facebook
Você já se perguntou por que
nosso conteúdo é gratuito?
Somos uma ONG de fomento ao empreendedorismo de alto impacto que capacita
4 MILHÕES
DE EMPREENDEDORES
A CADA ANO
Faça a sua doação e contribua para continuarmos
este trabalho em 2016!

13 anos de empreendedorismo de alto impacto no Brasil

LoadingFavorito

Conheço a Endeavor desde quando ela ainda era pequena: meu primeiro contato com a causa do alto impacto foi em maio de 2002, quando participei de uma das memoráveis “Conferências Endeavor”. A Endeavor Brasil existia há apenas 2 anos. Ali em São Roque pude perceber que havia algo de diferente no ar: uma organização feita de empreendedores, para empreendedores! Um encontro de sócios, ligados a uma causa comum: multiplicar o número de empreendedores que sonham grande e botam pra fazer com excelência, inovação e ética.

Os desafios de criar uma entidade de fomento ao empreendedorismo no Brasil começaram pelo próprio termo que designa a nossa causa: a palavra EMPREENDEDORISMO não fazia parte dos principais dicionários, e muito menos do imaginário popular. Empreender no início dos anos 2000 era para os completamente malucos ou para aqueles que já não tinham outra alternativa profissional no mercado de trabalho. A percepção sobre a atividade empreendedora era, em geral, negativa – basta lembrar dos grandes vilões de novelas, espelho da sociedade.

De lá pra cá, temos orgulho de construir uma história que ajudou a disseminar o espírito empreendedor como alternativa concreta para o desenvolvimento do nosso país. Já são mais de 100 empreendedores Endeavor apoiados que, juntos, geram 25.000 empregos diretos e movimentam quase R$3 bilhões por ano, crescendo a uma taxa média de 40%. Mais do que os números, nosso apoio a empreendedores nos permite mostrar que não há barreiras de sexo, formação, gênero, idade, renda ou região para quem quer empreender e crescer. Como bem diz o Mario Chady, empreendedor Endeavor fundador do Spoleto/Grupo Trigo, “o degrau de cima de hoje é o degrau de baixo de amanhã, e o tamanho da escada é o tamanho do seu sonho”.

Nada disso seria possível sem o apoio incondicional dos nossos mentores, que doam seu tempo e seu conhecimento aos nossos empreendedores e à nossa causa. Graças aos mais de 300 líderes empresariais e especialistas de mercado que são nossos voluntários, conseguimos construir uma cultura de mentoria que tira o empreendedor do isolamento e o provoca a fazer cada vez melhor.

Nosso impacto hoje vai além do processo de apoiar alguns poucos empreendedores a crescer. Aprendemos muito com cada um deles e disseminamos conhecimento e histórias pelo país por meio deste portal, com mais de 1,5 milhão de visitantes por ano e por meio de nossas atividades educacionais. Já são mais de 10.000 universitários e professores capacitados pela nossa plataforma Bota pra Fazer e centenas de organizações mobilizadas em torno da Semana Global do Empreendedorismo, que ajudou a colocar o tema na agenda das organizações e das pessoas.

Mais do que isso, descobrimos o que significa de fato o “alto impacto” que pregamos: apenas 33.000 empresas, ou menos de 1% do total existente, cresce acima de 20% ao ano por três anos seguidos. Mas essas empresas geram a metade dos novos empregos do país – são 2,7 milhões de postos de trabalho criados por empreendedores que não abriram mão do sonho de, com seus negócios, gerar mais valor para a sociedade.

Com isso em mente, nosso desafio para os próximos anos é imenso: trabalhar o ambiente empreendedor para multiplicar este número de empresas que crescem e geram valor para o país. Nas palavras de Jorge Paulo Lemann, nosso Conselheiro: “se estes 33.000 já fazem tudo isso, imagine quando chegarmos a 100.000”…

Juliano Seabra é diretor geral da Endeavor Brasil

, Endeavor Brasil, Diretor Geral
Diretor Geral da Endeavor, onde também já ocupou o cargo de diretor de Educação e Pesquisa. Já representou a instituição em fóruns internacionais da ONU, do Fórum Econômico Mundial e da Semana Global do Empreendedorismo e é o principal interlocutor da Endeavor com agências governamentais. Trabalha com o tema desde 2002, quando assumiu como trainee a liderança dos projetos de educação empreendedora do Senac São Paulo, hoje uma referência entre as instituições de ensino brasileiras. Foi Diretor Executivo da Prospectiva, consultoria especializada em negócios internacionais e políticas públicas. É mestre em administração pública e governo pela FGV-EAESP, especialista em gestão de negócios e operações pelo Insper e graduado em Relações Internacionais pela PUC-SP.

Deixe seu comentário

Parceiros
Criação e desenvolvimento: