrega muito!
    Aqui na FCamara também usamos e funciona bem, usamos uma ferramenta chamada Get OKR (https://www.getokr.com/), já ouviu falar? é bem legal! ;)

Criação e desenvolvimento: