desafios empreendedores desafios empreendedores

Os 5 maiores desafios dos empreendedores

Endeavor Brasil
Endeavor Brasil

A Endeavor é a rede formada pelas empreendedoras e empreendedores à frente das scale-ups que mais crescem no mundo e que são grandes exemplos para o país.

Empreendedoras e empreendedores enfrentam vários desafios durante a sua trajetória, mas alguns deles são sempre uma dor constante.

Não é nenhum segredo: toda pessoa que empreende, seja de grande ou pequena empresa, enfrenta uma sequência interminável de desafios em seus negócios quase que diariamente. E se você acha que por liderarem seus próprios negócios as empreendedoras e empreendedores conseguem parar e desfrutar do seu tempo, o cenário não é bem esse.

Quando parece que as coisas estão caminhando com a gestão de pessoas, surge uma crise financeira. Quando dinheiro já não é mais um problema, é regulada uma nova lei que modifica todo o setor em que o negócio atua. São tantos problemas que a empreendedora ou o empreendedor acaba gastando parte considerável do seu tempo tentando apagar incêndios e, por falta de foco, acaba não dedicando tempo e atenção necessários para resolver seus maiores desafios. É, a vida de empreender não é nada fácil.

Foi pensando nisso que a Endeavor lançou a Pesquisa Desafios dos Empreendedores Brasileiros, com o apoio da Neoway e coleta do Datafolha. Com base em um estudo com quase 1000 empreendedores brasileiros dos mais variados perfis,  o estudo mostra em quais áreas da empresa eles sentem mais dor.

A pesquisa confirma que no dia a dia das scale-ups existem desafios em diversas áreas. Mas, uma boa notícia: independentemente do perfil de quem empreende, as mesmas categorias de desafios costumam ficar nas primeiras posições. E por que isso seria uma boa notícia?

Porque uma dor compartilhada pode ser sinal de troca de conhecimento e cooperação! Você já reparou em como as pessoas sempre têm um bom conselho para oferecer quando já passaram por situações parecidas com a sua? Com os empreendedores não é diferente.

Saber que o empreendedor ao lado também sofre com os mesmos desafios pode estimular a troca de boas práticas. Para as organizações de apoio ao empreendedorismo, é possível dar mais foco para ações que ataquem os principais desafios apontados no estudo, o que aumentaria o alcance desses programas.

Enfim, vamos ao que interessa: veja cinco dos dez desafios identificados pelo estudo:

1. Gestão de pessoas

Pessoas são consideradas o maior ativo que uma empresa pode ter. Não é à toa que gestão de pessoas teve nota 6,7 – numa escala de 1 a 10. Foi a maior média de dor entre o grupo de Empreendedores Gerais da pesquisa, segmento que representa a grande maioria dos empreendedores brasileiros.

Além desse grupo, todos os outros  perfis classificaram esse desafio como o mais dolorido, inclusive as empreendedoras e empreendedores de Alto Impacto, o grupo que lidera scale-ups, empresas que cresce mais e por mais tempo em todo o estudo, atribuiu uma nota 7,4 para esse desafio. Como você pode ver, até mesmo aqueles negócios que crescem continuamente enfrentam desafios na hora de liderar seus times e talentos.

Dentro de gestão de pessoas, a principal dificuldade apontada pelos empreendedores está na formação de lideranças para a empresa. E, pode parecer contraditório, mas quando perguntados sobre as boas práticas de gestão aplicadas no dia a dia do negócio, dentre 11 opções, quem respondeu citou “ações de desenvolvimento de lideranças” como a segunda ação menos utilizada nas suas empresas.

A formação de lideranças é um ponto fundamental para qualquer negócio. Sem bons líderes, a empresa não consegue ir para frente e acaba andando em círculos. Para que esse desafio seja superado, será preciso investir mais em ações voltadas para o desenvolvimento de líderes.

2. Gestão financeira

Se falar em finanças já é complicado, em ano de crise fazer a gestão financeira da empresa se torna um desafio ainda maior para os empreendedores. Talvez esse cenário seja uma ótima forma de explicar as notas praticamente iguais, e altas, atribuídas pelos  grupos pesquisados. Mais uma vez, o grupo de Alto Impacto foi o que deu a maior nota, com uma média de 6,6.

Um outro fator que nos faz ver a influência da crise nesse indicador está no fato de que, entre os Empreendedores Gerais que responderam sobre desafios de gestão financeira, 48% apontam que os custos da empresa estão aumentando acima da receita, um sinal da pressão da inflação dos últimos tempos.

3. Burocracia (Jurídico e regulação) 

A burocracia também aparece no pódio das maiores dores dos empreendedores, mas, bem, nenhuma grande novidade até aí. O que nos chama a atenção é que os Empreendedores Gerais deram uma nota média de dor (6,5)  para esse desafio, contra 5,6 do grupo de Alto Impacto.

Na verdade, o grupo de Empreendedores Gerais está decrescendo, em média, 16,8% em número de funcionários nos últimos três anos, enquanto o grupo de Alto Impacto cresceu, em média, 39% ao ano, nos últimos cinco anos, em faturamento. Em outras palavras, empreendedores que estão crescendo mais focam em outros desafios da empresa que vão além da burocracia, como, por exemplo, aqueles ligados à expansão do negócio.

O maior obstáculo apontado pelos Empreendedores Gerais dentro da área Jurídica e de Regulação está nos impostos. Entre os respondentes dessa categoria, 60% avaliaram o desafio como “extremo”, com respostas 9 e 10 para a média da dor para impostos.

4. Inovação

O desenvolvimento de novos produtos e serviços é a maior barreira de inovação identificada segundo os Empreendedores Gerais. O grupo que mais sente dor em inovação são os de Tecnologia da Informação e Comunicação (TICs), com uma média de 6,4.

Os empreendedores do setor TIC, inclusive, possuem um capítulo especial focado nos desafios do setor no relatório da pesquisa. Realizado com o apoio da JPMorgan Chase Foundation, o capítulo mostra que as empresas do setor com maior potencial de crescimento estão privilegiando cada vez mais a promoção de profissionais que resolvam problemas de forma mais inovadora e dinâmica.

5. Marketing e vendas 

Empreendedores de Alto Impacto são os que mais se preocupam com desafios ligados a marketing e vendas. Na verdade, um em cada cinco classifica esse como o maior desafio da sua empresa. Quando observando os sub-desafios que os Empreendedores Gerais mais destacaram, o cenário já é um pouco diferente: a satisfação do cliente aparece como o principal ponto de atenção deles, seguido do trabalho de divulgação. Isso demonstra que os maiores sub-desafios estão ligados a retenção e geração de novos clientes.

Quer saber quais são os outros 5 desafios apontados no estudo? Baixe gratuitamente o relatório da pesquisa.