Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

Como o autoconhecimento te ajuda a empreender melhor

LoadingFavorito
Como o autoconhecimento te ajuda a empreender melhor

Uma jornada em busca de autoconhecimento pode fazer a grande diferença entre tomar uma decisão certa e uma errada 

Quando você ouve a palavra autoconhecimento pensa em quê? Yoga? Meditação? Retiro espiritual? Guru indiano? Só para ter certeza: você não pensa em um caminho para indentificar o seu propósito de vida enquanto empreendedor? Descobrir o seu real potencial? Detectar pontos fortes e fracos e habilidades que precisam ser desenvolvidas? Bom, acho que você deveria abrir a cabeça e parar para ler esse artigo.

Há muitos caminhos para o autoconhecimento (meditação, yoga, guru indiano, retiro espiritual entre eles), mas não estamos aqui para falar deles, e sim para fazer um alerta: se você quer empreender e ser cada vez melhor em suas atividades, precisa se conhecer muito bem, portanto deve, sim, investir em autoconhecimento.

Se você ainda não têm um negócio, o autoconhecimento te ajuda a descobrir exatamente tudo que faz teu olho brilhar, portanto aquilo que você vai encontrar paixão em fazer. Se você já tem um negócio, quanto mais você se conhecer, enquanto líder e membro de uma equipe, melhor poderá gerenciar sua vida, suas tarefas e sua empresa.

Um empreendedor que se conhece de verdade consegue definir que atividades deve centralizar, e quais deve delegar. Sabe quais são suas limitações, mas também suas habilidades e pontos fortes nos quais se destaca.

Quando você se conhece, você entende melhor o caminho do seu raciocínio para tomar decisões, sente-se confortável para assumir riscos e liderar pessoas.

Ainda não tenho um negócio, mas gostaria de começar um

Então é realmente urgente que você embarque em uma jornada de autoconhecimento. Conhecendo bem o seu próprio perfil, você consegue ter clareza dos papéis que gostaria –e teria boas condições – de desempenhar, e daqueles que realmente não são a sua praia.

Você lida bem com riscos? Se sim, meio caminho andado para empreender. Se não, talvez, então, esse não seja a melhor opção para você, gerir uma empresa envolve lidar com riscos o tempo todo.

Segundo o consultor Marcelo Cherto, em entrevista para esta matéria da revista PEGN, existem três tipos de perfil de pessoas: empreendedor (que toma as decisões e define o direcionamento do negócio); gestor (que administra a empresa); e operador (que executa o trabalho). “Essas coisas nem sempre estão claras na mente do empreendedor. É importante identificar no que eu sou bom para trabalhar, pois é difícil exercer de forma eficiente as três figuras”.

Ainda em entrevista para a mesma reportagem, Marcos Hashimoto diz que o autoconhecimento é crucial no momento de montar um negócio. “Quanto mais você sabe sobre você mesmo, mais você sabe onde pode pisar e onde tem que tomar cuidado”. Marcelo Aidar, professor da FGV-SP, ressalta que conhecer seu próprio perfil, no estágio em que se define se partir para o negócio próprio é o caminho certo, é mais importante do que a pesquisa de mercado. “É difícil enxergar as oportunidades quando não conheço direito qual é o meu verdadeiro perfil”.

A seguir, você confere algumas ferramentas para conhecer mais sobre você mesmo e seu perfil empreendedor.

1: as perguntas mágicas

Algumas reflexões te ajudam a saber mais sobre você mesmo. A seguir algumas perguntas-chave para você pensar e responder com sinceridade:

  • O que eu tenho de melhor? Todo mundo tem qualidades e habilidades que se destacam. Não seja modesto, faça uma lista com todos seus pontos fortes.
  • O que me faz feliz? Todos temos motivações profuntas. Quais são as suas?
  • Estou maximizando meus talentos e trabalhando meus pontos fracos? Mais uma vez, seja muito sincero com você mesmo. Assim como você tem qualidades, também tem pontos fracos que precisam ser trabalhados.
  • Qual a minha essência e onde me sinto melhor? –Pense sobre seus valores pessoais, seus propósitos de vida.
  • Estou no caminho certo? A partir da resposta anterior diga: você está feliz? Pergunte-se se você está desenvolvendo uma atividade que realmente te faz sentir pleno.
  • Tenho clareza das lacunas em relação ao meu trabalho? O que você ainda precisa aprender? Novamente, seja muito sincero. Essa pergunta é importante par ate ajudar a pensar suas metas.
  • Aonde quero chegar? Você deve, sim, pensar sobre o futuro e estabelecer metas claras sobre onde quer chegar a curto, médio e longo prazo.
  • Qual a minha visão de futuro? Seja protagonista da sua vida e escolha seu futuro. Muitas pessoas têm medo de tomar decisões e fracassar, então ficam em cima do muro. Não tenha esses medo. Seu sucesso depende da forma como você pensa e se coloca em relação a sua vida.

2: os feedbacks

Algumas verdades são duras de ouvir, mas muitas vezes é somente a partir delas que conseguimos crescer. Então, que tal um exercício de se ver como os outros te vêm? Pode ser uma experiência reveladora e muito rica. Não tenha medo de pedir feedbacks e crescer a partir deles. Para saber mais, leia o artigo: Quer melhorar suas habilidades de liderança? Então implore por feedback 

3: faça o teste Qual o seu perfil empreendedor?

A partir de uma pesquisa realizada com mais de 4 mil empreendedores em diversas regiões do país, a Endeavor desenvolveu um estudo inédito, e encontrou 6 tipos de perfis de empreendedores. Para ler o estudo, descobrir o seu próprio perfil e saber mais sobre as suas motivações e o que te inspira, clique aqui.

4: ferramenta: Autoconhecimento empreendedor

O Movimento Empreenda, da PEGN, disponiblizou uma ferramenta que pode ser muito útil para todos que pensam em ter um negócio próprio ou que já estão à frente de suas empresas. A ferramenta utiliza três abordagens complementares – MBTI, CCE e SWOT da personalidade, para traçar um perfil completo da sua personalidade empreendedora. O objetivo desta ferramenta é orientar o empreendedor em um processo de conhecimento maior sobre si mesmo, o que é essencial para prever determinados comportamentos e identificar pontos fortes e fracos..

Faça o seu teste aqui.

E então, o que você está esperando para ir em busca de autoconhecimento?

 

A Endeavor é a organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. Presente em mais de 20 países, e com 8 escritórios em diversas regiões do Brasil.

Acreditamos que a força do exemplo é o caminho para multiplicar empreendedores que transformam o Brasil e por isso trazemos aprendizados práticos e histórias de superação de grandes nomes do empreendedorismo para que se disseminem e ajudem empreendedores a transformarem seus sonhos grandes e negócios de alto impacto.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça login para deixar seu comentário sobre este conteúdo
  1. André Saggin - says:

    0 curtidas
     
    Curtir

    O artigo é interessante principalmente para mim que pretendo abrir minha própria empresa.
    Alto-conhecimento é algo que temos, nos percebemos de alguma, assim como percebemos as nossas conexões com o meio externos e as pessoas, mas muitas vezes essas percepções não são claras.

    Precisamos trabalha para tornar nítida essa imagem que temos de nós mesmo.

Parceiros
Criação e desenvolvimento: